Patrocínio de R$ 1 milhão a um neto de Fittipaldi é criticado na internet

Faz sucesso na internet uma mensagem sobre a extrema liberalidade do Ministério do Esporte no patrocínio do automobilismo internacional. E não é boato, não. O patrocínio realmente existe.

Vejam que absurdo! É o nosso dinheiro público liberado (por meio de renúncia fiscal), via Ministério dos Esportes. E a verba pública é usada para financiar a carreira de um neto de Emerson Fittipaldi, nos EUA.

O Ministério do Esporte realmente aprovou projeto de R$ 1 milhão para o “Programa de Formação do Piloto Pietro Fittipaldi, na Fórmula Nascar”. É dinheiro da Lei de Incentivo ao Esporte, que já foi captado. Pietro, de 15 anos, é neto de Emerson [Fittipaldi], nasceu e mora nos Estados Unidos, onde disputa a categoria inferior do automobilismo.

Um milhão para um menino de 15 anos, americano e de família rica, brincar de correr de automóveis nos Estados Unidos. Com o dinheirinho suado do povo brasileiro. Como diz o Gerson: “É brincadeira…..!!!!

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

One thought on “Patrocínio de R$ 1 milhão a um neto de Fittipaldi é criticado na internet

  1. a única razão pra ter acontecido isso, é o retorno de 10%, 20%, 30% ou mais para quem aprovou o projeto e todos ficam felizes, porque quem é rico e têm condições, 500, 700 ou 800 mil reais a mais é sempre bom e ajuda não é.
    pra mim é o retrato explicito da corrupção no Brasil, o assalto aos cofres públicos está legalizado e têm cpf, rg, endereço e tudo mais.
    o sr. emerson fitipaldi que com certeza deve ter feito o projeto e o seu neto, não são culpados disso, eles estão fazendo o que todo mundo faz, o problema é dentro do ministério dos esportes, alguem com muita sede está indo a mina.

    outro dia assisti no roda viva da tv cultura, o hector babenco falando um projeto de um filme que ele fez e que seria sucesso, foi recusado pelo órgão acolhedor de projetos que incentiva a cultura, artes e cinema.

    outro dado importante, um projeto de assistência técnica a produtores de leite para atender 80 produtores durante um ano usando tecnologia dos centros de pesquisa, fica em torno de 350 mil reais, e a trabalheira que dá para liberar, depois a prestação de contas, os relatorios e tudo mais, e isso que é para melhorar a renda do produtor e faze-lo ter lucro na atividade, melhorar de vida, melhorar a qualidade do leite, não têm facilidade alguma, então compreendo muito o tipo de liberação que foi feita no caso acima.

    claro que não tem comparação alguma entre o projeto de um filme, uma carreira de corredor de carros, e um projeto de assistência técnica para produtores de leite, mas e o custo benefício?
    o que o filme traria de bom para a população?
    o que a carreira de corredor do neto do fitipaldi traria de bom para a população?
    o que a assistência técnica ao produtor de leite traria de bom a população?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *