Para ganhar um feliz Ano Novo, você tem de merecê-lo, explica Carlos Drummond de Andrade

Ser feliz sem motivo é a mais autêntica forma de felicidade.... Frase de Carlos Drummond de Andrade. | Palavras legais, Frases inspiracionais, Mensagens reflexivasPaulo Peres
Poemas & Canções

O bacharel em farmácia, funcionário público, escritor e poeta mineiro Carlos Drummond de Andrade (1902-1987) é um dos mestres da poesia brasileira. O significado principal do poema “Receita de Ano Novo” está em olhar para dentro de si mesmo e sentir-se, realmente, apto para ganhar uma belíssima passagem de ano.

RECEITA DE ANO NOVO
Carlos Drummond de Andrade

Para você ganhar belíssimo Ano Novo
cor do arco-íris, ou da cor da sua paz,
Ano Novo sem comparação com todo o tempo já vivido
(mal vivido talvez ou sem sentido)
para você ganhar um ano
não apenas pintado de novo, remendado às carreiras,
mas novo nas sementinhas do vir-a-ser;
novo até no coração das coisas menos percebidas
(a começar pelo seu interior)
novo, espontâneo, que de tão perfeito nem se nota,
mas com ele se come, se passeia,
se ama, se compreende, se trabalha,
você não precisa beber champanha ou qualquer outra birita,
não precisa expedir nem receber mensagens
(planta recebe mensagens?
passa telegramas?)

Não precisa
fazer lista de boas intenções
para arquivá-las na gaveta.
Não precisa chorar arrependido
pelas besteiras consumadas
nem parvamente acreditar
que por decreto de esperança
a partir de janeiro as coisas mudem
e seja tudo claridade, recompensa,
justiça entre os homens e as nações,
liberdade com cheiro e gosto de pão matinal,
direitos respeitados, começando
pelo direito augusto de viver.

Para ganhar um Ano Novo
que mereça este nome,
você, meu caro, tem de merecê-lo,
tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil,
mas tente, experimente, consciente.
É dentro de você que o Ano Novo
cochila e espera desde sempre.

5 thoughts on “Para ganhar um feliz Ano Novo, você tem de merecê-lo, explica Carlos Drummond de Andrade

  1. A primeira mudança está em si mesmo.
    Drumond fala de coisas simples, que não notamos, pois se foca em coisas complicadas, que nos fazem sofrer.
    Quantas lições o mestre da poesia legou para sua gente. Vamos aproveitar, que é de graça.

  2. Muito difícil um novo ano com o dirigente que temos. Seria maravilhoso se ele não existisse. De qualquer maneira, tudo de bom às pessoas de boa vontade desse sofrido país. Esperança só para aqueles que realmente creem em DEUS e têm fé de que ELE terá piedade de nós.

  3. Sempre, qualquer mudança, inicia na própria pessoa.

    Mas não basta, atualmente, que cada um de nós faça a sua parte, pois somos dirigidos pelos poderes constituídos.

    Por mais que lutemos para merecer uma vida melhor, existe do lado dos poderosos uma capacidade muito maior de impedir que atinjamos nossos objetivos.

  4. Não sei não, meu grande poeta. Lembre-se que no caminho há muitas pedras… E o belo horizonte dos nossos sonhos, se posta por trás de mares, colinas e altos montes – e até em Minas!, mas nunca o encontramos em um planalto.

Deixe uma resposta para Rue des Sablons Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *