Petistas querem que partido mostre só Lula, e não Haddad, no programa de TV

Resultado de imagem para mascaras de lula na convenção

Haddad ficará escondido por trás da máscara de Lula

Mônica Bergamo
Folha

O formato do programa eleitoral do PT, que irá ao ar a partir do dia 31, já gera divergências no partido. O grupo que resistia à indicação de Fernando Haddad como vice acha que as primeiras propagandas devem mostrar exclusivamente a imagem de Lula. Só assim, argumentam os favoráveis à tese, a legenda evitará que a candidatura do ex-presidente seja esvaziada antes da hora —ou seja, antes de setembro, prazo final para a substituição dele na cabeça da chapa. 

Enquanto isso, a vida segue. Mesmo sem a participação de Lula no debate, a TV Bandeirantes deu ao PT sete credenciais para que convidados do partido ocupem lugares na plateia. E Haddad, que pretendia participar do debate, foi convidado para dar entrevista ao programa “Canal Livre”, da Band, no dia 19. Ele já tinha sido chamado por coordenar o programa do petista.

ALA JOVEM – A confirmação da chapa Haddad-Manuela D’Ávila (PCdoB) gerou preocupação no PSOL. Os dois teriam boa inserção no eleitorado jovem, universitário e de esquerda —justamente o campo em que o presidenciável do partido, Guilherme Boulos, poderia crescer.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
E o PSOL, surgido das entranhas do PT no episódio da expulsão de parlamentares que votaram a reforma da Previdência em 2003 e que ganhou força em 2005 com a choradeira dos deputados refratários ao mensalão, agora ficou num impasse, com uma candidatura própria radical, que remete o partido a uma esquerda envelhecida e ultrapassada, para sepultar os sonhos de crescimento da bancada do partido. (C.N.)

6 thoughts on “Petistas querem que partido mostre só Lula, e não Haddad, no programa de TV

  1. “A ideia era tirar Lula do processo eleitoral”, diz ex-diretor da PF

    Foram com sangue na boca. A ideia era tirar Lula do processo eleitoral. Para julgá-lo rapidamente, o tribunal furou a fila. Antes do processo do tríplex, havia mais de cem casos esperando para entrar na pauta.

    https://goo.gl/FR2SPs

  2. O Machiavel em compota, de Garanhuns, fez toda uma manobra suja e rasteira, traindo os próprios companheiros, apenas para esvaziar a candidatura do Ciro Gomes.

    Mas antes já tinha colocado um cavalo de Tróia nas hostes do PSOL, que teria potencial para crescer eleitoralmente com o desgaste do PT. Boulos tá a serviço de Lula, sem dúvida, descaracterizando o partido como uma alternativa de esquerda diferenciada e fazendo prevalecer a imagem de puxadinho do PT, o que implica numa perda de votos, certamente.

    O lulopetismo e essa aberração política, moral e humana, que produziu como líder, com a anuência do serviço de inteligência da Ditadura, não tem mais nada de si pra oferecer a sociedade, então só faz política intervindo nas posturas e condutas dos outros.

    Se ainda houver um mínimo de racionalidade no processo social e político no Brasil, deverão ser relegados às margens da História. Que caminha lenta, é verdade, e isso ainda vai levar um tempo, infelizmente.

  3. A propósito, registro a declaração de Roberto Requião em seu twitter:

    “A negativa de legenda para Vanessa Grazziotin concorrer ao senado pelo Amazonas por parte do PT é abominável, Biblicamente abominável”.

    E Celso Amorim, sobre o acordo entre PT e PSDB, afirma que exigiu “sacrifícios dentro do PT” que ele “talvez possa lamentar”. O “talvez”, no caso, é só uma forma de dourar a pílula, obviamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *