Para onde vão 321 mil carros por mês? Dados da poderosa indústria automobilística, e portanto não podem ser refutados ou desmentidos.

Helio Fernandes

1 – Em outubro foram fabricados 321 mil automóveis, “80 mil, exportados”. 2 – Em novembro, fabricamos 321 mil carros, “65 mil, exportados”. Sem falar na “coincidência” da produção ser rigorosamente igual, perguntas precisam ser colocadas.

Em outubro, depois da exportação, 241 mil carros ficaram no Brasil. Em novembro, também depois de consumada a fase da exportação, sobraram no pátio 256 mil carros.

Perguntinha inútil, ingênua, inócua, que ninguém irá responder: quem comprará esses carros? É a própria indústria que informa: “O CARRO POPULAR MAIS BARATO CUSTA 32 MIL REAIS”.

***

PS – Antigamente, ninguém financiava nada, a não ser com GARANTIA IMOBILIÁRIA. Quando bancos, financeiras, seguradoras e até a “indústria” descobriram que o carro dado como penhor, poderia ser retomado na hora, maravilha.

PS2 – Surgiram então os faturamentos em até 72 prestações, com a IGNOMÍNIA, a MENTIRA e o SILÊNCIO do CONAR: “SEM JUROS”. OS lucros já estão embutidos e calculados. Que República.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *