Parlamentares governistas e de oposição repercutem discurso de Bolsonaro na ONU

Renato Vasconcelos
Estadão

O discurso do presidente Jair Bolsonaro na 75ª Assembleia-Geral das Nações Unidas repercutiu entre a classe política brasileira. Parlamentares governistas e de oposição vieram a público comentar pontos abordados pelo presidente, como a questão dos incêndios florestais na Amazônia e no Pantanal.

Governistas viram na fala do presidente uma defesa consistente sobre as questões ambiental e da soberania nacional. O líder do governo na Câmara, Ricardo Barros, assistiu ao discurso junto ao presidente e foi às redes sociais parabenizá-lo pelo desempenho. “Discurso impecável do presidente, esclarecendo posições de governo com ênfase no meio ambiente”, escreveu Barros.

MINIMIZAÇÃO DOS INCÊNDIOS – Parlamentares de diversos partidos da oposição questionaram a veracidade dos fatos apresentados pelo presidente nas Nações Unidas, principalmente a minimização dos incêndios florestais na Amazônia e o valor pago como auxílio emergencial – Bolsonaro afirmou que, somadas, as parcelas do auxílio emergencial pago no Brasil durante a pandemia somam aproximadamente US$ 1.000,00, o que na cotação atual equivale a R$ 5.481,20.

Líder da oposição no Senado, Randolfe Rodrigues (REDE-AP) questionou o ponto. “Alguém sabe me dizer qual o brasileiro que recebeu esse auxílio emergencial de US$ 1.000,00 que Bolsonaro falou na ONU?”.

Rodrigues ainda afirmou que o presidente mentiu ao afirmar que adota uma política de tolerância zero em relação às queimadas e que o STF tirou a responsabilidade da União de combater a pandemia, lembrando que Bolsonaro reduziu o orçamento e o número de fiscais do Ibama e que a decisão da Justiça apenas dividiu responsabilidades entre Estados, municípios e União.

“MENTIROSO” – O deputado federal André Figueiredo (PDT-CE), líder da oposição na Câmara, chamou o presidente de mentiroso. “Bolsonaro foi à Assembleia-Geral da ONU para mentir. Será demolido pela imprensa internacional e brasileira.”

Outro a apontar mentiras no pronunciamento do presidente foi o líder do PSB na Câmara, Alessandro Molon (RJ). O deputado afirmou que não há campanha de desinformação sobre Amazônia e Pantanal, mas sim uma ação sistemática do governo para reduzir fiscalização, ameaçar fiscais e estimular atividades ilegais. Molon também apontou inconsistências sobre o auxílio prestado aos povos indígenas.

17 thoughts on “Parlamentares governistas e de oposição repercutem discurso de Bolsonaro na ONU

  1. INCENDIOS NO PANTANAL
    (Fonte da notícia: Cláudio Humberto em 22/9/2020)

    VISTAS GROSSAS

    Curiosamente, o recorde de focos de incêndio na região era de 2005, na era Lula, mas o governo petista jamais foi denominado de “incendiário”. (*)

    (*) A ministra do Meio Ambiente era Marina Silva que tomou posse em 01 de janeiro de 2003 e saiu em 15 de maio de 2008. Nomeada pelo beato Lula da Silva.

    Uma inocente observação: por ironia do destino, Marina Silva nasceu no no Seringal Bagaço, no Acre, em 8 de fevereiro de 1958.

  2. Os elogios do seu Ricardo Barros ao pres Bobonaro me lembraram minha maezinha e minha avó: Mesmo diante das maiores idiotices de minha autoria elas batiam palmas e me achavam um gênio.
    Mas a realidade é que o Bobonaro foi infeliz até na clareza (por momentos cheguei a achar que ele tinha lingua presa). Isso tudo passa e, pra ser sincero, seu discurso já é tido como um fato esquecido.

    • Aos 7 ou 8 anos de idade um dos meus primos, praticamente todos contemporâneos, era tido por minha avó como um gênio da ciência, ao queimar tudo que via pela frente.

      Bolsonaro é tb um gênio da ciência. Queima tudo que vê – ou imagina que vê – pela frente. Apenas mais um infantil incendiário.

  3. O que não vamos esquecer e precisamos nos preocupar é a tal compra do satélite de 350 milhões. Se os militares comprarem o tal satélite pra detectar as queimadas, é bom que ele venha equipado com software que detecte os focos de incêndio, emita relatórios com diretrizes a serem seguidas, e seja capaz de funcionar sem enormes equipes de profissionais altamente remunerados.
    Certamente haverá atenção das autoridades para evitar rachadinhas nas equipes especializadas.

  4. Não existe mais o que vomitar: o presidente é raso, fútil e quase inútil. Já a oposição, vai falar o que? Muitos deveriam ficar calados, só respirando. Jamais tivermos um governo tão bagunçado e uma oposição tão sem nexo, sem valores, sem vergonha na cara!
    E temos de aturar e pagar para esta gentinha toda!
    Já passou da hora do povinho criar juízo, entender alguma coisa e botar vergonha na cara!
    Fallavena

    • Prezado conterrâneo (espero sejas colorado, mas se não for, vá lá…rsrs). O povinho, Fallavena, somos nós.

      O Bozó é – apenas – mais uma fake news produzida pela matrix. Somos as cobaias. As informações que chegam na massa de eleitores dirige a eleição. Matrix e Bozó, o inútil espertalhão – sabem disso.

      Terra brasilis é inviável em todos os sentidos. Abração.

      • ricardo miguel
        Puxa, eu com tanto pepino para descascar e ainda seria colorado! Já não tenho mais tempo e paciência para sofrer com o futebol. Sou azul, mas respeito a desgraça de todos!
        Só não faço parte do “povinho”. Para esclarecer: a maioria dos eleitores faz parte do que chamo de “povinho”. Acho que temos de qualificar o processo. Democracia com voto sem qualidade é brincadeira! E convenhamos, uma brincadeira muito cara! Tem gente que acha que estou desmerecendo as pessoas. Nada disso. Eu só cobro responsabilidade.
        Abraço
        Fallavena

  5. “ Até agora, a energia hidrelétrica é a mais barata, em termos do que ela dura com a manutenção e também pelo fato da água ser gratuita e da gente poder estocar. O vento podia ser isso também, mas você não conseguiu ainda tecnologia para estocar vento. Então, se a contribuição dos outros países, vamos supor que seja desenvolver uma tecnologia que seja capaz de na eólica estocar, ter uma forma de você estocar, porque o vento ele é diferente em horas do dia. Então, vamos supor que vente mais à noite, como eu faria para estocar isso?”

    Chegaremos lá !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *