O Homem do Ano chama-se simplesmente Francisco

Carlos Newton

Neste período que podemos considerar como uma Era da Contradição, em que a riqueza total insiste em conviver com a miséria absoluta na imensa maioria das nações, que ainda estão longe de alcançar a ansiada Justiça Social, o mundo estava precisando de alguém como Dom Jorge Mario Bergoglio.

Sua eleição para 266º Papa da Igreja Católica e atual chefe de estado do Vaticano, em 2013, foi uma surpresa. Ele começou seu pontificado exaltando a figura de São Francisco de Assis. Na escolha do nome, já estava sinalizando a obra que empreenderia. Logo depois, livrou-se da riqueza dos paramentos litúrgicos e das mordomias da Santa Sé. Criticou duramente a vaidade e o luxo cultivados por muitos altos sacerdotes e deu o exemplo, assumindo uma simplicidade de vida e de hábitos mais adequados à Cristandade. Ao invés de sapatos Prada de seda, via-se pela primeira vez um Papa usando modestos tênis e condenando os carros de luxo à disposição de bispos e cardeais.

Um ano depois, já se sabe que ele marcará sua presença na história da Cátedra de São Pedro como aquele que, depois da Encíclica Mater et Magistra, deu seguimento à reforma esboçada por João XXIII em 1961, com a idealização do marco decisivo da justiça social.

HOMOSSEXUAIS

A reforma delineada pelo Papa Francisco está demolindo tabus e revolucionando a Igreja numa velocidade impressionante. Em seu primeiro Sínodo, este ano, ele estendeu as mãos aos homossexuais, enfrentando o reacionarismo de cardeais conservadores.

“As pessoas homossexuais” – acentuou o documento preliminar do Sínodo – “têm dons e qualidades que podem oferecer à comunidade cristã; é preciso acolhê-las aceitando e valorizando sua orientação sexual.”

Como nosso grande amigo Pedro do Coutto assinalou aqui na Tribuna da Internet, no momento em que o Sínodo de 2014 recomendou inicialmente acolher os homossexuais, de forma indireta, porém automática, a Igreja liberou a prática de sexo independentemente do vínculo civil e religioso, demolindo também o preconceito quanto aos divorciados e, ainda de forma indireta, exaltando o amor como sentimento maior.

Ao mesmo tempo, o Papa Francisco deu ênfase a um combate tenaz e franco a um dos maiores problemas da Igreja Católica e de outras religiões, que vinha sendo encoberto através dos tempos – a prática da pedofilia por sacerdotes.

ECUMENISMO E POLÍTICA

Atuando em todas as frentes possíveis, nessa ciclópica tarefa de adaptar a Igreja aos tempos modernos e aproximá-la aos mais necessitados, o Sumo Sacerdote deu também largos passos em busca do ideal do Ecumenismo, através da defesa do respeito e da integração entre as diferentes religiões.

Um dos destaques foi seu recente encontro com o líder da Igreja Ortodoxa, patriarca Bartolomeu I, quando firmaram uma declaração conjunta pela reunificação das duas igrejas, a Católica e a Ortodoxa, separadas há mil anos. No último dia de sua visita à Turquia, Francisco esteve na catedral ortodoxa de Istambul, onde assegurou que a Igreja Católica não pretende impor nenhuma exigência à Igreja Ortodoxa no caminho da unidade entre as duas. O Papa disse que as duas igrejas já estão “no caminho rumo à plena comunhão”, indicando que há, na prática, “sinais eloquentes de uma unidade real”.

Simultaneamente, o Papa Francisco trabalhava na política mundial, tecendo o acordo histórico entre Estados Unidos e Cuba, ao intermediar as negociações para demolir o bloqueio imposto ao regime de Havana e reaproximar as duas nações.

LUTA INTERNA NO VATICANO

Em meio a tudo isso, Sua Santidade ainda trava uma luta terrível atrás dos muros do Vaticano, enfrentando os cardeais conservadores que se recusam a abandonar a vida de luxo e riquezas a que estão acostumados, e que sempre evitaram combater claramente a prática da pedofilia.

Nesta segunda-feira que antecedeu o Natal, o Papa Francisco, num discurso de severidade sem precedentes, condenou as rivalidades, as calúnias e as intrigas que afetam a Cúria. No pronunciamento anual aos membros do governo da Igreja, o Papa afirmou que, “como qualquer corpo humano”, a Cúria sofre de “infidelidades ao Evangelho” e de “doenças que precisa aprender a curar”, usando expressões fortes como “alzheimer espiritual”, “terrorismo do falatório”, “esquizofrenia existencial”, “exibicionismo mundano”, “narcisismo falso” e “rivalidades pela glória”.

“A cura é o fruto da tomada de consciência da doença”, sintetizou o Papa, pedindo que os bispos e cardeais se permitam que o Espírito Santo inspire suas ações, ao invés de confiar apenas em suas capacidades intelectuais.

Por tudo isso, não resta mais dúvidas de que o mundo estava mesmo precisando de alguém como Jorge Mario Bergoglio, uma Papa destinado a ser consagrado pela História da Humanidade.

###
PS – Peço desculpas aos comentaristas e leitores. Estava redigindo o artigo e tive de interromper, para que o técnico em informática Jorge Pinheiro fizesse uma limpeza no computador e instalasse um novo antivírus. Por engano, acabei postando o rascunho do texto do artigo, que ficou no ar durante mais de 30 minutos, me causando uma vergonha danada.

Desculpem a nossa falha, Feliz Natal a todos e vamos rezar para que o Papa Francisco viva ainda por muitos anos e nos ajude a suportar esta Era da Contradição, em que o mundo desgraçadamente está mergulhado.

35 thoughts on “O Homem do Ano chama-se simplesmente Francisco

  1. Concordo com o senso de orientação do Papa. Inclusive na visão de que é preciso aceitar a orientação sexual dos homossexuais.

    Discordo, entretanto, que além da aceitação a comunidade cristã passe a valorizar essa orientação sexual. De maneira alguma.

    O que tem de ser valorizado sempre é a unidade familiar dentro dos moldes naturais com papai e mamãe sendo aqueles do sexo oposto que se unem para constituir a unidade sagrada da família.

    O resto é patologia psíquica.

    • Prezado Ricardo Sales,

      Foi por isso que fiz questão de dizer que se tratava da “declaração inicial”, conforme toda a imprensa credenciada no Vaticano noticiou. No relatório final, prevaleceu a pressão dos cardeais conservadores, mas, para mim, o importante é a abertura propiciada pela posição do Papa e do clero mais avançado, digamos, que tenta tirar a Igreja da Idade Média.

      Feliz Natal, amigo, para toda a família, especialmente o Márcio Lordelo.

      CN

  2. meu amigo
    vc é otimo
    obrigado por fazer esse site maravilhoso
    feliz natal e prospero ano novo
    qdo melhorar vou contribuir ok
    mas muito obrigado
    eu leio muito
    e no momento to achando o seu o melhor
    parabens

  3. Até o discurso na Curia romana, achava esse papa apenas mais um demagogo, mas depois do verdadeiro “passa moleque” começo a pensar que alguém finalmente vá fazer alguma mudança nessa igreja que não tem nada a ver com o que Cristo pregava. Aguardo, entretanto, o fechamento do mafioso banco do Vaticano.

  4. Parabéns Carlos Newton, embora eu não seja religioso, concordo que o papa Francisco é o homem do ano. Se os padres pudessem se casar como na Igreja
    Católica Ortodoxa, muitos males seriam evitados. O padre é um ser humano
    normal como qualquer um.

  5. Excelente texto , meu caro CN.
    Realmente o Papa caminha para ser uma personalidade mundial a ser lembrado por gerações a gerações.
    Faço, no entanto, as restrições expostas pelo nosso amigo Wagner Pires.
    Um feliz Natal a todos comentaristas e articulistas deste blog incomparável !

  6. Newtão,sobrevivemos!!!
    Que trabalho,que dedicação,que paciência e quanta fraternidade vc dedicou aos seguidores deste Blog. Somente um abnegado,seguiria em frente,ultrapassando,todos obstáculos, que surgiram combatendo o bom combate. Nós,daqui da trincheira,observamos nosso Comandante Newton,dar exemplos de como é ser um JORNALISTA das antigas (sem ofensa,por favor),mantendo este excelente Blog, ativo e independente.
    FELIZ NATAL,NEWTON !
    FELIZ NATAL,PRA TODA A CAMBADA DO “NOSSA” TRIBUNA DA INTERNET!

    PS: Gosto muito de usar a frase do Fagner: “Morto e amordaçado,volto a incomodar!”

  7. CN, parabéns ! o artigo está muito bom… mas eu me lembrei do genial Millor Fernandes, quando no antigo Pasquim criou “O Homem sem Visão do ano”. Ora, se merecidamente o papa Francisco é o Homem de Visão do Ano… quem será o Homem Sem Visão do Ano? Podemos votar até a semana que vem…

  8. Ricardo Sales, meu caro,
    Alguns comentaristas são fundamentais à manutenção de um blog com esta representatividade que tem a Tribuna da Internet.
    Simplesmente, tu és um deles!
    Eu sou apenas colaborador, razão pela qual não me deves desculpas, que não as aceito, portanto, diante que estou de um homem educado, exímio nas palavras, culto, inteligente, que enaltece sobremaneira este espaço democrático.
    Não teres me colocado na lista, claro que foi esquecimento, da mesma forma que agi com o Welinton, ao não lembrá-lo, apenas um lapso de memória.
    Mais aproveitei para fazer uma pequena brincadeira contigo.
    Um forte e caloroso abraço, meu caro Sales.

  9. Paulo Barão.
    Entendemos perfeitamente quando você diz CAMBADA.
    Ou seja : ”CAMBADA”.Traduzindo: VERDADEIROS CAMPEÕES.
    Time forte. SELEÇÃO, com um grande técnico : CARLOS NEWTON.
    Bom Natal a todos, todos, com as bênçãos de Deus
    Feliz e venturoso 2015, com realizações positivas.

  10. Aproxima-se o Natal.
    Em hmenagem aos meus amigos que tanto admiro e reverencio, que tanto me ensinaram, resgato um poema de muito sucesso ao final da década de setenta:

    DESIDERATA

    Max Ehrmann*

    Viva tranqüilamente, por entre a pressa e os ruídos, e lembre-se de quanta paz há no silêncio. Tanto quanto possível, sem se render, esteja em bons termos com as pessoas.
    Diga sua verdade calma e claramente, e ouça os outros, mesmo os mais medíocres e ignorantes – eles também têm a sua história.
    Evite as pessoas espalhafatosas e agressivas, pois essas são um insulto ao espírito. Não se compare com os outros, para não se tornar vaidoso ou amargo, e saiba: sempre haverá pessoas melhores e piores que você. Desfrute tanto de suas realizações quanto de seus planos.

    Cultive seu trabalho, mesmo que ele seja humilde; esse é um bem real, frente às variações da sorte. Seja cauteloso em seus negócios, pois o mundo é cheio de armadilhas. Mas não deixe que isso o torne cego para a virtude, que está sempre presente; muitas pessoas lutam por ideais nobres e, por toda a parte, a vida é sempre exemplo de heroísmo.

    Seja sempre você mesmo. E sobretudo nunca finja afeição. Nem seja cínico em relação ao amor, pois, apesar de toda a aridez e desencanto, ele é tão perene quanto a relva.

    Aceite serenamente os ensinamentos do passar dos anos, renunciando suavemente àquilo que pertence à juventude. Fortaleça seu espírito para que ele possa protegê-lo diante de uma súbita infelicidade. Não antecipe sofrimentos pois muitos temores são apenas fruto do cansaço e da solidão. Mesmo seguindo uma disciplina rigorosa, seja leniente consigo.

    Você é filho do Universo, tanto quanto as árvores e as estrelas; e tem o direito de estar aqui. E mesmo que isso não seja muito claro para você, não tenha dúvida de que o Universo segue na direção certa.

    Portanto, esteja em paz com DEUS, não importa a maneira como você O concebe, e sejam quais forem as suas lutas e aspirações, na terrível confusão que é a vida, fique em paz com sua alma.

    Pois, apesar de toda a falsidade e sonhos desfeitos, este ainda é um lindo mundo. Seja cauteloso. Lute para ser feliz.

    (* Max Ehrmann, poeta e advogado escreveu este texto em 1927. )

    UM PAPAI NOEL DO MEU TAMANHO PARA TODOS!!!

    • Complemento:

      Eis o perigo das listas, esquecer alguém importante.
      JOSÉ CAMILO – Muriaé, MG, um dos nomes excelentes à disposição do Mediador para esta tarefa tão nobre.
      E meu perdão aos que esqueci, pois a minha mente anda emperrada pelo tempo que eu a exploro e, volta e meia, ela se vinga de mim, impedindo que eu me lembre de pessoas incomparáveis e imprescindíveis.

  11. Bendi, Bendi.
    Tenho a Desiderata , de Max Herman, com a denominação de ”SERENIDADE”.
    Trago-a no bolso, há mais de 30 anos , e , sempre mostro e leio para para os
    amigos. Maravilha.
    Abraços.

  12. à todos os amigos da nossa Tribuna da Internet
    Carlos newton, equipe e colaboradores

    Paz e saúde.
    Uma oração para um(a) amigo(a) do coração
    As palavras, por vezes, não conseguem traduzir tudo aquilo que gostaríamos de dizer às pessoas que nos são importantes.
    Neste momento de reflexão e avaliação, não poderia esquecer de nenhum de vocês!
    Que Deus te proteja em todos os momentos e que ilumine teu caminho, a cada passo dado e por todos os dias da vida.
    Um abraço fraterno.
    Antonio Fallavena

    • Belíssima oração, Fallavena.

      Agradeço ao Bendl por ter te trazido ao nosso convívio.

      Vamos em frente, amigo. Paz e saúde a todos vocês aí do Sul Maravilha que eu tanto amo.

      Abs.

      CN

  13. Acreditem, se quiserem:

    Habemus Papam. Será o que o mundo espera? O que a Igreja precisa? E o que um bilhão e 200 milhões de católicos, angustiados, esperam, pedem ou pediam a Deus?
    quarta-feira, 13 de março de 2013
    Todos aqueles que acreditam em superstição, apesar de serem fiéis e devotos a Deus, verão algum significado no fato do novo papa ter sido num dia 13 e no ano também 13? É possível, a Humanidade é indecifrável, indefinível, indescritível.

    Importante mesmo, como o planeta é habitado por 7 bilhões e 200 milhões de pessoas, e os católicos somam 1 bilhão e 200 milhões, de cada seis dessas pessoas, uma é católica. De todas as religiões do mundo, qual a que pode apresentar esses números? E isso depois da Igreja, pelo próprio demérito e incompetência, ter perdido 1 bilhão de fieis.

    De qualquer maneira, tudo isso perde importância diante do Papa escolhido, do nome proferido, do continente favorecido. Precisamente às 16h13 no Brasil, 20h13 na Itália, veio a grande surpresa. O cardeal francês Lauran anunciava o novo Papa Jorge Mario Bergoglio.

    Não apenas surpresa, mas decepção e frustração em todos os sentidos. É a primeira vez que um Papa vem da América do Sul, e mais grave e até alarmante, da Argentina. Feita uma seleção de 41 cardeais que estavam na Capela Sistina, esse argentino não foi citado nem incluído

    FALTA DE TÍTULOS E MÉRITOS

    Suas credenciais se perdem na falta de títulos e de méritos. Nenhum dos maiores especialistas consegue explicar a razão da sua escolha. O que alguns especulam é que o quase favoritismo do brasileiro Odilo Scherer teria gestado, no escuro, esse cardeal desconhecido. Teria sido uma nomeação política, antibrasileira.

    Outra explicação para a segunda (e naturalmente a última) derrota do cardeal de Milão: falavam que na primeira reunião com a Capela Sistina fechada, o cardeal Scola teria 47 votos. Também essa possível votação está servindo para explicar a rapidez da escolha, logo no segundo dia do conclave.

    Pelo seu passado, o cardeal Bergoglio não é nem será, de maneira alguma, o Papa que a Igreja precisa, e que um bilhão e 200 milhões de católicos esperavam. Até no nome como será identificado, simplesmente Francisco, surge a visível presença da mediocridade.

    Enquanto os 115 cardeais iam chegando a Roma, conversava-se muito sobre as qualidades que se esperava do novo Papa. Inicialmente, um expoente intelectual, como era indiscutivelmente o Papa Bento XVI. Mas as semelhanças terminavam aí. Com a Igreja praticamente falida, pretendia-se um Papa múltiplo ou que pudesse multiplicar os Poderes, ao mesmo tempo dividindo-os, mesmo que não oficialmente, com outros.

    BANCO DO VATICANO

    Esperava-se um grande administrador, uma espécie de presidente ou primeiro-ministro. O Vaticano pertence à Santa Sé, um Estado ou um País. O cardeal Jorge Mario Bergoglio não tem nenhuma experiência no trato do mais grave e assustador problema: o Banco do Vaticano.

    As autoridades romanas várias vezes chamaram a atenção de autoridades do Vaticano, para os escândalos que dominavam o banco. E isso vem de longos anos. Até mesmo no filme “O Poderoso Chefão”, o terceiro é dominado pela corrupção do Banco do Vaticano. E isso não era segredo nem fato sigiloso, que tudo era baseado na mais pura realidade.

    Segundo se sabia em Roma (denúncia passada ao Vaticano), esse banco era o caminho mais curto e mais eficiente para lavagem de dinheiro. A corrupção dominava o Banco do Vaticano e muitas fortunas foram feitas através dele, enriquecendo religiosos e simples civis.

    ###

    PS – Nas diversas vezes em que Francisco apareceu na sacada, com câmeras e holofotes em cima dele, o que se viu não foi de jeito algum o Papa esperado.

    PS2 – Quem apareceu para os que estavam pessoalmente na Praça de São Pedro e nos milhões que esperavam no mundo inteiro, foi um homem supernormal.

    PS3 – Sem charme, sem carisma, sem espírito de liderança, era a imagem completa do contrário que a Igreja esperava.

    PS4 – Se a decepção e a frustração de agora se materializar, a Igreja se aprofundará na crise. Francisco (nome que ele mesmo escolheu) terá que se superar de uma forma que, ontem, ninguém percebeu.

    PS5 – Os raros que se afligem, mas fingem gostar da escolha, dizem que Jorge Mario Bergoglio é conservador. Ele não é conservador e sim reacionário, elevado ao quadrado.

    por Helio Fernandes (Tribuna da Imprensa)

    À época, mandei na lata : “Por que o senhor não pede para apreciarem seu voto ?”

  14. Prezado Srs. RICARDO SALES e seu filho MÁRCIO LORDELO, Especialistas em NET, que muito ajudam o TI onLine em suas crise de ataques de Hackers, Sr. FRANCISCO BENDL, por lembrarem de meu nome.
    Feliz Natal e Ano Novo a Direção, Jornalistas, Comentaristas e especialmente os Leitores do nosso bom TRIBUNA DA INTERNET onLine, extensivo as Vossas Excelentíssimas FAMÍLIAS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *