Petroleiros conquistam primeira vitória no Supremo contra privatização da Petrobrás

Em ano de recordes de produção de petróleo, Petrobras mantém refinarias  ociosas

Patrimônio da Petrobras está sendo vendido em fatias

Deu no Mundo Sindical

Os petroleiros conseguiram dar um importante passo para evitar que a Petrobrás seja privatizada sem licitação e sem autorização do Congresso Nacional, como querem o presidente da estatal Roberto Castello Branco e o governo de Jair Bolsonaro (ex-PSL).

Na sexta-feira (18), no julgamento da medida cautelar na Reclamação nº 42.576 no Supremo Tribunal Federal (STF), o relator da ação, ministro Edson Fachin, atendeu ao pedido das Mesas do Senado Federal e da Câmara dos Deputados, para que seja concedida uma liminar que paralise imediatamente as privatizações das refinarias da Petrobras.

OBRIGATORIEDADE – O pedido das mesas do Congresso Nacional junto ao Supremo foi feito graças à atuação da CUT, demais centrais e da direção da Federação Única dos Petroleiros (FUP), que durante a greve de fevereiro deste ano, se reuniram com os presidentes das Casas, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e David Alcolumbre (DEM-AP) e demonstraram que o governo federal estava burlando a decisão do próprio Supremo, de que a Petrobras não poderia ser vendida sem autorização do Congresso Nacional.

A manobra do governo e da direção da petrolífera consiste em transformar as refinarias em subsidiárias, desmembrando a empresa-matriz para vender seus ativos. Em 2019, o Supremo havia liberado a venda de subsidiárias sem consulta legislativa, mas não liberou a venda da matriz.

PRAZO ATÉ O DIA 25 – Como se trata de julgamento por sessão virtual, os ministros têm até o próximo dia 25 (sexta-feira) para apresentarem seus votos. Caso eles sigam o voto do relator, a venda das refinarias da Petrobras poderá ser suspensa.

Apesar da vitória inicial, pois ainda se trata de decisão liminar, e não de decisão final do processo, ou seja, de mérito, os petroleiros comemoram a primeira vitória da categoria.

O coordenador-geral da FUP, Deyvid Bacelar, lembra que a categoria precisa ainda lutar e, por isso, no próximo dia 25 haverá atividades nas bases operacionais e nas redes sociais para que o STF atue em defesa da Petrobras.

BURLAR DECISÃO DO STF – “Felizmente o ministro Edson Fachin percebeu que o governo quer burlar a decisão do Supremo e vender a Petrobras sem passar por um processo licitatório transparente e sem aval do Congresso Nacional”.

“Esperamos que os demais ministros sigam Fachin, tendo em vista a própria decisão do STF que proibiu a venda da empresa-matriz”, completou o dirigente da FUP.

O advogado Angelo Remedio, do escritório Advocacia Garcez, que trabalha nas ações contra a privatização, diz que “uma eventual decisão favorável aos Sindicatos dos Petroleiros (Sindipetros) não significa que podemos baixar nossas armas, porque a Petrobras terá novas iniciativas para privatizar, e uma decisão desfavorável não significa que estamos derrotados, pois há muito trabalho a fazer pela frente”.

CAMPANHA #PETROBRASFICA – Em defesa da Petrobras, a FUP lançou a campanha “Petrobras fica”. A ideia é pressionar os vereadores, prefeitos, governadores, deputados estaduais e federais das localidades de 13 estados em que estão instaladas unidades da Petrobras, para impedir que a estatal seja vendida, e permaneça com suas atividades apenas no eixo Rio-São Paulo como quer o governo Bolsonaro.

A campanha ‘”Petrobras Fica” já foi lançada em seis estados: Amazonas, Ceará, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Norte e Rio Grande do Sul. Nessess estados, por meio de vídeos, parlamentares e artistas defendem a manutenção da empresa.   

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOGEsse presidente Roberto Castelo Branco é um caso patológico de furor uterino pró-privatização. Deveria ser algemado, diante das câmara de televisão, por crime de lesa-pátria. Mas quem se interessa? (C.N.)

9 thoughts on “Petroleiros conquistam primeira vitória no Supremo contra privatização da Petrobrás

  1. Uma vitória certa e democrático aos petroleiros do Brasil, agora para os Jornalistas a Imprensa – eu defendo o fortalecimento de um Sindicato Forte – temos o Sindicato dos Jornalistas do Município do Rio de Janeiro – fundado em 1954 que eu chamo de Sindicato dos Jornalistas do Brasil ( SJB ) – que já vem fazendo um grande trabalho a favor dos Jornalistas de todo o Brasil – 2020.

  2. Este Sr. Roberto castelo branco – deveria mesmo ser totalmente algemado e colocado no canborão da polícia em frente todas as câmeras de TV ao vivo.

    • Humm. A China que está atrás do Brasil nesse ranking é menos desenvolvida? O Chile é mais desenvolvido que a Alemanha?

    • Os States se especializou em criar empresas estatais com aparência de “empresas privadas”.

      Quer um exemplo?

      Você acredita que a Tesla é uma empresa criada por esse retardado mental do Elon Musk?
      Você acredita que a Microsoft é uma empresa criada pelo Bill Gates?

      Não. Eles não são fundadores ou criadores dessas empresas. Eles são apenas peões do governo norte-americano para que o mundo ache que essas multinacionais estatais pareçam ser empresas privadas.

      Pergunte se Elon Musk e Bill Gates podem vender “suas empresas”.
      Quando uma dessas supostas empresas privadas são negociadas, acontece apenas uma substituição dos peões que foram colocados ali para aparentar serem os donos, como é o caso do Bill Gates, Elon Musk e outros.

      Os “compradores” dessas futuras empresas são os novos peões escolhidos a dedo pelo governo norte-americano para supostamente geri-las.

      O mais engraçado é que os governos como o Chinês já perceberam como é o jogo do governo norte-americano, e agora estão fazendo a mesma coisa.

      A chinesa Huawei é a mesma coisa. Mostra como o governo chinês embarcou nessa onda de empresas estatais com cara de “empresa privada”.

      O que mais me deixa indignado é que aqui no Brasil poderiamos fazer a mesma coisa, mas os nossos governos, políticos, e as nossas FFAA armadas são vira-latas demais para norte-americanos.

      Se os nossos milicos não fossem um bando de entreguistas, mamateiros e patriotas de nação estrangeira, as FFAA brazucas poderiam ser líderes em inovação e tecnologia.

      PS: Olha só outra “empresa privada” norte-americana demonstrando ser na verdade uma empresa estatal daquele governo:

      https://twitter.com/AnonymousAtman/status/1304083538854240256

      A Amazon tem um “ex” agente da NSA no seu conselho de administração. Não é por nada, mas essa é uma bela dica de como Jeff Bezos virou o homem que é hoje.

      Nós brasileiros que temos uma elite de trouxas, que vendem tudo.

  3. Só quem ganha com a Petrobrás estatal são seus privilegiadíssimos funcionários. O povo brasileiro que a banca, que se dane, consumindo gasolina de péssima qualidade, não é mesmo CUT e que tais?

    • Gasolina de péssima qualidade? Quanto é cobrado o litro da gasolina na refinaria? Qual o peso dos salários nas despesas da empresa?

    • Os States se especializou em criar empresas estatais com aparência de “empresas privadas”.

      Quer um exemplo?

      Você acredita que a Tesla é uma empresa criada por esse retardado mental do Elon Musk?
      Você acredita que a Microsoft é uma empresa criada pelo Bill Gates?

      Não. Eles não são fundadores ou criadores dessas empresas. Eles são apenas peões do governo norte-americano para que o mundo ache que essas multinacionais estatais pareçam ser empresas privadas.

      Pergunte se Elon Musk e Bill Gates podem vender “suas empresas”.
      Quando uma dessas supostas empresas privadas são negociadas, acontece apenas uma substituição dos peões que foram colocados ali para aparentar serem os donos, como é o caso do Bill Gates, Elon Musk e outros.

      Os “compradores” dessas futuras empresas são os novos peões escolhidos a dedo pelo governo norte-americano para supostamente geri-las.

      O mais engraçado é que os governos como o Chinês já perceberam como é o jogo do governo norte-americano, e agora estão fazendo a mesma coisa.

      A chinesa Huawei é a mesma coisa. Mostra como o governo chinês embarcou nessa onda de empresas estatais com cara de “empresa privada”.

      O que mais me deixa indignado é que aqui no Brasil poderíamos fazer a mesma coisa, mas os nossos governos, políticos, e as nossas FFAA armadas são vira-latas demais para norte-americanos.

      Se os nossos milicos não fossem um bando de entreguistas, mamateiros e patriotas de nação estrangeira, as FFAA brazucas poderiam ser líderes em inovação e tecnologia.

      PS: Olha só outra “empresa privada” norte-americana demonstrando ser na verdade uma empresa estatal daquele governo:

      https://twitter.com/AnonymousAtman/status/1304083538854240256

      A Amazon tem um “ex” agente da NSA no seu conselho de administração. Não é por nada, mas essa é uma bela dica de como Jeff Bezos virou o homem que é hoje.

      Nós brasileiros que temos uma elite de trouxas, que vendem tudo.

  4. Se a CUT é a favor; se o imprestável Rodrigo Maia é a favor; se o inepto Alcolumbre é a favor e se o supremo tribunal de facínoras é a favor, com certeza é uma mutreta para lascar com o povo brasileiro.

    Venda tudo, Bolsonaro!

Deixe uma resposta para Jose Vidal Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *