Petrobras enfim começa a afastar executivos corruptos

Deu em O Tempo
Após investigações internas, Petrobras determinou a saída de executivos da Diretoria de Engenharia na noite desta terça-feira (18). O setor é onde acontecem as contratações e licitações das empreiteiras. As informações foram divulgadas pelo jornal “Folha de S.Paulo”.As demissões são resultado das sindicâncias que acontecem dentro da estatal, para apurarem os casos de corrupção envolvendo membros da Petrobras e executivos.De acordo com a “Folha de S.Paulo”, um dos demitidos pela empresa pode ser o gerente geral da Abreu Lima, Gauco Colepicolo. Funcionários ligados ao ex-diretor Renato Duque e ao ex-gerente executivo Pedro Barusco também estão na lista de demissão, segundo informaram, anonimamente, membros da empresa ao jornal paulista.

Os ex-diretores Paulo Roberto Costa (Abastecimento) e Renato Duque (Engenharia) são acusados de participar do esquema de fraude envolvendo empreiteiras, dentro da Petrobras. Em acordo de delação premiada, Paulo Roberto Costa confirmou o repasse de 1% a 3% do valor dos contratos em propina. Duque está preso e nega envolvimento. A Petrobras ainda não se manifestou sobre as demissões.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOGOs jornalistas estão falando equivocadamente em demissões. O que está acontecendo é que a Petrobras está apenas afastando do cargo os executivos já comprovadamente envolvidos na corrupção, segundo as auditorias internas. Eles não foram demitidos e continuam nos quadros da empresa. Até quinta-feira, antes da nova fase da Operação Lava Jato, a presidente Graça Foster insistia em dizer que as auditorias não tinham comprovado irregularidades. Como sempre, Graça Foster estava mentindo. (C.N.)

 

3 thoughts on “Petrobras enfim começa a afastar executivos corruptos

  1. A Graça Foster, que pode não estar falando isto tudo que fala de graça, não é mesmo uma graça?
    No fim nós, que pagamos estas e tantas outras contas, é que achamos tudo muito sem graça, aproximando-se mesmo de verdadeira desgraça.

  2. Não há como discordar da nota da redação do blog feita pelo Moderador, jornalista Carlos Newton, até porque a matéria salienta que a Petrobras ainda não se manifestou sobre as demissões; permita-me:

    “NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG – Os jornalistas estão falando equivocadamente em demissões. O que está acontecendo é que a Petrobras está apenas afastando do cargo os executivos já comprovadamente envolvidos na corrupção, segundo as auditorias internas. Eles não foram demitidos e continuam nos quadros da empresa. Até quinta-feira, antes da nova fase da Operação Lava Jato, a presidente Graça Foster insistia em dizer que as auditorias não tinham comprovado irregularidades. Como sempre, Graça Foster estava mentindo. (C.N.)”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *