Os três Poderes do país estão podres, mas Bolsonaro vai pagar o pato sozinho

As charges censuradas de Bolsonaro - ISTOÉ Independente

Charge de Bruno Ortiz (Arquivo Google)

Carlos Newton

Neste sábado, dois destacados e experientes comentaristas fizeram questão de refrescar a memória do editor da Tribuna da Internet a propósito de um assunto explosivo – a atuação do Supremo Tribunal Federal. O primeiro foi o economista e advogado Celso Serra, conselheiro do Botafogo, que chamou atenção para o autoritarismo do ministro Alexandre de Moraes, que age com extremo rigor contra os bolsonaristas que praticaram – e anda praticam – atos antidemocráticos.

Com justa razão, Celso Serra cobra o mesmo rigor do Supremo contra seus ministros que realizaram – e ainda realizam – julgamentos absolutamente antidemocráticos e nada republicanos.

DISSE CELSO SERRA“A operação da PF foi de busca e apreensão contra bolsonaristas suspeitos de envolvimento em atos antidemocráticos. Mas só os bolsonaristas serão atingidos? E os ministros do STF que praticam no atacado atos antidemocráticos? Ele não terão lugar nesse barco?” – indagou Celso Serra, acrescentando:

“É claro que todo ministro do STF – inclusive aquele que foi reprovado duas vezes em concursos para juiz – sabe que é ilegal fazer um inquérito secreto, sem indiciados, sem acusação formal a ninguém pela violação de qualquer dos 341 artigos do Código Penal e sem direito de defesa para os perseguidos”.

“Isso jamais ocorreu quando a capital era no Rio de Janeiro; mas em Brasília tudo pode acontecer. Até mesmo acabar com a prisão em segunda instância, no apagar das luzes do ano, para poder colocar ladrões do dinheiro do povo em liberdade”, afirmou, dizendo que todos os Poderes do Brasil estão podres. “Não vejo solução para o Brasil, infelizmente”, resumiu.

LEMBROU MOYSES Logo a seguir, outro comentarista, o vascaíno Abrahão Moyses, nos lembrou que esse inquérito foi iniciado no Supremo em julho de 2019, em pleno recesso do Judiciário, quando o presidente Dias Toffoli, reagiu a uma investigação da Receita contra 133 contribuintes milionários flagrados em irregularidades fiscais – entre eles, sua própria mulher, Roberta Rangel, e também a mulher de Gilmar Mendes, Guiomar Feitosa, ambas advogadas de renome em Brasília.

Toffolli criou um inquérito “especial”, totalmente fora das regras, dispensou o sorteio eletrônico e irregularmente indicou como relator o ministro Alexandre de Moraes, que soube cumprir a missão com bravura e rapidez.

No dia 1º de agosto de 2019, quando o Supremo saiu do recesso, o indômito Moraes mandou suspender a investigação da Receita Federal contra os 133 contribuintes apanhados na rede da Equipe Especial de Fraudes, especializada na investigação de autoridades, como os ministros do Supremo.

BOLSONARO CALADO – Na época, Bolsonaro não fez o menor comentário sobre essa blindagem de milionários corruptos. Pelo contrário, ficou empolgado com essa ação do STF e aceitou a proposta de haver um pacto entre os Poderes, feita publicamente por Toffoli em cerimônia oficial. O presidente pensou que, protegido pela Suprema Corte, estariam acabados os problemas criminais da família. Chegou a proclamar: “Toffoli é nosso!”

Depois, em novembro de 2019, o êxtase absoluto. Numa manobra espetacular, Tofolli convenceu Rosa Weber a votar contra a prisão após segunda instância, garantindo que Lula da Silva não seria libertado porque já tinha condenação no Superior Tribunal de Justiça. A ministra gaúcha então votou a favor e Toffoli a traiu, ampliando a presunção de inocência para a quarta instância, algo jamais visto no Direito Universal, e assim libertou Lula e José Dirceu e garantiu a impunidade de todos os criminosos do colarinho branco, inclusive os políticos corruptos.

Bolsonaro, é claro, sentiu-se no paraíso, com a família inteira sob proteção do Judiciário. Como dizia Vinicius de Moraes, que maravilha viver”.

MAS TUDO MUDOU – Acontece que, na vida, apenas a impunidade não basta e o Supremo não consegue controlar tudo.  Além disso, a mão que afaga pode ser a mesma que apedreja”, como dizia o genial Augusto dos Anjos, em seus “Versos Íntimos”. E  agora é o mesmo ministro Alexandre de Moraes que está destruindo o esquema bolsonarista das fake news e dos robôs eleitorais, incluindo a quebra do sigilo bancário de parte da bancada presidencial.

Ao mesmo tempo, o ex-assessor Fabrício Queiroz foi preso pela Polícia do arqui-inimigo Wilson Witzel e sinaliza que pode fazer delação premiada, o que significaria um enterro de terceira classe para a família Bolsonaro e seus fanáticos admiradores.

Mesmo que os interessados encham de dinheiro as burras de Queiroz, como se dizia antigamente, o mal já está feito, a desmoralização é total, o vice-presidente Hamilton Mourão já pode chamar o alfaiate para encomendar o terno verde oliva que usará na posse, com gravata amarela, azul e branca.

###
P.S.
É por essas e outras que os roteiristas do seriado “House of Cards” desistiram de escrever novos capítulos. Eles dizem que a política brasileira é muito mais criativa. Realmente, não dá para competir. (C.N.)

39 thoughts on “Os três Poderes do país estão podres, mas Bolsonaro vai pagar o pato sozinho

  1. CN,tecendo loas a dois Bolsonaristas em pleno domingo..

    Ora,ora,ora, faltou elogiar o General Villas Boas,que enquadrou na época Sr.Gilmar,Toffoli,e STF para não soltar Lula,antes das eleições. Os militares não aceitariam o PT,Lula Presidente..
    Não deu outra,o obscuro Bolsonaro com boa convivência com o Malufismo foi eleito. Graças ao racha nas oposições, comandado por paradoxal,pelo messias Lula.

    Passado as eleições,aí veio as acomodações,o brilhante Min.Gilmar, resolveu revisar seu voto…
    Resumo: TODOS são CULPADOS,inclusive VC que votou no mito…

    O mito,sem programa,sem plataforma,sem planejamento de governo.
    Pior,di tudo,votaram num passado nebuloso do mito,que continua embasado nos dias hj.

    • Senhor Luiz, votei no Bolsonaro, mas permita-me excluir a pecha de culpado, CULPADO, no meu singelo entender, foi o LULA e seus aloprados, que ao ultrapassar os limites do tolerável quanto à roubalheira pública, traumatizaram a nação e a encaminharam ao beco sem saída do segundo turno. Votei em Alvaro Dias no primeiro, o que poderia fazer no segundo? Votar em Hadad diretamente, ou abster-me e dar ao PT a vantagem de um voto? Não Sr Luiz, não fomos nos que elegemos isso que está aí, foram esquerdistas insanos e insaciáveis que nos levaram a essa falência institucional.

    • Sr Babão (B.O.), conhece o termo “antiflamenguista” ? Pois é, também existe o “antoesquerdista”, se é que sua obtusidade córnea permite ver isso. Se o Flamengo joga com o Botafogo, eu não preciso torcer pelo Botafogo, pois sou do Vasco e simplesmente não desejo que o Flamengo vença. Não pelo clube em si, mas pelo fanatismo e arrogância da massa ignara. A menos que exija o desenho, fica fácil deduzir que não se precisa ser bolsonarista para ser antiesquerdista.

      Isto posto, o editor precisa refletir antes de publicar, não é necessário que se fique sendo lembrado por outrem (por favor, Sr B.O. outrem não é palavra cotidiana mineira). Mas CN fez como sua parenta Mirian Big Pig que costuma dizer “O governo tomou uma medida certa MAS” ….

      “adrem amu è ajevni A”, com acento grave e tudo.

  2. “””O primeiro foi o economista e advogado Celso Serra, conselheiro do Botafogo, que chamou atenção para ….. “”””

    Meio estranho o editor se chamar o maia de botafogo; muitos comentaristas aqui, dizem que por algum motivo, ele não critica nunca o “botafogo”.

  3. Será?!!!!
    Sr F.Moreno “ao ultrapassar o limite da roubalheira”
    Existe limite para mal versarem nosso $ de contribuintes?!!
    Está bem que o senhor especificou o “$ da coisa pública”; mas em um país que prende um ladrão de galinhas e jogam a chave da cela fora; até quando vamos aceitar isto.
    PS: Não tenho raiva/ódio nem ao menos surpresa com o que o “tosco” fez; ou seja “pacto com os demônios”.
    Votei nele com muitas dúvidas; principalmente pelo passado de transgressões do RDE.
    Vai pagar tudo; mas tudo mesmo.
    Nenhum deles será preso mas como andarão em sociedade?!!!
    Só se forem andar no congresso ou no stf; pois ali não existe “vergonha na cara”.

  4. Acróstico ao VASCO

    Viva aquele que abraçou
    A cruz de malta com fé!
    Será sempre um torcedor
    Celebrando em tom de festa
    O prazer de vencedor

    PS: lendo as primeiras letras de cada verso, no plano vertical, surgirá o nome do homenageado!

  5. Não somente os poderes, mas boa parte da sociedade também está podre!
    E é lógico: ninguém acaba com um país sem que exista parcela do povo podre, corrupto e ignorante.
    Reitero: a reforma das reformas tem de começar pelo LEGISLATIVO. É dele que são modificadas todas as leis dos demais poderes.
    Importante – e é nele que os eleitores destravados, destraídos e irresponsáveis, jogam seus votos na latrina!
    Precisamos de ajuda, de muita ajuda, para depurar tudo isto!
    Fallavena

  6. Tudo leva a crer que o Brasil atingiu uma condição sem volta, um estágio sem retorno à normalidade de uma nação para se desenvolver, progredir e crescer.

    O país é sinônimo de corrupção, vigarice, injustiças sociais, poderes constituídos desonestos, incompetentes, e autoridades que só querem salários milionários, privilégios, mordomias e regalias.

    O “Brasil acima de tudo” significa que temos de carregá-lo nas costas indefinidamente, inclusive quem está acima dele:
    elites, sistema financeiro e castas, enquanto nossos males perdurarão até o fim dos tempos.

    A nação brasileira é mera obra de ficção, pois não pode existir um país em condições tão adversas e poderes que tanto o prejudicam, roubando, explorando e manipulando seus habitantes.

    Impossível um governo querer administrar um território continental, onde nele vivem MAIS de cem milhões de pessoas pobres, miseráveis, analfabetas absolutas e funcionais, desempregados, sem que tome medidas para amenizar essa tragédia, e que se abate sobre nós há décadas!

    Inacreditável que o poder eleito para nos representar e aos nossos Estados da Federação, Legislativo, aja e trabalhe exatamente como nosso inimigo. Nada faz de útil ao povo e país, pelo contrário, é aquele que mais custos nos acarreta, e o maior corrupto existente;

    O Judiciário (STF) defende o status quo, o stablishment, elites, castas, banqueiros – o sistema -, restando ao povo sobreviver neste caos social, político e econômico;

    O Executivo trabalha para ele mesmo, logo, incompetente, mal intencionado, e jamais tendo consigo um plano de governo.

    O Brasil tem mais de 120 milhões de pessoas que vivem com um salário mínimo e meio por mês;
    Mais de sessenta milhões de almas – 35 milhões – conseguem sobreviver com até 400 reais mensais;
    Vinte e cinco milhões de seres humanos ditos brasileiros, magicamente ainda estão vivos mantendo-se com até 140 reais a cada trinta dias!!!

    E ainda tem quem defenda Bolsonaro?
    E ainda tem comentarista que posta com extrema insensatez que Bolsoasno “não pode governar”??!!

    Culpam, como espertos fossem e não pobres paus mandados, que nosso problemas foram ocasionados pela esquerda e os comunistas??!!
    Pergunto, então, aos “çábios”?
    Quando os militares devolveram o poder aos civis, evidentemente que o Brasil tinha pobres, miseráveis, analfabetos, desempregados …
    Os generais que nos comandaram então eram de esquerda e comunistas??!!

    Quanta asneira que tenho lido nesse blog incomparável!

    Sarney foi de esquerda e/ou comunista?
    Collor era de esquerda e/ou comunista?
    Itamar?
    FHC era de esquerda e/ou comunista?
    Lula (até aceito que, em comparação a seus antecessores, o PT tenha sido de esquerda, mas comunista esteve tão distante quanto nós do BigBang), pergunto:
    Ao assumir não havia pobres, miseráveis, desempregados, analfabetos … o Brasil era um paraíso terrestre??!!

    Então por que a miséria, a pobreza, o desemprego, o analfabetismo, o aumento indescritível da violência, o depauperamento da saúde pública … a cada ano aumentam??!!

    E Bolsonaro “não pode governar”??
    Que baita palhaçada!!!

    BOLSONARO SÓ NÃO QUER GOVERNAR PARA O POVO porque suas atenções se voltam para o corporativismo (militares), liberação econômica para o sistema (os outros dois poderes se mantém cada vez mais ricos e sólidos), e o povo tendo de sobreviver nesse campo de batalha que nos tornaram!

    Se a bandeira que o atual presidente desfraldou para ser eleito, a luta contra a corrupção, o trouxe para o Planalto lamento informar, mas não só foi arriada como se tornou uma proteção para o banco do carro de Bolsonaro sentar-se em cima (Queiroz que o diga)!

    Independente dessa situação calamitosa para o governo, caso Bolsonaro apresentasse dados concretos de melhorias para o povo e país, essa modalidade de corrupção seria diluída na sopa que nossos governantes têm feito com a ética e moral, um caldo fedorento e intragável!

    No entanto, Bolsonaro não tem nada!
    Nada na economia;
    Nada na educação;
    Nada na saúde;
    Nada na segurança;
    Nada de ferrovias;
    Nada de rodovias;
    Nada no saneamento básico;
    Nada de esperança!

    – STF e Legislativo não o deixam “governar” – alegam seus defensores bisonhamente!
    Quando que Bolsonaro quis nos governar?
    Alguém OUSARIA me esclarecer?

    E nada de agressão, chiliques, ataques, frescuras … digo em termos de dados, números, e não histórias da carochinha ou insultos!

    Terei paciência em ler as explicações e justificativas.

  7. Esqueci de registrar no mesmo comentário, apesar de servir para outro texto:

    A maior comprovação que poderia haver para eu afirmar o quanto somos regidos pela incompetência, o descaso, pela maldade explícita, por mal intencionados escancarados, aponto com tristeza, imenso pesar, com muita vergonha,

    AS CRACOLÂNDIAS!

    Atestado absoluto do quanto o cidadão brasileiro tem sido governado por traidores, gente má, meros fantoches do poder econômico!

    Vou mais longe:
    O abandono de nossas crianças – nossas, mesmo que tenham sido geradas por inconsequentes – é um dos mais legítimos e indefensáveis CRIMES CONTRA A HUMANIDADE que segue em curso nesse país!

    Algum bolsonarista pode me dizer quais são os planos de Bolsonaro para dar-lhes um mínimo de chance à vida??!!

  8. Afinal, qual o maior mal que aflige, ataca e destroi o Brasil?
    As gerações de 30, 40 e até 50, receberam valores e princípios das gerações anteriores.
    A partir das gerações de 60 e 70, as mudanças passaram a ocorrer com maior velocidade e amplitude.
    E aqui começa a perda da qualidade de massa! Explicando melhor: a quantidade passou a sobressair-se sobre a qualidade.
    Definições sofreu mutações, quase sempre propositais, de classes e bem localizadas.
    O núcleo familiar passa a mudar; a escola passar a ser “educadora e cuidadora”, o casal faz filhos mas terceiriza os cuidados e própria educação. Televisão, parca leitura e ensino em franca queda. Aliás, teria de relacionar centenas de fatos e ações que desmontaram a sociedade, o estado e, principalmente, os valores!
    E num só pulo, chegamos aos dias atuais.
    Tente encontrar valores na sociedade! Ética, moral, urbanidade e tantos outros valores, por onde estarão?
    De um modo geral, as pessoas perderam a vergonha de dizer bobagens, de mentir, de corromper e ser corrompidas, de “dar um jeitinho nas coisas”, sempre para benefício próprio.
    Pergunto: como nossos poderes seriam diferentes do que são se, cada um ou todos juntos, nascem e são criados por “cidadãos de terceira categoria”?
    Nem mesmo povo somos, mas apenas um amontoado do mundo!
    Posso não mudar nada no todo. Posso não alcançar nada. Mas consciência e conhecimento do que somos, tenho!
    Quem argumenta que terceiros nos usam, também deve aceitar a verdade de que nossas qualidades são pequenas demais para avançarmos!
    Queremos instituições fortes; lideranças honestas e competentes; um país que nos carregue nos ombros e nos afague, enquanto desfrutamos a natureza. Votar? Todos com direitos, mas sem deveres. Votar em quem? Quem nos dará mais?
    Se continuarmos procurando erros nos outros, jamais encontraremos os nossos!
    Fallavena

    • Bendl, Fallavena, vamos sintetizar numa frase: A Republica acabou, já deu o que tinha quedar, cabe a nos, cidadãos bem informados e bastantes esclarecidos, da classe média, que pagamos a conta, buscar saídas legais e viáveis para tentar sair da tragédia institucional que se vislumbra no horizonte.

      • F.Moreno
        Na democracia, só tem saídas institucionais, de onde temos de concluir que:
        – será preciso utilizarmos as instituições existentes;
        – não é possível encaminhamentos fora do sistema;
        – temos de nos organizar com conhecimento suficiente para entender-se como precisamos agir;
        – existem mecanismos legais que precisam ser utilizados. Alguns deles mostrarão a força do povo aos legisladores;
        – tudo terá de começar pelo povo e pelo legislativo.
        O resto será corrigido por leis.
        A outra forma é na “borracha”. Povo na rua quebrando o que é seu e destruindo o próprio futuro.

  9. CN,
    concordo com Marco Aurelio que esse inquérito de fakes news (embora seja algo necessário) deveria ser solicitado pelo MP ou Procurador Geral.
    Mas discordo (e sempre me posicionei dessa forma) que a prisão em segunda instância seja constitucional. Mais uma vez, o min Marco Aurelio está certo. Sou favorável a diminuir o número de instâncias em todos os âmbitos da justiça, mas essa mudança vai contra o corporativismo reinante em todas as classes e por isso a acho improvável.

    Alguns pregam a pura substituição de nomes. Não vai adiantar. Isso é demagogia ou ingenuidade de quem pensa nisso.

    Quanto a Mourão substituir Bolsonaro, o que muda na essência? Vestir verde, amarelo, azul e branco vai torná-lo mais patriota?

    • Não é improvável, é impossível, José, vou fazer uma singela analogia, você cortaria seu salário por achar que está demais? Esqueçam que alguma coisa vai mudar por vontade própria em algum dos três poderes, mas nem com intervenção militar, o único que mudaria seriam as vantagens dos fardados. Só há um caminho, a desobediência civil ou uma nova constituição plebiscitária e isso não vai cair do céu. Acordem! Vamos à luta!

      • F.Moreno,
        nessas questões sou adepto do pensamento de Burke. As melhorias devem ser realizadas num ritmo tal que não perturbem demais o caminho. As rupturas violentas nunca dão certo e podemos, em vez de avançar, retroceder .

  10. Prezado F.Moreno,

    Discutir política, meu caro, jamais obteremos um denominador comum, e por infinitas razões.
    Por exemplo:
    Eu não afirmaria que a República terminou, que exauriu-se em si mesma.
    Eu testemunharia, sim, que o caráter do ser humano se encontra no limiar do desaparecimento;
    Honra, dignidade, personalidade … meras palavras, e tão subjetivas quanto tem sido explicar a paixão.
    A ponto que existem definições que somos “animais” políticos, logo … alguns são os predadores e, a maioria absoluta, presas!

    Dito isso, de nada adianta tentarmos encontrar nas instituições a causa de nossos problemas, nossas mazelas, a nossa grave situação política, social e econômica, e que perdura há décadas.

    Nada existiria sem que o homem, o inventor, o criador, o cérebro que nos trouxe o desenvolvimento e descobertas espetaculares desde que surgiu nesse planeta há três, quatro milhões de anos, não fosse a causa dessas consequências atuais:
    Fome, miséria, pobreza, crueldade, desprezo …

    Somos o lobo do próprio homem, diz a velha e surrada frase, verdade absoluta e incontestável.

    O homem é que não é mais o mesmo.
    Não foi o conforto, a tecnologia, a ciência, que nos trouxeram aborrecimentos; muito menos a República ou Reinos ou Impérios ou Conglomerados, não.
    Nós que mudamos, que não somos mais aqueles dos tempos idos, e por quê?!
    É aqui que a porca torce o rabo:
    Desde quando que estamos modificando a nossa estrutura moral e construção ética?!
    Quando que teve início aceitarmos que nossos governantes fossem corruptos, ladrões, desonestos?!
    Pergunta final:
    A troco de quê??!!

    Pois do alto da minha ignorância, do meu reconhecido semianalfabetismo, da minha rasteira estatura mental, assevero:
    Desde quando passamos a buscar fora de nós mesmos as soluções para nossos impasses, o ser humano mudou, e para pior!

    É o caso de acusarmos o fim da República, se esta nunca nos fez nada de ruim, de errado ou que nos tenha prejudicado, exceto nossos governantes e, paradoxalmente, eleitos por nós, se somos os causadores dos nossos próprios males, problemas, preconceitos, omissões, atos criminosos, corrupção, desonestidade … nós somos as origens que, em vão, queremos acusar nossas próprias criações como se fossem estabelecidas fora do ser humano!

    Che, é como querer culpar o vento que derrubou o telhado da casa, e não o fato de ter sido construído fraco, frágil, sem os devidos oitões e tesouras!

    Então, a meu ver, esta queda progressiva do comportamento humano, QUE INFLUENCIA, em consequência, que contestemos erroneamente as instituições, advém de um processo educativo muito aquém do desenvolvimento científico e tecnológico que alcançamos!

    Por não entendermos o que está acontecendo ao nosso redor, só nos resta culpar as nossas construções, menos as mentes que deturparam completamente o que deveria servir como base para uma nação se desenvolver.

    Aí, faço outra pergunta:
    Se já destruímos a República, a democracia; se já deturpamos o socialismo, o comunismo;
    se já adulteramos a essência religiosa, a crença em Deus; se abominamos filosofia, sociologia. se nossos poderes constituídos os devoramos como animais de rapina,
    QUE CAPACIDADE TERÍAMOS PARA MUDAR, e para melhor!!??

    Che, continuaríamos sempre e permanentemente, contestando as nossas obras, edificações, planos, realizações, pelo fato de que reside em nós mesmos os defeitos, logo, o que sai da nossa mente e realizamos, vai dar problemas!!

    Então aonde estaria a solução para, pelo menos, amenizar tanto erro?
    Fácil a resposta:
    NA EDUCAÇÃO!!!!

    No entanto, queremos encontrar na política, no sistema, nas instituições, nos poderes, nas leis, nas religiões, crenças, filosofias, sociologias, metafísica, respostas para o quanto criamos de problemas,
    MENOS VOLTARMOS PARA DENTRO DE NÓS MESMOS E DIZER:
    Bah, sou eu o problema; eu que faço as cagadas; eu que destruo o que está bom; eu que quero ser o dono da verdade; eu que quero mandar; eu que quero me impor sobre os demais, mesmo que recorrendo à força!

    Mais a mais, meu caro amigo Moreno, a República não anda pelas ruas de terno e gravata, muito menos de calças jeans e tênis.
    Mas, em compensação, o que tem de autoridade, governante … que não vale nada, não tá no gibi!

    É como alguns colegas publicam sem maiores cuidados, que a corrupção hoje alcançou o nível de pandemia no Brasil, em razão de Brasília!
    Ou seja, a corrupção antes inexistente, desconhecida; políticos probos, honestos e competentes; instituições sólidas e exemplos de ética e moral, quando tiveram de se mudar para o Planalto Central, desconheciam que os males nacionais teriam o seu habitat naquele pedaço de terra localizado no Estado de Goiás!

    Mais ou menos onde a pandemia teve a sua origem na China, na cidade de Wuhan.
    Lá, na construção da nova capital, desenterramos o homem sem caráter, o político corrupto, o empresário sonegador, a propina, a desonestidade, a traição ao povo e país …. che, mas que troço mais pueril, inconsequente, ridículo!

    O problema está em nós!
    Qualquer coisa que fizermos jamais será perfeita!
    Agora, podemos errar muito menos, e termos uma vida muito melhor, se o Estado oferecer uma boa Educação!!!

    O Estado quer?
    EVIDENTE QUE NÃO!

    Adiantaria mudarmos qualquer coisa, se continuamos os mesmos idiotas, imbecis, tolos, mal intencionados, corruptos, desonestos … exatamente como antes??!!

    Eu diria que mudaríamos, mas para deixar onde está.
    Assim como perguntaram ao Ford, na década de vinte, se ele aceitaria que seus carros pudessem ter outras cores.
    O industrial suspirou, e disse:
    – Claro, desde que seja preto!

    Sim, meu amigo Moreno:
    Podemos mudar qualquer coisa, desde que continuem como estão:
    “eles” (elites, bancos e castas) sempre bem e, nós, cada vez piores!

    Um forte abraço.
    Muita saúde e paz.
    Te cuida, meu!

  11. \-Amigo Bendl, quando não fosse por outra coisa, valeria meu singelo comentário lá atras, pela sua, como sempre, oportuna e brilhante manifestação. Permito-me somente um pequeno esclarecimento, válido também para o José Vidal, talvez eu não tenha sido claro, nunca pregaria qualquer tipo de ruptura violenta ou uma atitude de força para tentar consertar nada, seria totalmente contrário à minha concepção de problemas e soluções. Bendl, concordo em gênero e grau no seu diagnóstico de causas e efeitos da situação social do Brasil especialmente noque se refere à educação, que como já concordamos anteriormente, é a causa e efeito de nossa miséria social. Você fala em reformar a educação e é aí que me permito divergir, você nunca reformará nada se não reformar antes o Estado. Quero, ainda, esclarecer, que devo ter-me expressado mal quando disse ” a republica acabou” eu queria me referir à nossa atual arquitetura institucional, e não a república como forma de governo. Valeu, abraço.

  12. Fallavena, Bendl e Moreno, muito bons os comentários que vocês fizeram.

    Porém, a situação está tão ruim que nem a mudança das leis por consulta direta ao povo parece viável pois temos, infelizmente, grande números de brasileiros analfabetos e analfabetos funcionais.

    E essa penúria intelectual interessa à “Nova Classe” que foi criada e tomou conta do poder.

    Hoje, o jornalista Cláudio Humberto publicou:

    “MESMO EM CASA, SERVIDOR RECEBE ‘PERICULOSIDADE’
    Sem cota de sacrifício na pandemia, ao contrário dos trabalhadores do setor privado com salários reduzidos ou sem empregos, o setor público não abre mão de um só centavo das regalias e privilégios. Agora, obteve sem demora uma decisão do Tribunal Regional Federal da 5ª Região que obriga o governo federal a seguir pagando “adicional noturno” e até “de periculosidade” a servidores que estão em casa, sob quarentena, de modo algum expostos a esses “riscos” próprios da “natureza do cargo”.”

    O Brasil chegou a um ponto de difícil solução e a história tem nos mostrado que onde não há solução há combustão.

    Por oportuno, lembro que quando a capital era no Rio de Janeiro a prisão ocorria após o julgamento em primeira instância, a não ser em delitos leves previstos em lei.

    Lembro também que os ministros do Supremo transitavam a pé pelas ruas da cidade, sem guarda costas (hoje, apelidados de “seguranças”.
    Também não existiam os maravilhosos “capinhas”.

    • Sr Celso Serra, sem a célula nada se pode fazer. Por quê as pessoas citam autoridades, governos, leis e não citam a origem, que é a família ?

      Fica a grande questão: como trazer a família – ou, pelo menos, tentar – ao estado anterior ? Teremos que selecionar (?) famílias para educarmos as demais ?

      • Abrahão Moyses Renée y Alfinete
        Primeiro misturaram educação com ensino. Depois misturaram estado com família. Depois a família passou a só fazer os filhos e entregá-los a terceiros. Agora, TODOS RECLAMAM que não temos educação!
        Mas que raios de educação é esta que estão cobrando?
        Me permita brincar, mas falando sério: quem sabe a gente separa que deseja viver na anarquia, na mentira e na corrupção e, do outro lado, aqueles que querem fazer tudo certo?
        Quem faz tudo errado se dá bem. Quem faz tudo certo se dá mal e ainda paga a conta dos outros!
        A pandemia só está servindo para mostrar-nos que vivemos num verdadeiro pandemónio!
        Abraço.
        Fallavena

  13. Sr. Moreno,com
    a devida vênia, sim,sim,temos parcela de culpa por não participar das informações políticas, exigir dos seus representantes o que fez,ou fará para o bem da coletividade.

    Que ocorre hj, é verdadeiro Fla X Flu,somos incapaz de reconhecer que Fogão,meu Vasco
    Célio,Jorge Carvoeiro,Dinamite,tem condições de chegar na final.
    Assim,como no futebol,na politica tem grandes interesses jogo.

    Na prática veja bem,quem votou no Bolsonaro,o fez,como protesto.
    Bolsonaro o que fez como deputado ??nada,nada, nada..

    Nos dois”debates” que participou da Band, Rede TV, foi um fiasco,tosco, não sabia nada di economia,foi desmascarado por envolvimento com milícia e secretaria fantasma em Angra.
    Já bastava,mas o povão foi no oba oba,deu no que deu.

    Agora,com todo respeito,votar na ideologia,votar no menos pior,votar por emoção como torcedor fanático..
    PREFIRO votar na INTEGRIDADE do indivíduo.

    • PREFIRO votar na INTEGRIDADE do indivíduo,que tenha ideal,comprometimento com esse ideal,e para as políticas públicas.

      Por, derradeiro,sem EDUCAÇÃO básica, mais ciência e tecnologias,emprego,Saúde, habitação,sem os saneamento a básicos, continuaremos uma colônia.

      Obrigado,e
      Forte abraço.

      • CN,tecendo loas a dois Bolsonaristas em pleno domingo..

        Ora,ora,ora, faltou elogiar o General Villas Boas,que enquadrou na época Sr.Gilmar,Toffoli,e STF para não soltar Lula,antes das eleições. Os militares não aceitariam o PT,Lula Presidente..
        Não deu outra,o obscuro Bolsonaro com boa convivência com o Malufismo foi eleito. Graças ao racha nas oposições, comandado por paradoxal,pelo messias Lula.

        Passado as eleições,aí veio as acomodações,o brilhante Min.Gilmar, resolveu revisar seu voto…
        Resumo: TODOS são CULPADOS,inclusive VC que votou no mito…

        O mito,sem programa,sem plataforma,sem planejamento de governo.
        Pior,di tudo,votaram num passado nebuloso do mito,que continua embasado nos dias hj.

        Resposta:
        Sr Babão (B.O.), conhece o termo “antiflamenguista” ? Pois é, também existe o “antoesquerdista”, se é que sua obtusidade córnea permite ver isso. Se o Flamengo joga com o Botafogo, eu não preciso torcer pelo Botafogo, pois sou do Vasco e simplesmente não desejo que o Flamengo vença. Não pelo clube em si, mas pelo fanatismo e arrogância da massa ignara. A menos que exija o desenho, fica fácil deduzir que não se precisa ser bolsonarista para ser antiesquerdista.

        Isto posto, o editor precisa refletir antes de publicar, não é necessário que se fique sendo lembrado por outrem (por favor, Sr B.O. outrem não é palavra cotidiana mineira). Mas CN fez como sua parenta Mirian Big Pig que costuma dizer “O governo tomou uma medida certa MAS” ….

        “Merda in videre est”. Se não sabes a origem de teu idioma, “A inveja é uma merda”.

        Volta ao nome comum, pois teu IP te entrega.

  14. É Luiz, fomos punidos pela nossa ingênua esperança de que ele fosse o suficientemente experto para aproveitar a chance que a adversão ao PT lhe dava, e mesmo sem grandes condições intelectuais tenta-se melhorar sua pobre biografia. Mas é isso aí, fomos cegos ao votar num candidato que seu único plano de governo era armar a população.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *