Petrobras está cada vez mais viável, e a venda de seus ativos será criminosa

Resultado de imagem para petrobras

Custo do Pré-sal: apenas 8 dólares por barril

Cláudio da Costa Oliveira
Site da Aepet

O primeiro Plano de Negócios e Gestão elaborado pela atual administração da Petrobras cobria o período de 2017 a 2021. O quadro de Usos e Fontes apresentado neste Plano mostrava uma geração operacional de caixa de US$ 158 bilhões, já descontados os dividendos pagos, conforme vemos a seguir:

Na época do seu lançamento nós criticamos muito o fato do plano prever vendas de US$ 19 bilhões de ativos e utilização de apenas US$ 2 bilhões do caixa sendo que no início de 2017 a empresa dispunha de US$ 21 bilhões em caixa e tinha a receber US$ 6 bilhões da Eletrobras e US$ 11 bilhões referentes à vendas de ativos feitas em 2016.

EMPRESA SÓLIDA – Portanto, já naquela época o próprio plano mostrava que não havia qualquer necessidade financeira que justificasse a venda de ativos.

Os US$ 158 bilhões de geração operacional de caixa previstos para este período significavam uma média de US$ 31,6 bilhões por ano, já descontados os dividendos, conforme informado.  No período 2012/2016 a geração operacional de caixa da Petrobras girou em torno de US$ 26 bilhões sem descontos de dividendos.

Assim, mesmo o Plano não mostrando detalhes, podíamos imaginar que na ponta (2021) a geração operacional de caixa da companhia deveria estar girando em torno de US$ 35 bilhões.

UMA SURPRESA – Para nossa surpresa, a apresentação do segundo Plano da atual administração, cobrindo o período 2018/2022, o quadro de Usos e Fontes mostrava uma geração operacional de caixa de apenas US$ 142 bilhões, uma queda de US$ 16 bilhões em relação ao plano anterior (US$ 158 bilhões).

Ora, a diferença entre um Plano e outro foi a retirada do exercício de 2017 e a inclusão do exercício de 2022. Ou seja a retirada de um exercício com geração operacional de caixa girando em torno de US$ 26 bilhões (2017) e a inclusão de um exercício com geração operacional de caixa girando em torno de US$ 35 bilhões, uma diferença de US$ 9 bilhões.

Sendo assim, a geração operacional de caixa no Plano 2018/2022, dentro da normalidade, deveria ser de US$ 167 bilhões (158 + 9). Ou seja, US$ 25 bilhões superior aos US$ 142 bilhões apresentados.

SEM EXPLICAÇÃO – Nenhuma explicação foi dada para justificar esta diferença, que a nosso ver pode ter sido causada por uma premissa de excessivos valores sendo distribuídos aos acionistas (dividendos). Levantamos esta hipótese, baseada no fato de que em 2017 a BR Distribuidora entregou aos acionistas 95% de seu lucro, o que é inédito na história da Petrobras.

Mas o quadro de Usos e Fontes mostra também vendas de ativos no montante de US$ 23 bilhões, sem nenhuma utilização do caixa da empresa que no final de 2017 era de US$ 22 bilhões e a empresa tinha ainda a receber os US$ 6 bilhões da Eletrobras e US$ 8 bilhões da venda de ativos feitas em 2016.

Mais absurdo ainda é quando olhamos no lado dos Usos e vemos uma aplicação de US$ 8,1 bilhões no caixa da empresa. Ou seja estão vendendo ativos para aumentar o caixa, que já era enorme.

SEM JUSTIFICATIVA – Portanto, o caixa que estava em US$ 22 bilhões será aumentado em US$ 8,1 bilhões, além dos US$ 6 bilhões a receber da Eletrobras e os US$ 8 bilhões de venda de ativos em 2016, sem contar os US$ 25 bilhões que sumiram (foram mesmo dividendos?)

O fato é que não dá mais para esconder os resultados dos investimentos feitos no período 2009/2014 que agora começam a aparecer. Não tem mais como justificar venda de ativos.

A atual administração vai lançar até o final deste ano um novo Plano cobrindo o período 2019/2023. Esperamos que a palavra “venda de ativos” suma das previsões e os investimentos voltem com força. Vamos aguardar.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
A Petrobras mostra ser uma empresa altamente viável e competitiva. Extrai óleo no Pré-sal a apenas 8 dólares o barril, rivalizando com a Arábia Saudita, com 7 dólares. A venda de seus ativos foi uma decisão criminosa da gestão de Pedro Parente, que foi operador da chamada “privataria tucana” na era FHC. E agora a atual gestão quer continuar tocando o mesmo esquema entreguista que os governos do PT herdaram de FHC e mantiveram em ação, comprovando a tese de que só mudaram os cavalos, mas os cochos em que se alimentam ainda são os mesmos. (C.N.)

41 thoughts on “Petrobras está cada vez mais viável, e a venda de seus ativos será criminosa

  1. Alguns tentam falsear a realidade igualando a gestão do PT com a do PSDB no que tange a Petrobras, mas a Petrobras foi sim fortalecida na gestão do PT.

    Entre 1995 e 2002, os tucanos quebraram o monopólio estatal do petróleo, entregaram 35% das ações da Petrobrás ao mercado e à Bolsa de Nova Iorque, sucatearam, fragmentaram e chegaram a privatizar parcialmente a empresa, que teve, inclusive, o nome alterado para Petrobrax (a um custo de R$ 50 milhões). Além disso, os tucanos afundaram a P-36, demitiram e puniram centenas de petroleiros, arrocharam o salário da categoria, tentaram acabar com a livre negociação coletiva, reduziram à metade os efetivos e cortaram diversos direitos dos trabalhadores.

    A situação de sucateamento da Petrobrás e de precarização dos direitos só começou a ser contornada a partir de 2003, quando a empresa começou a ser fortalecida, voltou a crescer, houve a descoberta do pré-sal e é hoje a empresa que mais investe no Brasil. Se antes as plataformas e navios eram comprados no exterior, hoje temos um programa de nacionalização de encomendas que gera empregos e renda no país.

    Em 2002, o Brasil produzia 1 milhão e 500 mil barris por dia. Em 2012, saltou para 1 milhão e 980 mil barris por dia. Vamos então à comparação quanto às reservas provadas: de 11 bilhões de barris equivalentes de petróleo (BOE) em 2002 para 15,7 bilhões de barris de óleo equivalente de petróleo em 2012. Nada, nada que se compare, por óbvio, favorece a gestão temerária e irresponsável do tucanato à frente da Petrobras. Receita, o tucanato gosta muito de falar em receita. Aí é um escândalo: lá, em 2002, era de R$ 69,2 bilhões; em 2012, saltou para R$ 281,3 bilhões.

    Sob quaisquer aspectos, os anos dos governos Lula/Dilma foram superiores em relação à Petrobras.

    • Alex, Alex, tu mentes muito!

      Em 2014, a cotação da Petrobrás valia pouco mais de 90 bilhões, depois que se descobriram os roubos perpetrados pelo PT na estatal!

      A empresa teve a sua ação desvalorizada em 90% do que valia!!!

      Assim não vale, isso é o que chamam de fake news ou notícias falsas, melhor.

      Agora, tens razão em um detalhe que mencionaste:
      Lula e Dilma foram mesmo superiores à Petrobrás, sim, em face dos roubos que praticaram contra o povo e país, muito maior do que o valor da estatal!!!

      • Boa Tarde Bendl,

        No setor privado existe uma transparência que permite conhecer a verdadeira situação econômica da empresa.

        No setor público, certamente por interesses escusos, vivemos uma confusão permanente de números.

        Não estou sendo específico em relação a Petrobrás, mas também à Previdência Social, que uns dizem que tem déficit e outros que tem superávit.

        De outro lado temos a dívida pública federal e seus encargos, que segundo os sites especializados são rolados, não se paga os juros porque estamos em déficit primário.

        Eu acredito que esses assuntos jamais são explicados com clareza pela mídia e só os técnicos conhecem a realidade.

        Os políticos mais confundem do que explicam sobre tudo isso.

        • Hipólito,

          BOA TARDE!

          Tens plena razão.
          Quando que tivemos algum parlamentar que dissesse a verdade?!

          Quando que um membro do Executivo esclareceu pontos obscuros sobre a administração?

          Ah, ironicamente, para lembrar, pois a maioria talvez até nem saiba desta existência, temos um Ministério da … Transparência!

          Só pode ser piada.

          Abraços.

      • Francisco, ele como todo petista esconda dados, não fala que em 2010 foi injetado na empresa R$ 120 bilhões de reais, ou U$ 70bilhões de dolares na epoca, ao preço de R$ 29,00 reais a ação; e hoje esta a R$ 19,00. Quem investiu, ainda esta no prejuizo.

        • Amigos
          Eu voltei!
          Mais um debate estéril e sem perspectivas.
          De um lado querem vender. Ganham comissão e ficam ricos. Alguém toma posse de mais um’pedacinho” do nosso país.
          Do outro, não vendem, mas roubam. Defendem a empresa para uso deles – dos ladrões.
          No meio, um povo de merda que não sabe nada, só repete besteiras.
          Solução? No momento atual, não existe. mesmo que apareça uma boa ou ótima, colocando nas mãos dos ladrões, será escondida. E se perguntar ao povo, responderá o que os mentirosos vivem dizendo.

          Está na hora das pessoas inteligentes e de boa índole pararem de falar e fazerem o que tem de feito.

          Abraço.
          Fallavena

        • Alex Moura, meu prezado,

          E vai falar por quê?!

          Dados que não interessam ao PT, e que seriam de grande valia para o povo, é como disse Ricúpero no passado:
          o que é ruim a gente esconde!

          Abraços.

    • A gestão do PT só fez caca. O presidente na época era um ignorante 5 estrelas, um ladrãozinho ordinário. O mundo bombou nessa época mas o Brasil ficou na janela a ver o progresso passar. Dá nojo qualquer tentativa de atribuir ao governo do ladrãozinho e da Tresloucada qualquer progresso ou lucidez. Por mim, se fosse legal, amaria vê-los no pelourinho para pagar com chicotadas o mal que fizeram só país.

  2. A empresa é tão sólida que se o Pedro Parente não tivesse arrochado os preços a Petrobrás ainda estaria na enfermaria da economia. Na verdade a Petrobrás continua vivendo do contribuinte brasileiro.
    O que a turma da Aepet tem, é um medo danado do que vem com a privatização que vai significar o fim das mordomias e da acomodação.

  3. Todo o investimento em prospecção, refino e aumento de capacidade de uma petroleira é calculado com uma visão de 10 anos. O Lula e a Dilma trabalharam com aquilo que já estava nos planos quando o FHC entregou a presidência para o PT. Quem não fez plano nenhum a não ser de roubar o caixa da Petrobrás, foi o PT. Não se iludam com as falsas vestais, pois elas são apenas comedoras de mortadela.

  4. A questão é simples: o que eu, cidadão brasileiro, estou ganhando com esse tal “o petróleo é nosso”? Pelo valor do combustível que pago, se tiver alguém ganhando não sou eu!

    • Os mortadelas, publicadores de fake news, ladrões e corruptos do PT mostram a sua face.
      Melhor assim, sabemos quem são os saqueadores do dinheiro público.

    • Tudo bem Alex?

      Você citou a palavra nacionalista e eu acho que o Brasil não mais isso há muitos anos.

      O que vemos são entreguistas de todos os lados.

      Quando não são entreguistas no sentido de vender a Petrobrás, o que temos são políticos saqueadores.

      Saudações.

  5. Também sou contra a venda das nossas matérias primas a preço de banana. No entanto, a Petrobrás e seus administradores fazem um rôlo danado, todo mundo sabe que dá para ganhar lucros extratosféricos, com um mínimo de administração e sem espoliar os clientes brasileiros, e ela fica o tempo todo patinando patinando patinando, escorregando na maionese. Vai ser mal administrado assim na Venezuela. Esses presidentes, gerentes, administradores são os mais sem noção que existem no mundo.

  6. O articulista é tão comunista que fala em dividendos em excesso. O cara não entende o que é o mercado, o acionista coloca dinheiro na empresa e quer receber seus dividendos como em qualquer democracia. Deveria se mudar para a Venezuela, lá o Maduro quer usar até criptomoeda. É muita cara de pau de comunista, acabou com o país, a população está 50% mais pobre e o cara vem falar em controlar a inflação com bitcoin. Tem que ser muito vagabundo. O articulista caberia bem na Venezuela de Maduro. Quer manter Estatal afinal a teta não pode secar.

  7. Apareceu o candidato do PT a presidente e chama-se Ciro Gomes e, já veio rasgando elogios ao José Dirceu. Quem tinha dúvida, agora tem certeza de que lado o Ciro trabalha.

  8. Uma parte significativa da crise é causada pela guerra política pára derrubar o PT e impedir sua volta ao poder, capitaneada por Aecio, Temer, FHC, Pedro Parente e a Lava-jato tucana de Curitiba.

    A economia só não esta pior por conta da guerra política, pois os fundamentos econômicos do Brasil deixados por Dilma são sólidos.

    • Qual foi a ração de mortadela, hoje? Estava contaminada com algum alucinógeno ou é pura demagogia, mesmo? Não houve guerra política, porque para se derrubar ladrões, basta a Constituição. Guerra existe em Cuba, Venezuela e Nicarágua.

    • Alex a ideologia tem limites. Não seja leviano, Dilma foi a pior coisa que apareceu no país nos últimos quinhentos anos. No mundo só perde para o Maduro. Ela não consegue articular uma frase simples e fazer uma conta simples de matemática.

  9. A Petrobrás tem que ser totalmente vendida. Porque somos um país de governantes pilantras. E então não podemos mais correr riscos de termos uma petroleira à mercê de políticos ladrões das mais diversas ideologias.

  10. Alex Cardoso; quem dá as ordens não sei.
    Só sei que as obras começaram a ser enviadas para o exterior na gestão da comadre da Dilma Engª Graça Foster e começou-se a desmobilizar os estaleiros nacionais.
    Craro, que se Doe todo o óleo, desde que se verticalize os meios de produção aqui no Brasil.
    Japão já está na quarta fase industrial e ainda tem grande potencial de montador de navios fora a imensa industria de navipeças a Coreia idem. A China está investindo pesado na obtenção de tecnologia offshore e enquanto isto, temos “todos” os estaleiros parados ou trabalhando com menos da metade da capacidade e uma industria de navipeças que já foi forte em São Paulo, arrasada.
    Veja quanto foi investido na formação de mão de obra que agora vende “quentinha” ou planta capim para boi ou fabrica comida light artesanal e outras novidades que a plim plim diz que é o novo ramo de atividade do futuro.

  11. Privatizem enquanto o sunk cost não aumenta. Basta de blá-blá-blá, basta de estatais para encher o rabo dos apadrinhados e compadres. Ao inferno as estatais.

  12. Eu não sei o que fazer, mas precisamos estancar este “sucateamento” do Brasil.
    Ou por outra sei sim; com muita preocupação vou votar no Jair Bolsonaro.
    PS: Preocupação não com ele e sim com a canalhada instalada no legislativo e judiciário o que pode levar a uma “Radicalização” no próximo governo e por isto eu defendi e defendo uma intervenção das FFAA, com passagem de volta para a democracia em no mínimo 05(cinco) anos para “limparmos” este pais.

  13. E quando será que os responsáveis serão responsabilizados?
    E o caso Passadena, como e por onde anda
    A ex-presidente e os conselheiros de merda que a empresa teve serão também chamados na “chincha”.
    Enquanto não esclarecidos os fatos, é difícil aceitar algo de novo.
    Fallavena

  14. Entro no posto de gasolina e falo para o frentista:

    “Por favor amigo pinga R$ 150,00 da gasolina mais cara e vagabunda do mundo”.

    Em pouco tempo ligo o meu carro e saio sorridente gritando e batendo no peito:

    “VIVA A PETROBRAX O PETRÓLEO É NOSSO!”

    —————————————————–

    Desligo agora o modo idiota e masoquista.

  15. Apenas os desinformados os cínicos e os viralatas desejam a desnacionalização da Petrobrás.

    Aposto que os desinformados sao maioria.

  16. Alex Cardoso,

    Além da maioria ser desinformada, ela também foi roubada pelo PT!!!

    Irônica e debochadamente, tu também estás pagando caro pela gasolina, de modo a compensar os prejuízos que a quadrilha que simpatizas ou, lá pelas tantas, participas, ocasionou ao povo e país!!!

  17. Os aumentos absurdos no preço da gasolina e diesel praticados pelo tucano Pedro Parente serviram principalmente para disseminar ódio contra a Petrobras, favorecer o discurso falacioso que a empresa estava quebrada e os altos ganhos dos especuladores.

    Quem preza pelo patrimônio do povo e pela soberania do Brasil não cogita em nenhuma hipótese a desnacionalização da empresa.

    • Os aumentos absurdos foram para pagar a conta da roubalheira durante o governo petralha que elevou a dívida para meio trilhão de reais e ainda por cima grande parte indexada ao dólar. Parceira MDB e petralhas, quase destruíram a empresa e a petralhada ainda fala em petróleo é nosso. Piada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *