Para justificar ofensas de Olavo a militares, Bolsonaro cita a liberdade de expressão 

O presidente Jair Bolsonaro Foto: Daniel Marenco / Agência O Globo

Pressionado pelos militares, Bolsonaro procura uma “saída honrosa”

Gustavo Maia, Jussara Soares e Renata Mariz
O Globo

O presidente Jair Bolsonaro evocou a liberdade de expressão e disse que não reclama quando recebe “críticas muito graves” ao comentar os ataques feitos pelo ideólogo de direita Olavo de Carvalho a militares que integram o seu governo, nesta terça-feira. “O Olavo é dono do seu nariz, como eu sou do meu e você é do seu. Liberdade de expressão… Eu recebo críticas muito graves e não reclamo” – declarou o presidente a jornalistas, ao fim da cerimônia de assinatura de decreto da nova regulamentação do uso de armas e munições.

“O pessoal fala muito em engolir sapos. Eu engulo sapo pela fosseta lacrimal e tô quieto aqui, tá ok?” – complementou Bolsonaro.

ÍCONE E ÍDOLO – Pela manhã, o presidente divulgou uma mensagem em suas redes sociais exaltando o ideólogo de direita, a quem classificou como ícone e ídolo e disse continuar admirando. Ele concluiu o texto afirmando esperar que a série de “desentendimentos” públicos do escritor contra militares “seja uma página virada por ambas as partes”, ressaltando que deve a eles sua formação e admiração.

No início da tarde, ele almoçou com o ministro da Defesa, Fernando Azevedo, e comandantes das Forças Armadas no Quartel-General do Exército, em Brasília.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Bolsonaro encontrou uma bela saída, ao defender a liberdade de expressão e dizer que não reclama quando é atacado. Acontece que o problema não é bem este, a questão se refere ao fato de que ele, na condição de presidente da República, tenha vindo a público defender um cidadão totalmente desclassificado, que usa palavrões e linguagem chula para ofender pessoas honradas que trabalham pela nação. Apenas isso. (C.N.)

25 thoughts on “Para justificar ofensas de Olavo a militares, Bolsonaro cita a liberdade de expressão 

  1. Tá certo Bolsonaro. Todo brasileiro tem o direito à opinião e ponto final.

    Quem não é a favor da democracia como a esquerdinha, que se mostra desavergonhadamente transtornada pela sua derrota nas eleições, , acha que pode aproveitar da polêmica entre um jornalista crítico que é o Olavo com alguns funcionários do governo Bolsonaro, para tentar com isso conseguir alguma vantagem na sua sanha para sabotar o atual governo.

    Ora, no futebol quando vc acha que um jogador do seu time tá prejudicando-o, vc fica calado?
    Na política é mesma coisa.

    No Brasil, com o domínio total da esquerda durante mais de 20 anos, desacostumou-se a essas coisas, que são normais em qualquer país democrático como nos EUA, por exemplo.
    Que país.

  2. “Acontece que o problema não é bem este, a questão se refere ao fato de que ele, na condição de presidente da República, tenha vindo a público defender um cidadão totalmente desclassificado, que usa palavrões e linguagem chula para ofender pessoas honradas que trabalham pela nação. Apenas isso.”

    Então Bolsonaro deve censurar Olavo?

    Quem estiver incomodado, não leia o que Olavo fala.

    As falas de Olavo tem incomodado as melancias.

  3. Se isso não é ofensa ao povo e a liberdade de expressão, o que será, quando o Gen. Santos Cruz diz que se tem que regular as redes sociais.

    Ora Gen. , se vc está onde está é por causa das redes e agora vem com essa de “disciplinar” as redes?

    Quem tem que ser disciplinado é você, que é um funcionário público, pago com o nosso dinheiro.
    Vá ler a constituição antes de abrir a boca.

    FATO!!!!!!

  4. Não dá pra utilizar o adjetivo HONRADAS.
    É uma forçação de barra incrível da nota da redação.
    Quem assina embaixo?
    Alguém arrisca?
    Acho que não… rsrs
    Querem ver o mar pegar fogo pra comer peixe frito!
    Simples assim.
    Com todo respeito.
    Atenciosamente.

  5. Tudo gente fina esses bozomínimos!

    Sirvam a labosta com vidro tinto a todos….

    Um grupelho de jecas, finissimos, suditos do imperador ignorante….

    2 novos ministérios, milhões de balas a mais circulando, NADA de cuidar dos verdadeiros problemas brasileiros, um esclerosado rabugento dando as regras da Virginia…

    Uau! Gente fina que se supera a cada dia….

  6. Realmente, caro CN, com esse elogio ao pornofilófoso (a “MárciaTiburi” da direita) Bolsonaro deixa claro que ele próprio alimenta a baixaria. Enquanto isso, a corruptocracia impõe mais uma derrota ao governo, recriando ministérios para serem entregues às ratazanas. O pior é que o próprio Bolsonaro concordou com a mutreta. Cadê o PR que ia peitar os ladrões? Cadê os parlamentares eleitos na onda do Bolsonaro? Cadê as redes sociais que apoiam o Presidente? Cadê os militares com funções no governo?
    Para alegria dos corruptos … estão se agredindo.

    • Astrólogo do balacobaco, que está surrando o militarismo politiqueiro, aquele desviado das suas funções constitucionais e imiscuído na politicalha do sistema podre, como nunca antes ninguém teve coragem de fazê-lo neste país, diga-se de passagem. Diferente do Lula, que sentou no colo dos mesmos, que o colocaram no xilindró.

      • Militarismo esse, aliás, sócio-proprietário da dita-cuja 171 que tb tem muita culpa no cartório da história sujíssima deste país. Não estão acima de qualquer suspeita não. Ficam só na moita e só se levantam na hora de dar o bote no butim, e por o peito para receber medalhas como “salvadores da pátria”. Pare, este país tem que ser passado a limpo, e a hora é agora.

  7. “…um cidadão totalmente desclassificado, que usa palavrões e linguagem chula para ofender pessoas honradas que trabalham pela nação. Apenas isso. (C.N.)” “Pessoas honradas, que trabalham pela nação” ? Vc pode citar alguns nomes, por favor. Até aqui, tenho visto apenas pessoas que mamam a nação. Mas isso pode ser deformação profissional da visão. Não sei não, se ser um acumulador de soldos, aposentadorias e salários fantásticos, pensões vitalícias para filhas ” solteiras”, tratamento previdenciário acima dos simples mortais, entre muitas outras mordomias, privilégios e vantagens pessoais é trabalhar para a nação. Qual nação ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *