Para entrar em concorrências, empreiteiras terão de delatar

Jorge Hage: “Terão de contar tudo…”

Julio Wiziack
Folha

As empreiteiras pegas na Operação Lava Jato terão de ressarcir a Petrobras pelos danos causados, refazer contratos superfaturados, entregar os nomes de quem recebeu e pagou propina, e ainda mostrar como funcionava o esquema dentro da estatal.

Só assim poderão fechar acordos de delação com a CGU (Controladoria Geral da União) e escapar da punição de ficarem impedidas de fazer negócios com o governo daqui para a frente. É o que disse à Folha o ministro-chefe da CGU Jorge Hage. “Isso é inafastável. Não há como celebrar acordo sem que haja compensação.”

Hage não citou os nomes das empreiteiras que já procuraram a CGU, mas afirmou que há “farto material” para que os processos sejam abertos. “Estamos concluindo a análise dos documentos obtidos pela Justiça no Paraná”, disse. “Já temos elementos suficientes para a abertura dos processos.”

Nove empreiteiras são alvo da investigação da Polícia Federal: Camargo Corrêa, OAS, UTC, Odebrecht, Mendes Júnior, Engevix, Queiroz Galvão, Iesa e Galvão Engenharia. A suspeita é que elas pagaram propina a executivos da Petrobras para conseguir contratos. Parte do dinheiro foi desviado para companhas do PT, PMDB e PP.

FORA DAS CONCORRÊNCIAS

Caso sejam condenadas em um processo da CGU, as construtoras envolvidas ficariam inabilitadas para qualquer tipo de negócio com o setor público. Por isso, ainda segundo Hage, elas têm interesse em se antecipar.

Os processos serão abertos sem que a CGU tenha acesso às delações premiadas que já ocorreram. “Já solicitei duas vezes ao Janot [Rodrigo Janot, procurador-geral da República]. Mas ele respondeu que a lei só permite compartilhar esse material após a apresentação da denúncia. Ou seja, vai demorar muito. Não temos como esperar.”

“Onde houve, comprovadamente, sobrepreço –ou seja, aquela gordura que é a base para propina– a repactuação dos contratos para redução de preço é indispensável”, disse o ministro.

Hage afastou a hipótese do órgão público instaurar processo administrativo contra a Petrobras. “Entendo que a estatal é vítima dessa história, tanto de agentes corruptores –empresas e pessoas físicas– como de agentes públicos que se deixaram corromper”, disse.

DELAÇÃO GERAL…

As empreiteiras que aceitarem fazer o acordo com a CGU terão de entregar quem recebeu e pagou propina, além do funcionamento do esquema. As informações poderão ser compartilhadas com o Ministério Público.

Até agora, seis funcionários e diretores da Petrobras foram processados pela CGU com base nas negociações com a holandesa SBM Offshore, que aluga plataformas à estatal. “Caminhamos para fechar o acordo”, disse Hage.

Ainda segundo o ministro, existem em curso uma sindicância patrimonial e uma dezena de procedimentos investigativos –que antecedem a abertura de um processo na CGU.

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) também conduz um processo de delação com o grupo Setal. A legislação, neste caso, só permite que uma empresa seja beneficiada. Mas nada impede que outra companhia feche acordo antes da Setal no Cade.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOGOs empreiteiros não têm saída, terão de encarar a delação premiada. Dois dirigentes da Camargo Corrêa, que falsificaram contratos e não deram depoimento, precisam trocar imediatamente de advogados. Um dos vice-presidentes da empreiteira não entrou nessa e já está se oferecendo para fazer delação premiada. Os outros dois terão de vir atrás ou mofarão na Papuda com Marcos Valério. (C.N.)

 

8 thoughts on “Para entrar em concorrências, empreiteiras terão de delatar

  1. Sei que o assunto nao tem nada haver, mas depois de hoje, estamos aguardando definitivamente o REBAIXAMENTO do timinho do IBOPE/Sveiters de plantão..
    Um dos timinhos do Rio mais ajudado em todos os tempos, fora, timinho da petrobrás, timinho da unimed, e o timinho do eu-rico corruptola.
    Mas nada como um dia após o outro, e assim cada um vai caindo ao seu tempo, pagando por todos os crimes cometidos por seus corruptolas corruptos ladrões..
    O que vai fazer o “dono” do IBOPE para salvar seu timinho de tantas dívidas com o fisco , fornecedores, funciopnarios, jogadores, técnicos e demais despesas do clube
    Levou o Engenhão de “graça” e nem as despesas do Estádio os felas queriam arcar., e deu no que deu.
    Lamentamos ´só o fato do timinho do IBOPE ainda não visitou a TERCEIRONA e QUARTA DIVISÂO do Campeonatozinho dos Filhos do Marinho,
    Ai, sim, estará completa nossa VINGANÇA…..
    eh!eh!eh!eh

  2. A situação do Botafogo piora a cada rodada. A equipe foi derrotada nesta quarta-feira por 1 a 0 pelo Figueirense, em São Januário, e ficou muito próximo do rebaixamento.

    Isso porque o Alvinegro tem 33 pontos e pode ficar com uma diferença de até sete pontos para o primeiro time fora da zona de rebaixamento a três rodadas do fim do Campeonato Brasileiro.

    O Botafogo até teve boa oportunidade de vencer a partida, mas viu Jobson, seu principal atacante, desperdiçar pênalti no início do segundo tempo. Ele chutou parte do campo e a bola foi por cima do gol catarinense.

    Logo em seguida foi a vez do Figueirense abrir o placar com França. Com o resultado, o Figueirense da importante passo para se livrar do rebaixamento, já que chegou aos 43 pontos.

  3. De uma certa forma temos que saudar a tal delação premiada, só assim pode-se chegar a nomes que até então ficavam no anonimato. Serve também para trazer a baila o comprometimento de políticos que se faziam de inocente e usavam e abusavam destas empresas.

    PSDB envolvido
    A prisão de empreiteiros, durante a sétima fase da Operação Lava Jato, na última sexta-feira, elevou a temperatura dos discursos da oposição, com discursos impositivos de Aécio Neves e seus liderados.
    – Tem muita gente sem dormir em Brasília – chegou a afirmar o senador mineiro, derrotado nas urnas pela presidenta Dilma.
    A falação, porém, esconde o fato que, das nove empreiteiras alvo dos federais, seis financiaram sua campanha para presidente em um montante não inferior a R$ 20 milhões. A situação dos oposicionistas fica ainda mais delicada no momento em que, segundo Rodrigo Janot, a prisão de executivos e presidentes de grandes empreiteiras do país faça com que muitos dos detidos busquem o instituto da delação premiada para tentar reduzir o tamanho de suas penas.
    Tribuna da Imprensa

  4. Que maravilha, roubam descaradamente, fazem um acordo e tudo continua como antes.

    To pensando em assaltar um banco. Vai ser moleza, se me pegarem, devolvo o dinheiro, faço um acordo e vou pra casa.

    CAMBADA DE PILANTRAS…….

  5. David, você roubar um banco sozinho é uma coisa, mas, se você faz parte de uma quadrilha, rouba um banco e os “cabeças”, aqueles que ficam com a grande parte do dinheiro e que nunca vão presos, conseguirem tirarem o corpo fora, ficar você como bode expiatório e se a delação premiada te oferece regalias para ajudar a colocar na cadeia os chefões da quadrilha, eu acho que é pensável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *