Pela Bblia, anjos e demnios so realmente espritos humanos

Jos Reis Chaves

A doutrina esprita, cientificamente e no dogmaticamente, pesquisa e ensina que os anjos e demnios so espritos de natureza humana, e no de outra categoria de espritos. Dizendo de um modo mais claro e completo: para o espiritismo, anjos so espritos humanos de elevado nvel de evoluo, enquanto os demnios so aqueles, tambm humanos, que esto ainda muito atrasados em sua evoluo espiritual e moral.

Orgenes, grande sbio grego do cristianismo primitivo (185-254), era possuidor de uma inteligncia to brilhante, que ele cognominado de o Adamantino e de santo Agostinho do Oriente. Diz-se que ele escreveu cerca de 6.000 livros. E ele defendeu a pr-existncia re-encarnacionista do esprito humano com relao concepo do feto e, tambm, a teoria da apocatstase, segundo a qual os espritos maus, um dia, se tornaro bons por meio das reencarnaes. Segundo Bertrand L. Conway, C.S.P., so Gregrio de Nissa, bispo de Nissa e irmo de so Baslio, e so Gregrio Nazianzeno, bispo de Constantinopla (ambos do quarto sculo), no aceitavam a eternidade do inferno. E esses santos catlicos e grandes telogos so dois dos mais importantes padres da Igreja, os criadores da teologia crist.

Sobre essa descrena na eternidade do inferno, h dvidas a respeito de so Gregrio Nazianzeno. Porm, h mais um detalhe sobre ele, ou seja, ele era amigo de Juliano Apstata, que era reencarnacionista (mais detalhes em meu livro A Reencarnao na Bblia e na Cincia, EBM, 8 Edio, pg. 210, SP, 2011, editado tambm em ingls pela Outskirts Press, Denver, Colorado, EUA, 2014).

EVOLUO

As penas eternas infernais negadas pelos dois grandes santos e padres da Igreja do cristianismo primitivo, Gregrio de Nissa e Gregrio Nazianzeno, sugerem tambm a ideia da evoluo dos espritos at se tornarem, um dia, perfeitos, os quais na tradio crist foram denominados de anjos ou enviados, mensageiros.

Os espritos maus ou atrasados so os opostos aos anjos ou espritos altamente evoludos e, pois, j possuem um elevado nvel de perfeio. E interessante observarmos que esses espritos maus ou atrasados (demnios) so chamados tambm de anjos maus, pois eles, igualmente, so mensageiros ou enviados do mal, no caso, pelas potestades.

Realmente, existem as duas foras: a do bem, tendo como fundamento Deus atuando com espritos bons e at j bem perfeitos ou puros, e a do mal, com base nos espritos maus e ainda muito atrasados, os quais so chamados tambm pelos evangelhos de espritos impuros. So impuros justamente porque ainda esto dominados pelo mal ou pelo atraso evolucional em que ainda se encontram.

A respeito da teoria da apocatstase de Orgenes, de que falamos, ela defende a evoluo espiritual e moral de todos ns, e, consequentemente, a ideia de que, um dia, todos seremos tambm anjos.

E o evangelho, ou boa nova, exatamente para ns o pormos em prtica visando acelerao da busca da nossa perfeio ao nvel dos anjos, como aconteceu tambm com Jesus, que se aperfeioou para se tornar o Autor da nossa salvao (Hebreus 5: 9). Alis, no projeto de Deus, no h falhas, tudo tem que, um dia, dar certo. E no seria, logo na espcie humana, a obra-prima visvel da criao divina terrena, em que Deus falharia, Ele que jamais falha! (transcrito de O Tempo)

5 thoughts on “Pela Bblia, anjos e demnios so realmente espritos humanos

  1. A Bblia no vai falando sobre anjos e demnios desde seu comeo.

    Importa ao Primeiro Autor firmar o ensinamento de que h um s Criador de todas as coisas … Importa firmar tambm que HomeMulher so Semelhana do Senhor … e que a decorrente Liberdade chega Curiosidade de Conhecer o BEM e o MAL!!!

    No entanto … j temos indicaes preliminares:
    1 – a Serpente quem entra em choque com Deus ao afirmar “4. Oh, no! tornou a serpente vs no morrereis! 5. Mas Deus bem sabe que, no dia em que dele comerdes, vossos olhos se abriro, e sereis como deuses, conhecedores do bem e do mal. (Gn 3)
    2 – “E expulsou-o; e colocou ao oriente do jardim do den querubins armados de uma espada flamejante, para guardar o caminho da rvore da vida”. (Gn 3,24)

    Serpente … Querubins!!!

  2. Trata-se de uma forao de barra daquelas. O espiritismo, uma seita que no resiste mais elementar anlise – basta ler Kardec e constatar -, manipulando dados e textos bblicos para se escorar no prestgio judaico-cristo.

    Vocs j foram mais criativos, como quando criavam mitos como Chico Xavier.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.