Participação de Sérgio Moro é a peça que faltava para antecipar a sucessão de Bolsonaro

Presunção de inocência não pode ser garantia de impunidade, diz Moro – Hora  do Povo

Ao assumir que pode ser candidato, Moro incendiou a política 

Carlos Newton

São impressionantes a força e o carisma do ex-juiz Sérgio Moro, que desde sempre se dedica à defesa do interesse público e assim se tornou uma das personalidades mais respeitadas do mundo. A simples possibilidade de sua candidatura, sem nenhuma notícia sólida, explodiu como uma bomba, incendiou a política e antecipou a sucessão do presidente Jair Bolsonaro, que somente será disputada dentro de dois anos.

Um encontro reservado com o apresentador Luciano Huck foi o suficiente para agitar a política brasileira e ganhar repercussão internacional. A meu ver, Moro é um candidato fortíssimo, porque tem um passado limpo, coisa raríssima, e consistentes serviços prestados ao país.

OS FANÁTICOS – Como se esperava, logo surgiram os fanáticos de plantão, defensores de figuras altamente deletérias como Lula da Silva e Jair Bolsonaro, que não podem ouvir o nome de Sérgio Moro sem levantar as maiores infâmias contra esse grande brasileiro.

A propósito, faço questão de transcrever o comentário de F. Moreno, que não se conforma com essa permanente campanha que foi organizada para desmerecer Sérgio Moro, em represália ao fato de o então juiz federal ter condenado os integrantes da maior quadrilha de corrupção já montada no mundo e chefiada por um presidente da República, que se fazia passar por defensor dos trabalhadores brasileiros.

###
POR QUE TANTO ÓDIO A SÉRGIO MORO?
F. Moreno

Volto a lembrar um passado e isolado comentário no qual eu lastimava não ter uma sólida formação e conhecimento de psicologia para entender a explosão de críticas, ofensas, ironias e ódio que irrompe neste espaço cada vez que o nome desse cidadão, Sérgio Moro, aparece nele. Lembra-me aquela sentença filosófica “porque me odeias se não te fiz o bem?”

É impressionante a quantidade de infâmias sub-reptícias e covardes que são atribuídas a esse brasileiro por indivíduos que com certeza nunca se equiparariam a ele em educação, formação e decência.

Os agressores não precisam serem identificados, são sobejamente conhecidos, é só dar uma olhada nas páginas desta TI, onde o nome do mártir apareça e os motivos, como já disse que não tenho competência para especificá-los, os resumiria em dois, inveja e tendências latentes para a corrupção.

NO REINO DOS CÉUS – Chega a ser ridículo acusá-lo de incapaz para a política por ser ingênuo, meu Deus, se é assim, ele já merece ganhar o Reino dos Céus.

A política brasileira é mercantil, corrupta e imoral e só os canalhas calejados podem aspirar a triunfar nela e os idiotas a comentá-la e tomar partido. Tomem tento, senhores, e experimentem a construir alguma coisa positiva para suas famílias e para o pais, como faz o Sr. Sérgio Moro.

34 thoughts on “Participação de Sérgio Moro é a peça que faltava para antecipar a sucessão de Bolsonaro

  1. Alexandre Garcia
    Sem meias palavras!
    Quem não tiver preguiça e não for analfabeto funcional leiam até o final!

    Sinceramente?
    Que Bolsonaro caia logo e não deixem Mourão assumir.
    Façam novas eleições, burlem as urnas e deem logo a vitória para Ciro, Haddad, Moro, Doria, ou qualquer outro vigarista.
    Assim o Brasil volta a ser o que era e a imprensa para de encher o saco.
    Assim os idiotas se calam e voltam a postar nas redes sociais, apenas suas opiniões sobre futebol, novelas, BBB e música ruim.
    Que o novo presidente não dê entrevistas diárias, não se importe com a opinião da população e continue o legado de FHC, Lula e Dilma. Pode acreditar que o Brasil suporta.
    Que voltem logo os escândalos de corrupção permitida, assim como a grande farra dos cartões corporativos.
    Que amigos e afilhados políticos, sem NENHUMA qualidade técnica, invadam os altos cargos de estatais e que volte assim a reinar mensalões, petrolões e tudo que a mídia aprova e o povo descolado finge que não existe, afinal assim fica tudo bem.
    E se acabar o dinheiro???? Oras, é só mandar imprimir mais.
    Não tem risco algum de inflação, pois Amoedo, especulador financeiro, e possível ministro, garante isso.
    Para que reduzir o número de homicídios e criminalidade? Vamos voltar à liderança do horror. Ninguém se importa e o STF fica feliz.
    Japão, Israel e EUA são capitalistas cruéis e não merecem nossa confiança. Vamos apoiar a China, nossa grande parceira, e voltar a injetar dinheiro público em toda e qualquer ditadura de republiquetas.
    Vamos encher de dinheiro as ONGs e os bolsos de artistas da MPB, que assim voltam a compor suas merdas super valorizadas e manter suas viagens pelo mundo às custas do dinheiro público. O Instagram precisa dessas imagens.
    Quanto às TVs e jornais, especialmente Globo, o novo presidente tem de gastar em publicidade os bilhões da Saúde, para assim manter os altos salários de apresentadores que fingem se importar com o estúpido povo que acredita neles.
    Acabou o dinheiro? Amoedo garante, eu já disse: é só imprimir mais. Vamos deixar a mídia feliz e amiga de nosso novo presidente.
    O MST precisa voltar a invadir terras sem intervenção da polícia, assim como os sindicatos necessitam cobrar parcelas mensais do trabalhador para financiar o luxo de seus dirigentes. Parem de incomodá-los.
    O BNDES tem de voltar a emprestar dinheiro para países “amigos” e empresas “bacanas”, sem cobrar juros e sem nenhuma garantia de pagamento.
    Dinheiro não falta, mas se acabar, já sabem: é só imprimir mais e mais e mais…
    Precisamos voltar a ter 29 ministérios, cada um dedicado a um partido, para que escolham seus ministros tranquilamente.
    A polícia precisa de novos comandos para que a apreensão de drogas diminua, assim como a repressão ao crime, pois precisamos de paz, não de guerras contra facções.
    O possível e hipotético futuro Ministro da Justiça e Segurança Pública, Freixo, garante que esse é o caminho.
    O novo presidente precisa saber “dialogar” com Senado e Congresso, não negando nenhum benefício a esse grupo de nobres trabalhadores que só querem o bem do Brasil. Merecem aumento de salário, aumento de assessores, vantagens, auxílios, não devemos barrá-los, pois estão lutando pelo Brasil.
    Se acabar o dinheiro, é só imprimir, poxa!
    Quanto à educação, essa não precisa de nada. É só manter os reitores do PSOL, a UNE do PCdoB e o sagrado método Paulo Freire. E também ensinar mesmo sobre ideologia de gênero para que nossas crianças cresçam sabendo que podem mudar de sexo a hora que desejarem. E mais: nossos últimos lugares no ranking mundial de educação devem ser mantidos.
    Ahhhh, que futuro grandioso!!!
    Que venha Ciro, Haddad, Moro, Doria, ou qualquer outro vigarista, pois o Brasil precisa voltar a ser Brasil.
    Poucas pessoas vão ler até o final, pois a grande maioria são analfabetos funcionais. !
    Gostam de figurinhas !

    Alexandre Garcia! Não

    • Alexandre Garcia demonstra que está senil.

      Não consegue mais raciocinar de forma pessoal, a não ser repetir os mantras do poder reinante.

      Alienado, alheio às dificuldades do país, quem lê as suas crônicas faz parte de um mundo próprio, onde o local é maravilhoso porque foi corrigido pelo atual presidente.

      Aliás, cumpre o seu papel de porta-voz do autoritarismo, certamente imaginando que Bolsonaro seja a continuidade de Figueiredo, onde alguns jornalistas viveram seus apogeus protegidos pela ditadura, e Garcia foi um dos mais privilegiados nesse sentido.

      Que defenda Bolsonaro, o seu governo, a sua administração … que siga o seu papel de comprometido com a arrogância, prepotência, soberba, e esteja sentado à mão direita do presidente.

      Agora, denominar Moro de vigarista, Garcia não só se excedeu como comprova a sua fidelidade à ditadura, e o quanto é cínico e hipócrita com a população e consigo mesmo.

      Durante 30 anos foi empregado da Rede Globo, então pergunto:
      Naquela época, as verbas governamentais à emissora eram providenciais?
      Enquanto servia aos Marinho, a empresa era acima de qualquer suspeita?
      Durante três décadas deu a sua vidas à Globo por quê?
      Pelo excelente salário pago?
      Pela linha editorial da emissora?
      Por que confessou publicamente ter apoiado a ditadura e se desculpou por isso recentemente, então a ira de Garcia contra a empresa que lhe deu fama e prestígio?

      Garcia é gaúcho, deve conhecer o ditado que não se cospe no prato onde comeu.
      Merece crédito aquele que, depois de ser empregado por trinta anos de uma emissora, somente após a sua saída constatou que servira a um patrão desonrado?

      Triste a decadência profissional de Garcia e, pior ainda, a perda da sua ética e moral por repetir a sua função que exercia com furor durante a ditadura.
      na verdade, estamos diante de alguém que não sabe viver sem estar protegido por um regime ou autoridade, uma pessoa covarde, que se vende por tostões.

      Moro é tão vigarista quanto Alexandre Garcia é venal, infiel à liberdade de expressão, à liberdade, à democracia, comprovando a sua cumplicidade com a corrupção – por que se calou sobre a rachadinha do filho de Bolsonaro? – e completamente alheio às necessidades do povo como bom bajulador do autoritarismo – por que não falou do desemprego?

      Por que não comentou que a fome aumentou no Brasil nos últimos anos?
      Por que não teceu comentário algum sobre as mais de 162 mil vítimas fatais da pandemia no país?

      Garcia comenta o que o patrão lhe determina, evidentemente.
      Se foi assim com Figueiredo, depois com a Globo, a partir do momento que Bolsonaro elegeu esta emissora como inimiga, na condição de ser um hábil puxa-saco e cagão, Garcia muda a sua postura profissional, e se atrela como um parasita em seu hospedeiro.

      Eis um legítimo porta-voz.
      Certamente não abre a boca ou tem qualquer iniciativa, sem que o seu amo e senhor determine.
      Que vergonha para o jornalismo brasileiro, e que degradação frente aos que desejam uma nação livre de ladrões, mentiroso, exploradores e manipuladores do cidadão.

      Vai, Garcia, te restringe à tua insignificância profissional, e te recolhe ao merecido ostracismo!

    • Realmente, o artigo do Sr Alexandre Garcia não é para ser lido por preguiçosos, analfabetos funcionais ou apressadinhos.
      É para ser lido detalhadamente e interpretado com acuidade e isenção, para aí sim, conferir ao veterano jornalista o título absoluto de “Rei do Sofisma”
      Por eu ter, confesso, preguiça, pressa e outros interesses mais gratificantes, deixo de rebater uma por uma as suas afirmações oblíquas, como já cheguei a fazer em tempos passados com a afirmação genérica de excelência do governo Bolsonaro por parte de um robô aqui na TI.

    • Muito bom! Infelizmente o povo brasileiro nao sabe viver de outro jeito!
      Como diz Mark Twain em seu livro …O estranho misterioso….”O povo sem conhecimento é mais feliz”!
      E é assim que os nossos “idôneos” políticos conduzem o Brasil…..
      Suely

  2. Como não detestar um mau brasileiro que usou sua autoridade de juiz para prejudicar o Brasil? Manter pessoas presas até que delatassem o que ele queria? E depois premiar os reais criminosos pela delação (sem prova)? O qua justifica viagens mensais aos USA? E finalmente condenou Lula sem prova, tirando-o da disputa em 2028?

  3. Não tenho ódio a Moro, só não o acho preparado ao cargo mais importante do país. Afinal de contas, o que ele apresentou, a não ser condenações em primeira instância? Também cometeu excessos que muitos relevam, achando esses desvios da lei normais.

    A esses que endeusam a figura do ex-juiz gostaria de perguntar o que ele defende em termos de economia, quais as suas ideias a respeito de crescimento do país. Ele é um liberal ou é mais próximo de um capitalismo inclusivo?

    O que ele acha a respeito das mordomias concedidas a certas classes?

    Os defensores incondicionais de Moro o acham uma figura capaz de resolver nossos problemas que são muitos, num estalar de dedos, simplisticamente colocando que o combate à corrupção é o que vai definitivamente nos colocar no rumo do sonhado desenvolvimento.

    Lembro também que o caixa dois era considerado por ele um crime, mas parece que mudou de ideia quando estava ministro. Certamente, muitos esqueceram disso.

    Também acho que o combate aos desvios deve ser permanente, mas colocar todos os méritos numa figura é desmerecer as outras instituições. E configurar a admiração e o desejo de que tal pessoa, por isso, possa ter a capacidade de gerir o país, sem maiores provas, sem dizer o que pretende é desejar um sonho impossível, um milagre. Lembremos que ninguém consegue resolver as coisas sozinho.

    E já que há conjeturas dos admiradores incondicionais ao ex-juiz, posso fazer as minhas. Acredito que toda essa admiração parte de um único princípio: da condenação de Lula e do PT.

  4. uma pessoa bem informada, jornalista, por exemplo, se votou no atual presidente, sabia que votava num criminoso contumaz. quaisquer justificativas para tal, pura cortina de fumaça para esconder sua identificação – e não falta de opção.
    com relação ao ex-juiz moro, só mais outro da mesma laia trevosa desse desgoverno narcomiliciano-evangélico.

  5. Tá muito confuso. O Instituto Butantã disse que a morte não tem relação nenhuma com a vacina. Comprovada essa versão, a Anvisa estará fazendo um jogo político e não científico, como deveria ser.

    Com a palavra a Anvisa.

  6. Vidal, meu caro amigo e conterrâneo,

    Teremos muito bos debates até as eleições em 2022.
    Apesar de eu ter afirmado ontem, em comentário sobre Ciro Gomes, que eu não mais o criticaria, de modo a prestar atenção nas suas propostas que tanto empolgam amigos meus, por outro lado queres saber as ideias de Moro sem ele ainda não ser candidato!!??

    Mais ou menos como decidir comprar um veículo, sem saber a sua utilidade, se caminhão, ônibus, camionete, automóvel, bicicleta, moto …
    Calma, deixa o homem apresentar a sua plataforma, caso se candidatar, então as críticas, os comentários, as indagações, as dúvidas naturais sobre as ideias do cara.

    Abração.
    Saúde e paz.

    • Caro Bendl,
      tinha te respondido, mas não sei o porquê de meu comentário não ficar visível.

      Só comentei sobre a falta de experiência e de propostas de Moro, porque muitos o têm colocado como um possível candidato ao maior cargo do país.

      Enquanto isso, Ciro Gomes já tem trabalhos realizados como gestor. Então não é uma aventureiro.
      Enquanto gestor de prefeitura e estado, ele se preocupou com as finanças públicas ou foi perdulário? Sua gestão foi aprovada? Trabalhou em proveito próprio, para um nicho ou para a maioria? Como foi na área da educação, da saúde e da segurança? Enquanto ministro foi omisso ou pró-ativo? Sofreu processos por desvios públicos? Conseguiu trabalhar com as demais instituições, normalmente, sem sobressaltos?

      São pesquisas fáceis de realizar. Isso nos daria uma maior segurança de que o que fala, corresponde às suas ações.

      E para finalizar, não considero Ciro um salvador da pátria, pois isso, para mim, não existe. O que me interessa mesmo é que o país encontre um caminho e o siga, independentemente de pessoas.

      Abraço, saúde e vida longa.

  7. Ontem vi o “tosco” em uma live afirmando que “infelizmente eu tinha razão e etc…”.
    Ele com seus maus exemplos e negacionistas perdeu a oportunidade de se tornar um líder para todos os brasileiros infelizmente.
    Continua um nada e estamos “ferrados”.
    PS: Eu votei nele.

  8. Sobre o comentário do meu estimado F.Moreno, o meu aplauso, a minha admiração, o meu apoio integral às suas palavras.

    Não entendo e não aceito, que Moro seja enxovalhado por quem segue Lula e Bolsonaro, exemplos de traidores, de verdugos do povo, de desprezo pelo cidadão.
    Condená-lo injustamente porque alegam ter sido tendencioso no seu julgamento e condenação ao ladrão e genocida petista, definitivamente isso é parcialidade, pois as instâncias superiores ratificaram a condenação e até aumentaram a pena dado por Moro!!!

    Na verdade, o que se constata é mesmo uma antipatia gratuita pelo ex-juiz.
    Acusam Moro disso e daquilo, mas e a culpa dos desembargadores e ministros que confirmaram o julgamento e condenação??!!
    E o quanto a Lava Jato tem sido pródiga no combate à corrupção?
    E quantos ladrões que colocou na prisão, merecidamente?

    De uma hora para outra tais ações são ilícitas?
    Moro foi mais bandido que Lula e seus pares?
    Moro quer o mal do Brasil, enquanto seus difamadores, caluniadores, os ladrões do povo, se tornaram honestos e devem comandar esta nação de novo??!!

    Che, mas a falta de critério, do senso de medidas me exasperam, sinceramente.
    Quer dizer que o correto seria deixar o mensalão e o petrolão em paz, haja vista que Moro iria descumprir detalhes técnicos na condução do julgamento??!!
    Os ladrões deveriam seguir na trilha do crime, e Moro acusado de omisso e cúmplice dos crimes, é isto?
    Então seria aplaudido ou execrado em praça pública??!!

    Que haja má vontade com Moro mas, depreciá-lo, indiscutivelmente se está metendo os pés pelas mãos.

    Abração, Moreno.
    Tô contigo nesta questão Moro.
    Saúde e paz.

    • Chicão, seu apoio é a prova de que estou certo na minha percepção.
      Eu nunca defendi as qualidades administrativas ou políticas de Moro, simplesmente por que não as conheço, como não as conhecem aqueles que aqui, subliminarmente, o consideram inapto. Agora, tenho o convencimento pessoal de que sabe o que significa “interesse público” e existência desse predicado na atual política é a famosa agulha no palheiro.
      Abraço e Saúde.

  9. DJAMILA RIBEIRO no Roda Viva, show de bola. Será ela a nossa possível Kamala Harris em 2022 ? Para tudo. Realmente essa Mulher sabe das coisas. Pintou ai a possível “Kamala Harris” do Brasil, até com mais consciência, consistência, originalidade e legitimidade do que a norte-americana, com certeza. A impressão é a de que chegou quem estava faltando chegar, e agora o bailão existencial do Brasil pode começar. De repente,”um dia quem sabe”, na verdade, pode ser o agora que a chama, vestida de azul então, a democracia direta com meritocracia é só sorriso, porque é possível que tenha encontrado quem Ela estava procurando, há muito tempo. https://www.youtube.com/watch?v=dQ5QctKm4ek&fbclid=IwAR1YR7XusU5QmafINYf9-pgaRpn3Jk19M5Bh6ohrA3OyojzlDUpwgQ8mfdI

    • “…A política brasileira é mercantil, corrupta e imoral e só os canalhas calejados podem aspirar a triunfar nela e os idiotas a comentá-la e tomar partido. Tomem tento, senhores, e experimentem a construir alguma coisa positiva para suas famílias e para o pais…” F.Moreno. Pois então, crie vergonha na cara vc tb e, ao invés de ficar ai vendendo gato por lebre, façam o que eu fiz, abrace o projeto novo e alternativo de política e de nação, como propõe a RPL-PNBC-DD-ME, o projeto novo e alternativo de política e de nação, o novo caminho para o novo Brasil de verdade, porque evoluir é preciso, ao invés de ficar ai feito bobo inventando mais problemas, mais perda de tempo e mais frustração, mantendo um sistema que sabem que é pobre e cujo continuísmo convém apenas aos seus operadores.

      • Companheiro, você nunca perdeu uma oportunidade de ouro, como esta, de ficar calado.
        Podes, certamente, como que existe o sol, aceitar que eu tenho mais vergonha na cara, mas muito mais, que você, pois o simples fato de reagir desequilibrada e grosseiramente ao meu comentário te identifica como destinatário do mesmo, como canalha ou idiota.
        Me consta que vender gato por lebre é o que parecem fazer os arautos do RPL-PNBC-DD-ME que só sabem divulgar a sigla sem explicar como construir um lindo novo edifício no único terreno ocupado por um outro decrépito sem um plano de demolição do mesmo.
        Senhor Luiz Felipe, seja mais comedido, educado e inteligente nas suas críticas, pois eu poderia passar mais tempo refutando-as e anulando-as, mas tenho certeza que não vale a pena.

  10. O ex-juiz Sérgio Moro tem uma folha corrida de serviços prestados à nação brasileira quase sem rival nos tempos de hoje. Infelizmente a aproximação dele com um empregado da rede Globo o deslustra bastante, pois é sabido que esta rede nutre verdadeiro ódio mortal ao governo federal. Entendo que se tratou só de um encontro, quem sabe uma reunião e nada além disto, mas unir-se a um empregado desta rede em uma pretensa aliança visando a sucessão presidencial é apavorante. O ex-juiz e ex-ministro prestou serviços inestimáveis ao Brasil, não manche a sua história unindo-se à Poderosa.

  11. Não sei se o honrado brasileiro Sergio Moro será candidato. Penso que não. Mas será o fiel da balança. Se resolver concorrer, estarei entre os milhões que arregaçarão as mangas para, enfim, no decorrer de 131 anos de república contarmos com uma homem realmente digno, sério, capaz, para ocupar a presidência deste país infeliz.

  12. Toda e qualquer critica de Carlos Newton cai por terra no momento em que conhecendo a figura e sendo comunista kkk ,votou em BOLSONARO.Não estão aprendendo com Bolsonaro e querem Sergio Moro.

      • Suely, também votei no Bolsonaro, pela sua plataforma anticorrupção, que renegou tão logo apareceram as primeiras denuncias sobre sua família, e, se Moro for presidente, votarei no ex-juiz sem hesitar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *