Painel de propaganda “Brasil acima de tudo” transforma o Planalto numa “casa da sogra”

Trajes da posse ficam ao lado do painel “Brasil Acima de Tudo”

Elio Gaspari
O Globo/Folha

O capitão mandou pendurar um painel de 10 metros por 2,5 no saguão do Palácio do Planalto. Chama-se “Brasil acima de tudo, Deus acima de todos” e faz seu gosto. Bolsonaro também quer privatizar a Petrobras. É seu direito defender a ideia, tomando as providências que a lei determina.

Não é seu direito, contudo, tratar o prédio onde trabalha como propriedade privada. Se o Instituto do Patrimônio Histórico não serve para proteger a arte do palácio presidencial, seria melhor fechá-lo.

PROPRIEDADE PRIVADA – Os palácios brasileiros passaram a ser tratados como propriedade privada há pouco tempo. Getulio Vargas pouco mexeu no Catete ou no Guanabara. No Alvorada de JK, a sala de jantar era iluminada por lâmpadas fluorescentes que arruinavam a maquiagem das senhoras.

No governo de FHC, colocou-se uma grande escultura de madeira no jardim do Alvorada. Com a chegada de Lula, a peça foi retirada e acabou num galpão. No lugar, entrou um canteiro de flores vermelhas com a forma da estrela do PT. No Planalto, Nosso Guia instalou um pequeno museu com peças de sua vida. Lula se foi, e com ele a estrela de flores e o museu.

ATOS CONSTRANGEDORES – O presidente americano Ronald Regan comparou o palácio da “Alvarado” ao QG de uma companhia de seguros. Bolsonaro já havia exposto no saguão do Planalto, onde pôs o painel, as roupas que ele e sua mulher Michelle usaram no dia da posse. Elas continuam lá, ao lado da pintura de 25 metros quadrados.

Essas manifestações de falso gosto histórico ou artístico são bregas e constrangedoras. Os museus brasileiros conservam peças que poderiam ser emprestadas ao Planalto. Aquelas paredes não são molduras de painéis de propaganda política.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG –
O Planalto tem um belo quadro de Djanira que estava no Salão Nobre, mas foi substituído no ano passado, porque seu título é “Orixás”, e o casal presidencial só admira obras evangélicas. Ou seja, a breguice dessa gente é uma arte, diria o genial Ataulfo Alves. (C.N.)

12 thoughts on “Painel de propaganda “Brasil acima de tudo” transforma o Planalto numa “casa da sogra”

  1. Este Coiso, além de retardado abobalhado, é muito barango também…
    KKKKK…
    Que situação !!!
    Xô mau olhado!
    Assombração!
    Credo !

  2. “O ECONOMISTA DE CHICAGO, A “VIDA DE BOSTON”, o Pânico, o presidente do Pânico, o Brasil dos me$mo$, será o conjunto da obra uma vingança da realidade copiando a ficção ? Será, Ceará, que, o Brasil da Vida de Boston do Pânico, com o presidente dos me$mo$, do Bolso-Pânico, do Bolso-MBL, do Bolso-Moro, do Bolso-Dias, do Bolso-Estadão, do Bolso-Folhão, do Bolso-Globão, Bolso-Dória, Bolso-Leite, Bolso-Marinho, Bolso-Centrão, Bolso-Heleno, Bolso-Mídia, Bolso-Príncipe, do Bolso-Crente e CIA, finalmente conseguiu emplacar no Brasil ? Pelo sim ou pelo não, o fato é que membros da patota das “rachadas”, “rachadinhas” e “rachadonas”, já compraram até mansão em Brasília, queimador de hamburguer em Nova York virou marajá, o economista dos esquemas dos me$mo$ é da escola de Chicago, esconde parte da sua fortuna em paraíso fiscal, sob a fachada de offshore, a patota inteira ama Dubai, mas o fato é que para o povo brasileiro a impressão é que ele$ estão dando mesmo é apenas uma vida parecida com a Vida de Boston, ficção cunhada pelo Pânico que, ao que parece, está ganhando contornos de realidade no Brasil, em muitos aspectos, inclusive como indicativo da decadência explícita da república. https://www.youtube.com/watch?v=NkxgFLtKJHs.”

  3. Questão de gosto não adianta muito se discutir. Uns gostam de macumba, outros não. Temos que respeitar as opiniões contrárias. Eu também mandaria retirar. E estou disposto a debater publicamente com o jornalista metido a sabido onde e quando ele quiser.

    • Patrimônio artístico nacional não é sujeito ao gosto dos governantes. O estado sendo laico, o presidente não pode mandar retirar um quadro de uma das maiores artistas brasileiras porque diz respeito a uma religião que não seja a dele.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *