Pelo menos, 20 terras indgenas na Amaznia j sofrem com invases e loteamentos ilegais

A Terra Indgena Apyterewa tem sido alvo de pecuaristas, garimpeiros, madeireiros e grileiros Foto: Polcia Federal/Divulgao

A reserva Apyterewa alvo dos garimpeiros e dos grileiros

Cleide Carvalho
O Globo

As invases de terras indgenas mudaram de patamar. Pelo menos 20 reas indgenas da Amaznia, situadas em cinco estados, enfrentam problemas com loteamentos ilegais dentro de seus territrios, alguns deles j homologados. Levantamentos feitos pelo Greenpeace e pelo Conselho Missionrio Indigenista (Cimi) mostram que os loteamentos se alastram principalmente pelos estados do Par, Amazonas, Acre, Rondnia e Maranho.

As invases surgem no rastro do desmatamento. Se antes as quadrilhas entravam para cortar rvores, explorar garimpos ou caas, e depois saam, agora grileiros tentam se estabelecer dentro dos territrios indgenas, ameaando aldeias. E chegam a vender reas com a promessa de que as terras sero transferidas para proprietrios privados.

Incrementos de desmatamento em reas indgenas Foto: Editoria de ArteDESTRUIO RECORDE – Segundo dados do Inpe, entre agosto de 2018 e julho de 2020, foram desmatados 878,8 km2 dentro de terras indgenas. A rea destruda maior do que tudo que foi desmatado nessas reas nos cinco anos anteriores de agosto de 2013 a julho de 2018 quando foram abaixo 732,7 km em florestas nativas. Das dez terras indgenas mais desmatadas da Amaznia este ano, quatro registram denncias de loteamentos ilegais: Cachoeira Seca, Apyterewa, Ituna-Itat e Trincheira Bacaj, todas no Par. Em setembro de 2019, na Operao Verde Brasil, contra queimadas na Amaznia, a Polcia Federal identificou cerca de 15 mil hectares em processo de

O territrio Ituna-Itat interditado em razo da presena de ndios isolados, e tem sofrido presso de polticos locais, que defendem a reduo da rea, hoje de 142 mil hectares. Um levantamento do Greenpeace identificou que 94% da TI est registrada em nome de proprietrios privados por meio do Cadastro Ambiental Rural (CAR), que no legaliza a posse da terra, mas serve para que eles se declarem donos e geram conflitos de posse.

11 thoughts on “Pelo menos, 20 terras indgenas na Amaznia j sofrem com invases e loteamentos ilegais

  1. Invases e Loteamentos so admissveis nesse governo Logstico do Boz: logstica na Sade, na Amaznia, na covid (especialmente), no esgoto que brota do cho e fede, na fome que mata os pobres, E NO SATLITE carssimo com controle remoto para o lazer dos milicos ativos da reserva.

  2. At parece que isso no acontecia antes. Na era do PT, terras indgenas, ricas em minrio, foram vendidas para o Canad. Ato criminoso. Depois de muita conversa o governo conseguiu recuper-las.

    Toadas as terras indgenas mencionadas na matria so no Par. Como disse o Mouro ano passado “o Para um problema, tinha que ser dividido em 4 estados”. Nessa eu concordo com o vice.

  3. Trata-se de um crime que ocorre at mesmo no Rio de Janeiro, onde terras da Unio so invadidas. At gente aqui na TI abocanhou, mas como a Justia lenta (neste caso, graas a Deus, no ?), o processo ir demorar muito para ser julgado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.