Pandemia já voltou à China, que coloca 20 mil habitantes de zonas rurais em quarentena

Surto de covid-19 continua ameaçando província próxima a Pequim, na China |  Mundo | Valor Econômico

China divulga a primeira morte por covid em oito meses

Deu no Correio Braziliense
Agência France-Presse

A China colocou em quarentena em instalações do governo mais de 20 mil residentes rurais que vivem no epicentro do mais recente surto de coronavírus do país, enquanto anunciava, nesta sexta-feira (15/1), seu pior saldo diário da pandemia desde março de 2020.

Pequim havia conseguido controlar o vírus após adotar medidas rígidas, incluindo testes em massa e restrições de movimento. Nas últimas semanas, porém, os números voltaram a subir, especialmente no norte do país, levando a uma nova onda de confinamentos.

MEGACONFINAMENTO – A Comissão Nacional de Saúde informou, nesta sexta-feira, a ocorrência de 144 casos de covid-19, principalmente na província de Hebei, onde mais de 22 milhões de pessoas estão confinadas. Este é o mais alto número de infecções por dia desde março do ano passado.

O aumento parece ter sido causado pelas chamadas “infecções silenciosas”, ou casos assintomáticos, a maioria nas áreas rurais das periferias das cidades.

SEGREGAÇÃO – Mais de 20 mil moradores de aldeias no entorno de Shijiazhuang foram enviados, desde quarta-feira, para instalações do Estado, noticiou a emissora pública CCTV.

Os residentes ficaram alojados em hotéis, segundo a CCTV, com os membros da família separados em quartos diferentes.

E a China anunciou ontem (14/1) sua primeira morte de covid-19 em oito meses, coincidindo com a chegada de especialistas da Organização Mundial da Saúde (OMS) a Wuhan para investigar as origens da covid-19. Foi lá que o coronavírus apareceu pela primeira vez, no final de 2019.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Já escrevemos diversas vezes aqui na TI sobre a estranha facilidade com que a China teria controlado a pandemia, antes de ter vacinado toda a população. Duas jornalistas chinesas estão presas, porque estavam divulgando na internet que a pandemia não tinha sido contida. E agora o governo anuncia a primeira morte em oito meses, justamente quando chega a missão da OMS… Deve ser coincidência. Ou não, como diria Caetano Veloso. (C.N.)

6 thoughts on “Pandemia já voltou à China, que coloca 20 mil habitantes de zonas rurais em quarentena

    • Observe-se que o país esconde tudo que é negativo à Gestão Comunista.

      Outrossim, observe que a Bomba Biológica chinesa arrasou e arrasa o mundo sendo que, na China, seus efeitos tem sido controlados.

  1. A China é um país comunista.
    Isso implica que lá não existe nenhuma liberdade. Não tem partidos políticos ou seja não tem oposição. Não tem imprensa livre, logo só é divulgado o que o governo quiser.
    É como se fosse um imenso quartel. Ordem dada, ordem cumprida. Isto justifica a extrema rapidez e eficácia das decisões e ações tomadas por lá.

    • Fico espantado com a “ingenuidade ” da mídia esquerdopata, só porque a ditadura comunista chinesa disse que a pandemia estava ” sob controle ” saíram correndo para divulgar mais esta fake news. Nenhuma ditadura fala a verdade, ela não faz parte da ideologia do sistema.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *