Piada do Ano! Doria contrata Rodrigo Maia para alavancar sua candidatura à terceira via

Doria e Maia

Dória e Maia, a nova dupla dinâmica da política nacional

Alberto Bombig
Estadão

O deputado federal Rodrigo Maia (Sem partido-RJ) assumirá um cargo no primeiro escalão no governo de São Paulo. Após ter sido convidado diretamente por João Doria (PSDB), o parlamentar será secretário de Projetos e Ações Estratégicas, responsável pelas iniciativas de desestatização, parcerias público-privadas (PPPs) e concessões em andamento no Estado.

Atualmente abrigada sob Planejamento e Gestão, a subsecretaria de Projetos e Ações Estratégicas subirá de prateleira na hierarquia do Palácio dos Bandeirantes para conferir status de secretário a Rodrigo Maia.

RUMO AO PLANALTO? – Porém, para além do caráter administrativo da função, Maia, adversário de Jair Bolsonaro, assim como Doria, facilitará a interlocução do governador de São Paulo com políticos de outros Estados, afinal, sua longa experiência como presidente da Câmara dos Deputados o cacifa para tal missão. Juntos, ambos buscam se fortalecer na tentativa de construir uma alternativa de “terceira via” para as eleições de 2022.

Outra interface do cargo será com o setor produtivo e o mercado financeiro, dos quais Maia se aproximou por ter conduzido reformas importantes no Legislativo. “A experiência do Rodrigo Maia à frente da Câmara fortaleceu nele a capacidade de dialogar com governos, sociedade civil e setor produtivo, com eficiência e credibilidade”, afirmou Doria.

SEM PARTIDO – Após ter deixado a presidência da Câmara, em fevereiro deste ano, Maia tem dividido seus esforços entre fazer oposição a Bolsonaro e buscar um novo partido, pois, após rompimento, foi expulso do DEM, onde construiu sua carreira política.

O candidato de Maia a presidente da Câmara, Baleia Rossi (MDB-SP), foi derrotado por Arthur Lira (Progressistas-AL), apoiado por Bolsonaro. Maia foi traído por membros do DEM, inclusive por deputados ligados ao ex-prefeito ACM Neto, presidente do partido.

Em mais de uma oportunidade, Maia declarou que não medirá esforços para derrotar Bolsonaro nas urnas em 2022. Por isso, é natural que ele passe a integrar o núcleo político de João Doria.

PRÉVIAS NO PSDB – O governador tucano disputa o processo de prévias do PSDB em busca da candidatura presidencial no ano que vem.

A ideia de ambos é romper com a polarização entre Lula, à esquerda, e Bolsonaro, à direita. Doria destaca a importância da gestão Maia na Câmara. Segundo governador, essencial para manter o equilíbrio do estado democrático de direito e evitar rupturas institucionais.

Ao deixar o cargo, porém, Maia foi criticado por adversários do presidente porque não aceitou pedidos de impeachment contra Bolsonaro.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
As notícias estão muito sombrias, é maravilhoso quando surge uma Piada do Ano. Quer dizer que Maia vai ajudar Dória sem se filiar ao PSDB, tipo pistoleiro de aluguel?  “Há-há-há!”, diria Helio Fernandes. E a missão impossível tem prazo de validade – abril de 2022, quando os dois, Doria e Maia, terão de se desimcompatibilizar, se o governador paulista até lá não optar pela candidatura à reeleição... (C.N.)

15 thoughts on “Piada do Ano! Doria contrata Rodrigo Maia para alavancar sua candidatura à terceira via

  1. Esses caras só existem porque tem dinheiro e estão embrenhados na política.

    Na verdade, são dois pedaços de tolete!!

    P.S. Só agradeço muito ao Dória pela iniciativa de ter tomado à frente o projeto da Coronavac.
    Realmente foi primoroso!
    Se não fosse por ele já tinham morrido mais de um milhão de compatriotas.

    Mas também é o único mérito dele.

    De resto, é água de salchicha que conseguiu enquadrar o Genocida.

    Te dou os parabéns por isso Dória, mas não leva o meu voto.

    Só se você for uma terceira via muito forte, porque no ladrão louco e no louco ladrão não voto de jeito nenhum.

    Prefiro um vaidoso ladrão!!

    JL

  2. !!o parlamentar será secretário de Projetos e Ações Estratégicas, responsável pelas iniciativas de desestatização, parcerias público-privadas (PPPs) e concessões em andamento no Estado.”””

    Demais da conta
    Vai colocar a Ratazana para tomar conta do Queijo…..

    eh!eh!eh!eh

    • Pelo menos no Tucanistão eles conseguiram o que dizia o Tucaladrão Assessor para Assuntos de Corrupção do Todo Poderoso Chefão.
      “Nossa meta é ficar 20 anos no poder”.
      Aliás, por aqui nesta Terra Devastada pelos tucanarruptos já passou de 20 anos faz tempo.

  3. O maior malefício da da Ditadura foi acabar com os partidos políticos.
    O MDB como o nome diz é apenas um MOVIMENTO. O PFL com nome sujo na praça virou DEM sem rumo definido.
    O PSDB parecia que se firmaria. Mas brigas infantis e falta de liderança…
    O único partido que é nacional tendo lideranças regionais e nacional é o PT.
    Isso é fato.

    • O PSDB nunca prestou pra nada. Sempre foi um partido de hipócritas e oportunistas. Se Itamar Franco não tivesse feito a besteira de nomear FHC ministro da Fazenda, o PSDB nunca teria vencido a eleição de 1994, o que fez só graças ao uso da máquina pública e ao empenho da grande mídia em favor do “príncipe” D. Fernando Henrique.

      Embora esteja mais que disposto a votar no PT em 2022, confesso que gostava mais do partido como era antes de 2002. antes de sua adesão às práticas neoliberais. Mas a verdade é que agora não há mesmo outra opção.

  4. Coitado do povo paulista, é grande a chance do erário de SP ser levado à bancarrota pela loucura do Dória pelo poder, por vaidade, ambição e interesse pessoal, inutilmente, porque o quadro continua ainda mais petrificado do que 2018 entre o bolsonarismo e o lulopetismo, a menos que já esteja tudo combinado com os russos para tirar o Bolsonaro do páreo, num primeiro momento, como fizeram com o Lula em 2018, face ao tal Acordão por cima, no tapetão, com a capação do Lula num segundo momento. Aí seria mesmo o caso de ruptura, como diz o Bolsonaro, até porque, em sã consciência, ninguém tem mais saco para aguentar calado tramoias tucanas eleitorais, com o povo na certeza de que o bolsonarismo tem que sair, mas o lulismo e o demotucanismo não podem voltar, em que pese a vontade do famigerado PIG mercenário, boca de jacaré, possível jogo de cartas marcadas, com Bolsonaro, Lula, Ciro e cia., no caso, fazendo o papel de otários do demotucanismo, com esse papinho dos mesmos que o alvo da ora a ser derrubado é o Bolsonaro, deixando-se o resto para o futuro que a Deus pertence.

  5. Piada mesmo é ver que a grande imprensa que se autoproclama séria pouco se importa em ver que Doria usar o erário do estado que governa para inventar cargo para alguém que está lá apenas para agir como coordenador de sua campanha presidencial. O artigo acima é um perfeito exemplo disso. Doria é o novo queridinho de plantão da mídia, o herdeiro do manto de príncipe encantado que a grande imprensa havia concedido a Aécio Neves na última eleição em que se pensou que o PSDB tinha chance de vencer. Doria é “O Brado Retumbante 2 – A Missão” da grande mídia, e pra ele não vale questionar nada do que ele faça.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *