Pelo menos no futsal, o Brasil ainda tem de ser respeitado

Carlos Newton

De virada, o Brasil venceu a final contra a Espanha, por 3 a 2, na manhã deste domingo, e levou a taça do Mundial de Futsal pela segunda vez consecutiva. É o sétimo título mundial da seleção brasileira, mas apenas cinco são reconhecidos pela Fifa. O craque Falcão só jogou 4 minutos, mas fez o gol de empate.

Falcão é abraçado pelos companheiros na comemoração Foto: AFP PHOTO Parabéns, craques do futsal!

A prorrogação ia acabar em 2 a 2. Faltavam 20 segundos para terminar a prorrogação, quando o fixo Neto dominou a bola no campo de defesa, arrancou pela esquerda, passou pelo marcador e fuzilou rasteiro. A bola passou pelo goleiro Juanjo, era o gol do Mundial.

Concorrente ao título de melhor jogador do Mundial, Neto foi decisivo ao marcar dois dos gols brasileiros – o outro foi de Falcão. Descontaram para a Espanha Torras e Alcardo.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *