Piada do Ano! Nova Constituição de Cuba reconhecerá propriedade privada

Imagem relacionada

Raúl Castro terá um primeiro-ministro

Deu no G1
Deutsche Welle

O governo de Cuba revelou novos detalhes sobre planos para reestruturar seu sistema governamental, tribunais e a economia nacional, através de uma reforma constitucional a ser aprovada pela Assembleia Nacional ainda em julho. A reforma criará o cargo de primeiro-ministro, ao lado do de presidente, dividindo as funções de chefe de Estado e de governo. Fica mantido o Partido Comunista como única força política no país, e o Estado comunista como força econômica dominante.

Passam a ser reconhecidos, todavia, o mercado livre e a propriedade privada na sociedade cubana, e será criada uma nova presunção de inocência no sistema judiciário.

MUDANÇA – A Constituição de 1976, ainda na era soviética, só reconhece a propriedade estatal, cooperativa, de agricultor, pessoal e de sociedade conjunta. A propriedade privada era rejeitada, sendo considerada um resquício do capitalismo.

A proposta de reforma constitucional é descrita na edição deste sábado (14) do diário Granma, do Partido Comunista, devendo ser votada num referendo posterior à aprovação pelo Parlamento. Segundo as autoridades cubanas, a atual Constituição já não reflete as mudanças atravessadas pelo país nos últimos anos.

DIZ O GRANMA – “As experiências adquiridas nestes anos de Revolução” e “os novos caminhos traçados” pelo Partido Comunista são algumas das razões para a reforma da Constituição, lê-se no sumário do Granma. O esboço, elaborado por uma comissão encabeçada pelo ex-presidente e primeiro-secretário do Partido Comunista, Raúl Castro, contém 224 artigos.

A nova Constituição manterá direitos como a liberdade religiosa, e explicitará o princípio da não discriminação devido à identidade de gênero. O texto divulgado no Granma não especifica em que medida o Estado reconhecerá os casamentos entre pessoas do mesmo sexo. 

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Esta reportagem mostra o lado sinistro da revolução cubana. Dizer que vai reconhecer a propriedade privada é uma brincadeira, tipo Piada do Ano… Na antiga União Soviética, a propriedade privada sempre foi reconhecida, tenho em minha biblioteca um livro sobre isso. Também em Cuba a propriedade privada era reconhecida na prática, embora a teoria não o fizesse. Dizer que o regime cubano é marxista é uma Piada do Ano. Não existe marxismo sem liberdade individual e liberdade de imprensa. Marx, infelizmente é o pensador mais caluniado da História. (C.N.)  

10 thoughts on “Piada do Ano! Nova Constituição de Cuba reconhecerá propriedade privada

  1. “Na antiga União Soviética, a propriedade privada sempre foi reconhecida.”

    A nomenklatura sempre teve sua propriedade privada, a população é que não tinha.

    Agora cuba é mais uma experiência socialista que vai deturpar Marx.

  2. AVISO: Este comentário não tem relação com este artigo.

    No seu canal do Youtube, video postado hoje
    https://www.youtube.com/watch?v=J39OLUOSt5o (Sassarico do Bemvindo – A Obra de Arte Inspirada)
    o ator Bemvindo Sequeira critica a mediocridade do mundo de hoje, a péssima qualidade das músicas e toda a cultura dominante. Ele disse que por mais que uma pessoa tenha acesso ao conhecimento, ela tem o livre arbítrio para escolher entre a informação e a burrice.

    Não venho aqui polemizar e sim divulgar o conteúdo desse video que achei muito interessante. Dá prá pensar.

    Mas me chamou a atenção o fato de que um certo tipo de informação que encontramos na web é de pouquíssimo conhecimento da sociedade.

    Recentemente, um membro da Comissão de Orçamento do Congresso reclamou em audiência com parlamentares sobre esse tipo de desinformação. Nesse encontro estavam presentes, dentre outros, um professor emérito da USP, o Secretário do Tesouro Nacional e o Ministro do Planejamento.

    O ponto que quero chegar aqui é que a situação das contas públicas brasileiras é dramático. Não é algo que será equacionado por um governante.

    E nesse ponto, o grande problema são as expectativas que a sociedade tem em relação às próximas eleições e o que será anunciado pelo novo governo, tudo indicando mais cortes de gastos e aumento de impostos.

    É bom prestar muita atenção no Orçamento Geral da União a ser divulgado no final de Agosto próximo.

    Penso que as organizações da sociedade civil devam questionar os candidatos à Presidência sobre como pretendem governar, pois o investimento público é o motor do investimento privado e não existem recursos para isso.

    Não existe nenhum incentivo ao investimento privado de longo prazo no Brasil, considerando-se a situação atual de endividamento brutal das empresas e da sociedade em geral.

    As próximas eleições, nesse sentido, são de interesse exclusivo dos partidos, políticos, marqueteiros e todos os que são ligados a eles.

    Para a sociedade será apenas uma etapa entre o processo de paralisação total em que o Brasil vive e o aprofundamento das reformas de caráter neoliberal que já foram iniciados nesse governo.

    • Bem, pelo menos já temos o conhecimento do que pensa um candidato. Ele vai pagar a dívida pública, pagando. Por isso já podemos imaginar o que vem em outubro. Já existem alguns que dizem que não existe o déficit da previdência, outro promete aumento de salário (na verdade será de impostos e isto reduz o salário) e, por aí vai a carroça. Até agora não ouvi ou li sobre qualquer candidato que proponha sobriedade. Aliás, se alguém propor, não vai ser eleito.

      • Boa Tarde Paulo,

        Veja que todos estão perdidos e ninguém sabe para onde vai. Coitados de nós que continuamos morando nesse país. Solução: ganhar na loteria e ficar rico. Obrigado pelo comentário!!!

  3. Minha opinião é que Marx, em seu ódio à religião, criou esse sopão “engana tonto”.
    Acho que já chega de tentar criar o “verdadeiro” marxismo. Essas tentativas já criaram morte e sofrimento demais.
    Só em Cuba foram 100.000 mortos, a maioria fugindo da pocilga marxista.

    C.N. que me perdoe, por mais “incompreendido” que Marx talvez fosse, já chega de suas ideias. As perversões de um ser humano não podem causar sofrimento eternamente.

  4. Jornalistas adoram Marx pois são muito parecidos.
    Opinam sobre economia, história, política, etc, sem conhecimento profundo.
    Por isso adoram o mestre, que também opinava sobre qualquer assunto, sem saber nada de nenhum.
    E ainda é chamado de filósofo, mesmo tendo sido refutado na teoria e na prática.

    O marxismo não é um conjunto de ideias, mas sim a negação pueril da realidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *