Pedro Simon na tribuna do Senado, sobre colarinhos brancos

Helio Fernandes

Antes de começar a falar, deu “os parabéns” a Romero Jucá, que se reelegeu. E concluiu: “Ele foi líder de FHC nesta casa, líder de Lula, e será líder de quem ganhar”.

Depois, mostrou o livro “A impunidade veste colarinho branco” e discorreu sobre o assunto. Por 20 minutos, regimentais, poderia falar dias, sem utilizar o livro.

A SUJÍSSIMA MUDOU DE NOME

Está encalhando de tal maneira nas bancas, que até os próprios donos das bancas ridicularizam: “A Veja agora se chama POMBO CORREIO, a revista que vai mas volta”.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *