Piada do Ano: Advogado de Geddel sinaliza que vai alegar maus tratos na prisão

Resultado de imagem para gamil föppel advogados associados

Advogado de Geddel fez denúncia premonitória

Deu em O Tempo
(Agência Estado)

O advogado de defesa do ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB-BA), Gamil Föppel, afirmou, nesta segunda-feira, dia 3, que o peemedebista foi “injustamente enredado no bojo da Operação Cui Bono” e que “deposita sua integridade física nas mãos da autoridade policial”. Geddel foi preso pela Polícia Federal na Bahia por determinação do juiz federal Vallisney de Oliveira, da 10ª Vara do Distrito Federal. A detenção é de caráter preventivo e tem como fundamento elementos reunidos a partir de informações fornecidas em depoimentos recentes do doleiro Lúcio Bolonha Funaro, do empresário Joesley Batista e do diretor jurídico do grupo J&F, Francisco de Assis e Silva, sendo os dois últimos, em acordo de colaboração premiada.

No pedido enviado à Justiça, os procuradores afirmaram que Geddel tem agido para atrapalhar as investigações. O objetivo de Geddel seria evitar que o ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e o próprio Lúcio Funaro firmem acordo de colaboração com o Ministério Público Federal.

OBSTRUÇÃO À JUSTIÇA – Segundo os investigadores, Geddel tem atuado claramente no sentido de assegurar que ambos recebam vantagens indevidas, além de “monitorar” o comportamento do doleiro para constrangê-lo a não fechar o acordo. Mas o advogado diz o contrário:

“Decerto, diante da ausência de relevantes informações para sua decisão, inexplicavelmente não relatadas na representação policial, a autoridade judiciária infelizmente laborou em erro. Dessa forma, acabou por não considerar que, desde o momento em que o Senhor Geddel Vieira Lima se viu injustamente enredado no bojo da “Operação Cui Bono”, colocou-se à disposição das autoridades constituídas, para apresentar os documentos que lhe fossem solicitados, assim como comparecer a todos os chamados que eventualmente lhe fossem formulados, inclusive abrindo mão dos seus sigilos bancário e fiscal, assim como do seu passaporte”, afirma o advogado de Geddel.

A defesa do ex-ministro ainda reiterou “incompreensão” com a prisão preventiva de Geddel, classificada pelos advogados como “absolutamente desnecessária”. Os advogados sustentam ainda que “Joesley Batista foi enérgico em pontuar que jamais pagou propina (ou qualquer tipo de vantagem indevida) ao Senhor Geddel Vieira Lima”.

“Sabedor da sua inocência e confiante na altivez do Poder Judiciário, o Senhor Geddel Vieira Lima segue inabalável na reparação do cerceamento às suas liberdades fundamentais, registrando que, estando custodiado, deposita sua integridade física nas mãos da autoridade policial”, alega o advogado Gamil Föppel.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOGOs advogados de Geddel podem dizer o que bem entenderem. Mas a realidade é uma só. Geddel deveria ter ficado quieto no seu canto, torcendo para não haver delação premiada do doleiro Lúcio Funaro e do ex-deputado Eduardo Cunha. Mas não resistiu à tentação e decidiu pressionar a mulher de Funaro. Deu tudo errado, Funaro delatou e Geddel já está na cadeia. Quanto ao presidente Temer, se não tivesse foro privilegiado, também já estaria em cana. Por fim, é animador constatar que a economia está descolada da crise política. Nesta segunda-feira, a Bolsa subiu 0,6%, chegando a 63.279 pontos. Nada mal. Hoje, deve cair, mas apenas ligeiramente, porque as altas nos últimos pregões têm sido demasiadas, digamos assim. (C.N.)

4 thoughts on “Piada do Ano: Advogado de Geddel sinaliza que vai alegar maus tratos na prisão

  1. Depois que o mimimi do advogado do Loures naquela sessão do STF, alegando sofrimento pelas condições da prisão, resultou na soltura do homem da mala do Temer, agora cai virar moda esta alegação para se tentar soltar criminosos de alto coturno.
    Pobre Brasil.

  2. No entanto, não conhecia a especialidade de economista de CN, em sua análise dizendo que “Por fim, é animador constatar que a economia está descolada da crise política”, não sei nem o que dizer tamanha incredulidade de quem não conhece ou finge não ver a realidade econômica do país, com 14 milhões de desempregados e sua indústria indo a pico. Sabemos que o principal motivo da crise econômica é política, principalmente, mas alguns, para não darem o braço a torcer, por vaidade, ou outro interesse qualquer, prefere fechar os olhos, e dizer que está tudo bem, mesmo que sua contradição o leve ao ridículo.

  3. Gedell é um infrator quanto mais que assumiu os riscos ao praticar delitos . Seus advogados com tal oratória tentam inverter os valores e faze – lo de vitima , vitima é a nação e a sociedade que a muito convivem com este meliante as soltas assaltando os cofres públicos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *