Outra Piada do Ano! Bolsonaro anuncia que não mais há queimadas nem desmatamento

Bolsonaro falou essa bobagem em cerimônia no Itamaraty

Douglas Rodrigues e Mateus Maia
Site Poder360

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta 5ª feira (22.out.2020) que irá convidar diplomatas de outros países para uma “curta viagem” à Amazônia. Segundo ele, a intenção é mostrar a representes de outras nações que não há “nada queimando ou sequer 1 hectare de terra desmatado” na região.

Sem informar a data, Bolsonaro falou que a viagem deve durar uma hora e meia, no trajeto entre as capitais Manaus (Amazonas) e Boa Vista (Roraima).

A VERDADE LIBERTARÁ – “O que mais nós precisamos é da verdade. Não podemos nos deixar vencer pela falsa narrativa. O mundo sempre esteve em guerra, nem que seja no campo das comunicações. Não é fácil estar do lado da verdade. A verdade me trouxe até aqui e a verdade libertará o nosso país”, afirmou.

Ele fez a declaração durante cerimônia de formatura dos alunos do Instituto Rio Branco, responsável por formar diplomatas no país. A turma formada em 2020 recebeu o nome de João Cabral de Melo Neto, em homenagem ao poeta e diplomata pernambucano. O evento foi no Palácio do Itamaraty, em Brasília.

A fala de Bolsonaro contradiz números do próprio governo. Dados divulgados pelo Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) e pelo Ministério do Meio Ambiente apontam que a Amazônia teve, de janeiro a setembro deste ano, a maior área queimada em 10 anos. Outros biomas também tiveram aumento no número de incêndios em 2020.

PRESSÃO NO EXTERIOR – Esses números repercutem negativamente no Brasil e no exterior. A administração federal é pressionada externamente, tanto de governos e fundos de investimento, para a adoção de práticas sustentáveis.

Em seu discurso, o ministro Ernesto Araújo (Relações Exteriores) criticou o “globalismo” e o “ambientalismo”. Disse que são forças “marxistas” que tentam consertar a humanidade sem entendê-la. “Nada disso pode dar certo”, declarou.

O ministro disse que o povo brasileiro acordou e encontrou 1 líder. Segundo ele, as recentes escolhas da população revoltam os “esquerdistas”.

“COURAÇA MORAL” – “O poder oligárquico pela 1ª vez está efetivamente ameaçado. A oligarquia e a esquerda se acasalaram confortavelmente, mas diante do povo elas tremem. Somente a fé verdadeira desse povo cristão e conservador proporciona a couraça moral e palpitante de amor patriótico para enfrentar o dragão da maldade”, afirmou.

 “O Brasil fala em liberdade através do mundo, se isso nos faz ser 1 pária internacional, então que sejamos um pária”, declarou.

Também participaram do evento no Itamaraty: Hamilton Mourão, vice-presidente da República; Luiz Fux, presidente do STF; Michelle Bolsonaro, primeira-dama; Campos Neto, presidente do Banco Ce ntral; General Ramos, ministro da Secretaria de Governo; Paulo Guedes, ministro da Economia; Rogério Marinho, ministro do Desenvolvimento Regional; Tereza Álvaro Antônio, ministro do Turismo; Ricardo Salles, ministro do Meio Cristina, ministra da Agricultura; Milton Ribeiro, ministro da Educação; Marcelo Ambiente;  Eduardo Bolsonaro, deputado federal pelo PSL de São Paulo; e Nelsinho Trad, senador pelo PSD do Mato Grosso do Sul.

###
NOTA DA REDAÇÃODO BLOG
Duas horas depois, Bolsonaro  foi desmentido por Mourão. O vice-presidente disse exatamente o contrário, ao anunciar que o governo vai desbloquear recursos e retomar combate a queimadas. Em quem você acredita: em Bolsonaro ou em Mourão?  (C.N.)

5 thoughts on “Outra Piada do Ano! Bolsonaro anuncia que não mais há queimadas nem desmatamento

  1. Caso de internação na Sociedade Brasileira de Amparo aos Jumentos Enlouquecidos… SBAJE. Acorda brasileiro!

  2. Bolsonarista são assim. Um dia destes, li aqui neste espaço sob o signo do punitivismo, que o Bozo era o responsável pela construção da Ferrovia Norte-Sul.
    O que comentar?
    Como argumentar em frente a tamanha desfaçatez?
    Virou piada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *