Persio Arida adverte que Haddad e Bolsonaro são ameaças à democracia

Resultado de imagem para persio arida

Arida considera Guedes mentiroso e enganador

Renata Agostini
Estadão

Coordenador do programa econômico de Geraldo Alckmin (PSDB), Persio Arida diz que o mercado está em autoengano ao acreditar que Paulo Guedes garantirá a linha liberal de um governo Jair Bolsonaro (PSL). “O presidente faz o que quer e não o que combinou com o economista. Quem tem a caneta manda”, disse ao Estado.

Ele critica a inexperiência de Guedes, a quem classifica de mitômano. “Ele nunca produziu um artigo de relevo. Nunca dedicou um minuto à vida pública, não faz ideia das dificuldades.”

Para Arida, a postura liberal de Bolsonaro é uma farsa e ele segue o mesmo roteiro de tradicionais líderes de esquerda latino-americanos ao acenar aos liberais nas eleições. “Hugo Chávez também mostrou-se amigável com o mercado em sua primeira eleição. Durou pouco.”

Sobre a estagnação de Alckmin nas pesquisas, avalia que a campanha precisa buscar a parcela que não quer os extremos de PT e Bolsonaro. Segundo ele, ambos são riscos à democracia.

Como fica a campanha diante do atentado a Bolsonaro e a confirmação do nome de Haddad?
Bolsonaro foi vítima de uma selvageria. O atentado tem de ser recriminado por todos. Agora, do ponto de vista político, ele está onde sempre esteve. Ele sempre comungou com a esquerda o viés estatizante e corporativo. Por isso, votou com a esquerda no passado, inclusive contra o Plano Real. Seguiu assim: votou contra o cadastro positivo, se declarou a favor da criação de municípios. Acabou de dizer que não privatizará Petrobrás, Banco do Brasil ou Caixa, pois são estratégicas, linguagem da esquerda. A virada em busca do discurso liberal está de acordo com o perfil dos candidatos tradicionais de esquerda.

Por quê?
Lula fez isso com a “Carta ao Povo Brasileiro” (que precedeu sua primeira eleição, em 2002). O tenente-coronel Hugo Chávez fez isso. Tal como Bolsonaro, mostrou-se amigável com o mercado financeiro em sua primeira eleição, disse que não tinha nada contra o FMI. Depois, convocou Constituinte e o resto da história é a tragédia que conhecemos. Esse movimento de Bolsonaro é o padrão normal latino-americano. Ele é um engodo liberal.

Paulo Guedes não é o fiador dessa proposta liberal?
Paulo Guedes é mitômano, criou falsa narrativa pela qual PSDB e PT são iguais e que tudo no Brasil foi errado porque ele e os liberais nunca estiveram no poder. Ele nunca escreveu um artigo acadêmico de relevo, tornou-se um pregador liberal. Falar é fácil, fazer é muito mais difícil. Nunca faltaram bons economistas liberais no Brasil. O problema sempre foi a falta de políticos com essas convicções. Se economista liberal resolvesse, o governo Dilma tinha sido um sucesso: Joaquim Levy, também da Universidade de Chicago e, ao contrário de Guedes, com enorme experiência prévia, foi nomeado para a Fazenda. O presidente faz o que quer e não o que combinou com o economista. Quem tem a caneta manda.

Guedes argumenta que se demorou a entender a necessidade de conter o gasto público.
Ele nunca dedicou um minuto à vida pública, não tem noção das dificuldades. Partiu para uma campanha de difamação que é de um grau de incivilidade que não se vê em outro assessor econômico. Pegar um episódio de 1995 quando saí do Banco Central e usá-lo para fins difamatórios, falando mentiras, mostra o caráter dele (segundo a revista Piauí, Guedes tem dito em reuniões com investidores que Arida deixou o BC por ter vazado informações, o que Arida rechaça). Ele está cego de ressentimento, ódio e inveja: difama todos que discordam de suas ideias.

Como ele em Bolsonaro, o sr. não está confiando em Alckmin?
Alckmin já fez ajuste fiscal em São Paulo. É diferente de acreditar em alguém que se “converteu”. O Brasil precisa de reformas que demandam emendas constitucionais e aprovação de leis. Sem articulação política, não se conseguirá. Há duas opções: fazer acordo com Centrão antes ou depois das eleições. A ideia da antipolítica, de que não vai fazer acordo com ninguém, é enganação.

O fato é que Bolsonaro segue subindo nas pesquisas. Alckmin, não.
A indignação criada com a Lava Jato e os 13 milhões de desempregados geraram no País a busca por alguém que resolva os problemas do dia para a noite. Todo sonho messiânico é poderoso e irrealista. Ele aparece no Bolsonaro e no Lula.

Alckmin ficou sem espaço?
Há parcela significativa da população que não quer extremos e não se ilude com essas retóricas. São eles que a campanha tem de chamar para si.

Bolsonaro e PT são a mesma coisa?
No PT, há um líder carismático latino-americano tradicional que é o Lula, o Perón brasileiro. As pessoas se enganam com o primeiro governo dele. Era o Lula com medo da instabilidade econômica. Quando não caiu com o mensalão e se reelegeu, ele deixou de ter medo. O verdadeiro Lula é o do segundo governo e o que nomeou Dilma. O que é Fernando Haddad ninguém sabe. As ideias que vinha pronunciando como assessor são ruins: controle social da mídia, tributação de spread bancário. Continuar a herança do Lula é o caminho para o Brasil se perder.

O diagnóstico econômico de Paulo Guedes não é correto?
Falar de sistema de capitalização na Previdência é irresponsabilidade fiscal. Ele não demonstrou como fazer. Tal como outros, não achei o um trilhão a ser obtido com a venda de estatais. Não se entende tampouco como acabar com o déficit público em um ano.

Tasso Jereissati disse ao ‘Estado’ que o PSDB paga agora por “erros memoráveis”. Concorda?
Concordo com observações de Tasso. Mas não sou filiado do PSDB, nunca tive vida partidária. Importante lembrar que Alckmin foi contra o PSDB ter cargos no governo Temer. A postura dele foi de apoiar as reformas que o País precisa.

Qual candidatura rival representa o maior risco ao País?
Bolsonaro é um risco à democracia. No passado, várias vezes falou em fechar o Congresso. A vocação totalitária está clara. Alguém que diz que seu livro de cabeceira é do Coronel Ustra empreende uma tentativa de revisão da ditadura como algo positivo, o que é um risco. Conheci Ustra. Fui preso, passei noites ouvindo os gritos das torturas que aconteciam. O revisionismo que se tenta fazer hoje é arrepiante. É exatamente o revisionismo na Alemanha de quem tenta dizer que nunca houve holocausto.

Bolsonaro é o maior risco?
Se Haddad de fato for o Lula, é um risco também. Alguém que incita o povo contra a Justiça, procura fazer o descrédito da Justiça e ataca as instituições é um risco à democracia, sim.

34 thoughts on “Persio Arida adverte que Haddad e Bolsonaro são ameaças à democracia

  1. “O atentado tem de ser recriminado por todos”, pois se vira moda, já sabemos o que acontecerá. Já tentar diminuir uma das pessoas mais respeitadas em seu meio, já é um pouco demais. Quem é mesmo Persio Arida? Na verdade, quem segue o mesmo roteiro de tradicionais líderes de esquerda latino-americanos, é exatamente o seu candidato. Quantos e quais partidos o apoiam na maior coligação partidária do país? O que lhe rendeu o maior tempo de televisão e se eleito, será devidamente cobrado por este apoio. Bolsonaro e PT são a mesma coisa? Esse cara é um lunático, desespero tem limite. Jamais conseguirá convencer a quem tem o tico e teco funcionais. Já o partido que defende, este sim, tem sido ostensivamente acusado de ser o outro lado da mesma moeda em relação ao PT. Defende este partido, pois renderia a ele uma boquinha bem gorda no governo. Risco a democracia? Entendo os que se sentiram ameaçados ou mesmo torturados na época da repressão e se ressentem. Isso é humano. Muitos, infelizmente, apenas se aproveitaram e caíram de boca na bolsa ditadura. Para estes a farda é uma ameaça, é inconsciente. Há que se considerar e este não considerou, que os militares foram de suma importância na hora de manter a democracia no país. Não fizeram o jogo do PT que queria uma intervenção e não apoiaram o clamor de muitos da população, que os queriam fora dos quarteis para derrubar o governo Temer. Mesmo em 64, quantos podem afirmar com a mais absoluta certeza de que poderíamos hoje, estar votando para presidente no Brasil e não seríamos outra possessão comunista, passada de pai para filho ou decidida dentro de quatro paredes?

    • Persio Arida está discursando para aqueles que acreditam ser a democracia (teórica) algo bom. Ele sabe muito bem que a democracia, principalmente no Brasil, é praticada de forma direta por analfabetos funcionais que são 68% da população.

      Mesmo nos EUA, onde o nível de educação e instrução é muito superior, não há democracia teórica, mas indireta, graças aos founding fathers maçons que conheciam bem a teoria de manipulação das massas e consequentemente o risco que colocar tal regime em prática.

      A propaganda democrática é uma falácia com interesses escusos, muito provavelmente de origem gramsciana, no intuito de fazer crer que o poder emana do povo.

  2. Falou o ÓBVIO!
    A vocação totalitária está clara.
    Bolsonário é um serio risco á democracia.
    E á soberania nacional.
    Tiranos atraem tropas de ‘Americanos’….

    Mas esqueceu de dizer que Alckmin também é um risco à democracia. Alckmin é a continuação dessa democracia fajuta que acontece no Brasil, cheio de $beija-mão-e-enche-mala$.

    Infelizmente, na hora de escolher, e melhor ficar de mãos vazias do que ficar sem as mãos; melhor uma democracia capenga que um totalitarismo acima das leis e dos direitos.

    Nenhum dos dois presta para presidente da Republica.

    ███ O BOM SENSO AVISA ███
    ███ VOTAR 17 bozó MATA ███
    ███ VOTAR 45 Lesa-Pátria ███

    • Caro leitor e comentarista AndreBR,
      Infelizmente, o ÓBVIO não é para a grande maioria de incultos e incautos desse pobre pais espoliado há 33 anos por uma corja de malfeitores, de modo que o comentário do leitor Peçanha é muito bom e, sobretudo pertinente ao caos em que estamos mergulhados.
      Aqui neste blog faz tempo eu lhe perguntei então em quem votar?
      Reitero a pergunta que lhe fiz, então em quem votar, já que o leitor diariamente aqui na TI senta o porrete no candidato Jair Bolsonaro?

      • ora,
        João Amaury,

        esse tal de AndreBR está defendendo o POSTE-DE-PORTA-DE-CADEIA,
        um sem personalidade, capacho sabujo do
        PENTA-ENÉSIMO-MAIOR LADRÃO DA HISTÓRIA DA HUMANIDADE E DO UNIVERSO.
        .
        esperar o quê ?

    • O Persio Arida não é só mal como também não é só bom. Tem defeitos e qualidades como todo ser humano. Como um dos idealizadores do plano real teve seu mérito e tem seu valor pois o plano real estabilizou nossa moeda após décadas de inflação alta. Todos sabemos que a inflação atingia principalmente os mais pobres que não podiam se defender dela aplicando no overnight. Para os chamados esquerdistas gostaria que lessem abaixo o currículo do economista transcrito do wikipedia. Lembro aos srs que nunca votei em FHC e não sou filiado a partido algum.

      “Na adolescência participou do movimento estudantil e fez oposição ativa ao regime militar, tendo sido preso e torturado em 1970. No ano seguinte foi denunciado pela Justiça Militar, com mais 34 pessoas, por subversão e participação na Vanguarda Armada Revolucionária Palmares (VAR-Palmares).[1]

      Graduado pela Universidade de São Paulo (1975) e doutor pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT) (1992), deu aulas na USP e na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ). Foi pesquisador do Institute for Advanced Studies, em Princeton, New Jersey, do Centre for Brazilian Studies (Universidade de Oxford) e da Smithsonian Institution, em Washington, D.C..”

      • USP não é mais referência de nada para mim após Haddad escrever “como é que vão CAÇAR o voto de 50 milhões de brasileiros que querem votar no Lula” ao invés de CASSAR. MIT continua sendo referência. Não conheço nenhum retardado que tenha se graduado lá!

    • ‘mais’,
      esse tal de persio arida [que pelo nome não se torne ainda mais …]
      não é aquele tal do plano real do
      f.arsante
      h.ipocrita
      c.analha ???

      se é, é isso mesmo !!!

      o p o r t u n i s t a !!!

  3. Ao menos o cara foi sincero. Em uma democracia cada um pode expressar sua opinião sem ser censurado. Não voto no capitão no 1 turno mas provavelmente votarei no 2 turno, se houver!

  4. Não vou entrar no mérito de quantas vezes casou. Mas há um detalhe: na hora em que ele está mais precisando de amparo, no hospital, é a família dele que está lá. TODOS os filhos, sejam de mulheres diferentes ou não.

  5. Concordo com essa parte em que afirma que as pessoas são a favor da ideologia de gêneros mas desde que seja “nos outros”. Duvido algum pai normal concordar ao ver seu filho brincando de boneca!

  6. Outra enganação foi o Plano Cruzado, de cuja elaboração o Arida também participou, aquele congelamento de preços perpétuo que acabou no dia seguinte à eleição que deu ao PMDB uma vitória consagradora.

  7. Ainda bem que o entreguista Alckmin , não possui a menor chance de se eleger . Pior que o governo do P T , foi o do PSDB , com FHC . A estrategia destes golpistas ( neoliberais ) ,é sempre a mesma . Gerar crise econômica ( enganosa ) , promover terror
    ( oratória falaciosa ) e com isso , justificarem suas ações anti – sociais e vender o que é público ( doar ).
    Depois de realizadas estes golpes, recebem suas gordas comissões ( propinas ) . Uma nação forte , se faz com industrias estratégicas fortes : USA , CHINA , ALEMANHA , JAPÃO INGLATERRA , FRANÇA . O problema não está na quilo que é público , o problema está , nos vira – lata , que os administra .

  8. “Alguém que incita o povo contra a Justiça, procura fazer o descrédito da Justiça e ataca as instituições é um risco à democracia, sim.”

    – A JUSTIÇA deste país é um LIXO e COOPTADA com LADRÕES.
    – E não foi alguém que me incentivou a ver as coisas como elas são não.
    -Aprendi isso vendo as decisões do SUPREMO…

  9. “A indignação criada com a Lava Jato e os 13 milhões de desempregados geraram no País a busca por alguém que resolva os problemas do dia para a noite. Todo sonho messiânico é poderoso e irrealista. Ele aparece no Bolsonaro e no Lula.”

    -Como todo POLÍTICO CORRUPTO, acusa a indignação nacional com a corrupção e com a impunidade, filhas do PT e do PSDB (pais das atuais crias do Supremo), como originadas pela Laja Jato.
    -Bandido defendendo bandido. Só isso. O resto é poesia.

  10. Arida falou que Bolsonaro não vai privatizar a Petrobrás, Banco do Brasil e Caixa Econômica.
    Mas Alkimin vai ?
    Em 2006 no debate, quando Lula justificou que tinha tirado dinheiro do Tesouro para o Fundo de Pensão do Funcionários da Petrobrás, Alkimin ficou quietinho ( pra não perder os votos dos petroleiros/mas perdeu os votos dos brasileiros).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *