Pela primeira vez, terei o desgosto de não votar em ninguém, porque nenhum deles merece

Charge do Bello (Arquivo Google)

Vicente Limongi Netto

Graças aos céus, pela idade, não tenho mais obrigação de votar. Não irei colocar azeitona na empada de cretinos, falastrões e ingratos. Só procuram você em época de eleição. Não merecem meu apreço.  Foi-se o tempo em que, esperançoso e entusiasmado, fazia a barba e colocava roupa nova para votar.

O balaio de candidatos medíocres e oportunista não para de crescer. Todos empenhados em tirar Brasília e o Brasil do caos sáfaro. Todo dia aparece um cara-de-pau fantasiado de salvador do Pátria.  Raríssimos se salvam.

NINGUÉM MERECE – Não votarei em ninguém. Ninguém, mesmo. Nem para a Câmara Legislativa, Senado, Câmara Federal, governador, tampouco e sobretudo para presidente da República.

De antemão aviso que a caixa dos correios de casa e minhas redes sociais não merecem ser entupidas com papeluchos eleitoreiros. Não são latrinas.

Para produzir medicamentos e salvar vidas, o Brasil precisa produzir mais cannabis e menos canalhas, venais, demagogos, oportunistas, farsantes, cretinos e covardes.

PARABÉNS, AMIGO – Tenho a honra e o prazer de ser amigo de fé de um cidadão, militar, general, altivo, sereno, lúcido, firme e forte, chamado Agenor Francisco Homem de Carvalho. Na terça-feira, dia 23, o bucólico e cativante bairro carioca da Urca esteve em festa, comemorando mais um aniversário da grande figura, humana e profissional.

Agenor exerceu funções relevantes, com destemor, isenção e competência, como militar graduado e homem público. Entre elas, Adido Militar na embaixada do Brasil na Itália, Comandante do Colégio Militar do Rio de Janeiro e chefe do Gabinete Militar do presidente Fernando Collor de Mello.

Votos para que as luzes de Deus continuem marcantes no lar do querido amigo, com alegria e saúde para todos seus entes queridos. 

DE BEM COM A VIDA – O jogador Arrascaeta está feliz como pinto no lixo. Para a decisão da Copa Libertadores da América, neste sábado, contra o Palmeiras, em Montevidéu, o craque do Flamengo contará com duas torcidas expressivas e contagiantes –  a nação rubro- negra e a atraente cantora Anitta.

Dois incentivos nada desprezíveis em busca do troféu de melhor time do mundo.

13 thoughts on “Pela primeira vez, terei o desgosto de não votar em ninguém, porque nenhum deles merece

  1. Max. Vênia, que é isso meu poeta Limongi.

    Perdesse a esperança e os sonhos de uma pátria livre e soberana.

    Amigo, com seu olhar crítico, verás que o PROJETO CIRO se adequa aos anseios da nação.

    Ciro Gomes,2018 não chegou no pódio,por ter uma massa néutrons +- 30 milhões votos.

    A pátria precisa de soldados com destemor…
    Pense nisso, enquanto lhes digo, bom final de semana.

    Forte Abraço…

  2. Bom dia, Limongi! Peço licença para uso da seguinte frase.

    Não votar é coisa de covardes…

    Isso tenho comigo. E explicação entendo haver razão.

    Nunca teremos como representação pessoa que pense, defenda as mesmas pautas tal como pretendemos que seja.

    Se quisermos por nós mesmos ver nossas ideias integral e fielmente colocadas em pauta na Política, então não resta outro caminho senão candidatar-se.

    Logo, não encontrar candidato que nos identifiquemos nas ideias e bem como integridade 100% na vida passada não pode ser desculpa.

    Lembro daquela passagem do Conto de Voltaire, Zadig, na qual este precisou escolher um Tesoureiro a pedido do Rei, que não fosse como os outros que lhe passaram a perna. Zadig não prometeu que conseguiria o melhor e honesto. Mas que tiraria o menos pior – logo, o melhor possível entre os candidados.
    Foi promovido um evento no qual para se ter acesso ao salão os candidatos passavam sozinhos por um corredor repleto de jóias.
    Depois, no salão, tiveram de dançar. Todos meio desajeitados. Um entre eles dançando com mais leveza foi selecionado…

    Na nossa realidade está que teremos um governante.
    Podemos muito bem escolher o menos pior.
    No meu caso penso que o menor pior é aquele com passado menos sujo, não a assenhore da coisa pública como sua, e que mais possa fazer algo para diminuir as desigualdades socio-economicas (e só nesse já afasta qualquer candidato das elites), fazer respeitável o país internacionalmente.

    Discursos anticorrupção e de combate à violência é para atrair corações e mentes de eleitores. Veja o resultado de governos como Federal e Estaduais (como do RJ) eleitos.

  3. Tens a razão e o direito de escolher o que lhe vier a cabeça, no alto de seus 77 anos de combate , Sr. Limongi… Ninguém tem uma autoridade à altura e/ou ,tanta pretensa sapiência para lhe contestar…Abraço. R.Lemos.

  4. Pela primeira vez, terei o desgosto de não votar em ninguém, porque nenhum deles merece

    Meu último voto foi em 1.996.
    Quando percebi que o sistema eleitoral brasileiro é totalmente viciado e sempre beneficia a corrupção e sempre a mesma cambada de vagabundos ladrões corruptos para se perpetuarem nos cargos.

    • Nessa eleição de 1996 era para Prefeito de Tucanópolis, onde votei no Celso Pitta contra o Quadrilhão do Luladrão e FHcorrupto.
      Mas, voto perdido, pois a corrupção no Desgoverno Pitta deu o ar da sua graça

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *