Pesquisa Datafolha explica as razões que estão levando o PT a insistir em Lula

Resultado de imagem para lula candidato charges

Charge do Iotti (Zero Hora)

 

Flávio Freire
O Globo

A pesquisa Datafolha explica em números o motivo pelo qual o PT mantém a ideia de que o ex-presidente Lula deve ser o candidato à eleição em outubro. Por mais que se esforce, o partido não conseguiu acender em suas fileiras internas a luz de nenhum outro poste – metáfora usada pelo próprio ex-presidente ao se referir a petistas que se lançaram candidatos com o carisma de uma barra de concreto. Ao avaliar o cenário sem Lula, mas com o ex-prefeito paulistano Fernando Haddad, a chance do PT cai, atualmente, de 30% para 1%.

Para melhorar esse desempenho, segundo os eleitores, o PT depende novamente de seu único pré-candidato, preso desde 7 de abril. Se Lula indicar um nome, 30% dos eleitores se dizem dispostos a votar nessa pessoa. Acontece que nem Lula nem a direção do partido estariam convencidos de que este ou aquele estão prontos para disputar a sucessão de Michel Temer. Alguns por conta de envolvimento na Lava-Jato, outros porque os próprios colegas de legenda torcem o nariz.

SEM DEFINIÇÃO – Dada essa situação, o PT, ao que tudo indica, deve arrastar até agosto qualquer definição mais pragmática. E são as incertezas no universo petista que aumentam o balão de ensaio de outros partidos.

Em ninho tucano, Geraldo Alckmin chegou a ameaçar que o partido escolhesse outro presidenciável caso seu nome não estivesse agradando. Marina Silva (Rede), por sua vez, tem na manga a carta de que não foi alvo de denúncias de corrupção, embora os chamados marineiros ainda não tenham digerido o apoio dela ao tucano Aécio Neves no segundo turno em 2014.

No PDT, há quem aposte que Ciro Gomes deveria ser o pivô de uma candidatura de centro para tentar aplacar quem aparece com melhor desempenho depois de Lula, o deputado Jair Bolsonaro. Não apenas os pedetistas fazem essa aposta. Mesmo ainda abaixo da linha de popularidade de Marina, Ciro é observado à distância pelo ex-presidente Lula. A interlocutores, o petista tem pedido para que o PT faça uma espécie de pacto de não-agressão com Ciro.

APOIO A CIRO – Numa livre interpretação, houve quem entendesse o recado como a grande chance de o PT voltar ao poder, desta vez, pelas vias da vice-presidência. Com o nome de Haddad na lista de seus possíveis substitutos, o ex-presidente parece estar avaliando dois cenários para dar uma tacada final. Primeiro, até que ponto sua dívida com a Justiça impedirá qualquer movimentação eleitoral. Depois, a possibilidade de Ciro abraçar o PT.

Até lá, os petistas dão como certo apenas um cenário: Lula continuará dando as cartas.

12 thoughts on “Pesquisa Datafolha explica as razões que estão levando o PT a insistir em Lula

  1. Volto a questão que abordei o outro dia. Dar espaço,palanque e comunicação direta diária com mundo a um criminoso condenado não transforma o jornal em cúmplice?? O que querem enganar o povo,tumultuar a eleição,gerar fato consumado para burlar a lei ou todos os três juntos? Quem participa disso não é criminoso também?? Por que no Brasil nunca de da nome certo as coisas? Vivemos num infindável faz-de-conta????? Associação com o crime para conquistar a presidência e uma brincadeirinha inocente???? Pobre país e pobres de nós bestas assistentes

  2. E quanta gente está vivendo do dinheiro roubado? Eles, têm que trabalhar para justificar o do final-do-mês. E, jornalista comprado é assim, mente sem a menor cerimônia.

  3. Lula continuará dando as cartas.

    Pelo que sabemos , percebemos ate mesmo neste blog, muito facilmente comprovamos que petista, socialista, comunistas, praguistas etc NUNCA mudam de opinião, por mais explícitos que sejam os erros , os crimes, as incompetências de seus lideres.
    Ora então temos uma massa que varia entre 10 e 15 % do eleitorado nesta condição.
    Se as pesquisas indicam em torno de 65% sem candidato definido, chegamos facilmente ao eleitorado dos istas.
    30 % de 35% são 10,5% que SEMPRE vão votar no que o grande imã mandar, porque sua imbecilidade ou incapacidade de perceber algo fora de sua crença ou sua vocação para o crime, não lhes permite enxergar outra opção.
    Então como é que continuamos dando publicidade a esta pesquisa?
    Lembrem as vitórias de lula, a de Dilma (o poste ideal, no auge da euforia petista) nunca foram no primeiro turno e em 2014 , por estreita margem (sai pra lá suspeita de fraudes ora, bolas..) então como é que agora tem , da prisão 30 % do eleitorado?
    Com todo mensalão, com toda lava jato, o PT E lula ESTÃO MAIS FORTES????
    Vamos conscientemente e sem protestar para o precipício?

    Como é que se pode dar seriedade e falar, falar, induzir o povo, gastar tempo e espaço, comentando uma pesquisa criminosa, induzida, mal feita e pessimamente comentada?

    Nenhum jornalista percebe isso?

    Se percebe por que continuam fazendo o jogo que só interessa ao PT, a bagunça, ao conflito, a incerteza do futuro?

    O futuro do Brasil pode, seriamente ser alguém do PT ou que tenha passado perto deles?

    Então realmente a saída é o aeroporto ou o suicídio.

    • Eles farão o diabo para se manter no poder. STF “legislando” contra voto impresso, pesquisas aonde não se mostram as cidades aonde foi sorteada a amostragem, manchetes deturpando o conteúdo da notícia e por aí vai.

  4. Os caciques petistas estão certo! No baralho e na política, muitas vezes, o poder dissuasivo de um blefe impressiona mais do que se fosse um trunfo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *