“Pensando em Ti”, um clássico inesquecível de Herivelto Martins e David Nasser

Herivelto Martins e David Nasser

Paulo Peres
Poemas & Canções

O  jornalista, escritor e letrista, nascido em Jaú (SP), David Nasser (1917-1980), é autor de diversos clássicos do nosso cancioneiro popular, entre os quais “Pensando em ti “, cuja letra, através de hipérboles, destaca uma paixão desmesurada. Este samba-canção foi gravado por Nelson Gonçalves, em 1957, pela RCA Victor. 
PENSANDO EM TI
Herivelto Martins e David Nasser


Eu amanheço pensando em ti
Eu anoiteço pensando em ti
Eu não te esqueço,
É dia e noite
Pensando em ti

Eu vejo a vida
Pela luz dos olhos teus
Me deixe ao menos
Por favor pensar em Deus

Nos cigarros que eu fumo
Te vejo nas espirais
Nos livros que tento ler
Em cada frase tu estás

Nas orações que eu faço
Eu encontro os olhos teus
Me deixe ao menos
Por favor pensar em Deus

5 thoughts on ““Pensando em Ti”, um clássico inesquecível de Herivelto Martins e David Nasser

  1. Deve ter sido uma época muito chata a julgar pela pieguice açucarada e barata. Beleza, por exemplo, é a súplica de Consuelo Velázquez, cantada mundo afora:

    Bésame, bésame mucho
    Como si fuera esta la noche
    La última vez

    Bésame, bésame mucho
    Que tengo miedo a perderte
    Perderte después

    Quiero tenerte muy cerca
    Mirarme en tus ojos
    Verte junto a mi
    Piensa que tal vez mañana
    Yo ya estaré lejos
    Muy lejos de aquí

  2. FICA COMIGO ESTA NOITE

    Nelson Gonçalves

    Fica comigo esta noite
    E não te arrependeras.
    Lá fora o frio é um açoite
    Calor aqui tu terás.

    Terás os meus beijos de amor
    Minhas carícias terás.
    Fica comigo esta noite
    E não te arrependerás.

    Quero em teus braços,querida
    Adormecer e sonhar.
    Esquecer que nos deixamos
    Sem nos querermos deixar.

    Tu ouvirás o que eu digo
    Eu ouvirei o que dizes.
    Fica comigo esta noite
    E então seremos felizes.

    PS. Lirismo puro, né não!

  3. Adaptação de uma poesia do Sapo de Toga publicada nesta coluna:

    Fique comigo esta noite
    Quero teus seios tocar,
    No teu corpo o meu aquecer;
    Quero ter-te, sôfrega, a exsudar
    O suor quente do lascivo prazer.

    Quero ser louco por ti, te amar,
    Ser parte do teu próprio ser;
    Quero, enfim, de todo me dar,
    Morrer em mim, em ti renascer!

    Fique comigo esta noite
    E não te arrependeras.

    PS: Lirismo puro, né não? Só falta um Vicente Celestino!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *