Piada do Ano! Sem apresentar números, Marun diz que criminalidade caiu no Rio

Carlos Marun

Quando não tem notícia, Marun inventa uma novidade

Deu em o Tempo
(Agência Estado)

O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, disse que o governo federal tem “muito a comemorar” na área de segurança, no Rio de Janeiro, apesar do assassinato da vereadora Marielle Franco, na última quarta-feira, 14.

Como exemplo, citou a recente apreensão de armas e de um volume recorde de cocaína, no Porto do Rio. Disse ainda que estatísticas “internas” mostram que a violência no Estado diminuiu desde que foi decretada intervenção no Estado. Ele não informou, no entanto, a quais estatísticas se referiu.

APENAS UM MÊS – “Só um imbecil poderia achar que em um mês (de intervenção federal) poderíamos viver num Rio de Janeiro onde não acontecessem assassinatos”, afirmou, após encontro com o interventor, general Braga Neto.

Segundo o ministro, “a guerra contra o banditismo é uma prioridade para o governo federal”. Por isso, os recursos serão liberados “no devido tempo”. Marun disse não participar das discussões sobre valores e que não está a par das investigações do assassinato de Marielle.

Ainda assim, arriscou um prazo de conclusão das investigações. “Sessenta a 70 dias é o prazo que têm demandado as investigações de crises mais difíceis. Tenho convicção de que nesse prazo, ou em até menos, possamos comemorar o esclarecimento desses brutais assassinatos”, disse na saída do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC).

17 thoughts on “Piada do Ano! Sem apresentar números, Marun diz que criminalidade caiu no Rio

  1. Na Cidade em que sobrevivo, Guapimirm, região metropolitana, desde a intervenção capenga, tem tido assaltos a lojas e pessoas em maior numero, é muita cara de pau, dizer que diminuiu os crimes, as ações desse governo, comprova a fala de Gandhi: “Todo governo é hipócrita”. Os crimes maiores, por alcançar 220 milhões, estão nas quadrilhas hediondas sediadas em Brasilia. O que lamento é o Exercito, levar a pior, sair manchado pelas barbaridades que este governo comete contra a Cidadania trabalhadora,.
    Doa 07/10/18, o Trabalhador eleitor vota co Dignidade e Consciência, não reelegendo e repudiando os partidões e seus penduricalhos; o problema, urnas fraldáveis, o sinistro reprovado 2 vezes para juiz,Toffoli não nos deixa mentir, elegeu Dª Dilma em apuração super secreta, com proibição de participação até de ministros do TSE. Chega de pão e circo, e dormir de touca, vamos realizar a Redenção do Brasil estuprado e vilipendiado pelo politiqueiros.

  2. Mas cairá, graças ao projeto da falecida Marielle:

    “Projeto de Marielle sobre prisões está na Ordem do Dia de terça na Câmara.

    Bancada do PSOL propõe Dia da Luta Contra o Encarceramento da Juventude Negra. ‘Para que os presídios não sejam máquinas de moer gente e criar mais bandidos’, diz um dos autores do projeto.”
    -Ainda bem!

    https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/projeto-de-marielle-sobre-prisoes-esta-na-ordem-do-dia-de-terca-na-camara.ghtml

    • E se o assassino da Vereadora for negro? Aí não pode prender? O perfil do assassino na verdade já está definido: Homem branco, hétero, bem empregado, ganhando bem, não usuário de drogas, morador de bairro nobre e eleitor de Bolsonaro. Ah, tem que ser cristão, também. Só falta escolher um pra ser boi de piranha.

  3. Usar um linguajar chulo, impróprio para um primário, seria caso de se propor algumas aulas de etiqueta, mas alguém em sua posição. Ele é o porta voz da presidência, convenhamos. Para quem está onde está e entrou como entrou, nada a se espantar. Apesar de gaúcho, não foi eleito por quem o conhece. Este projeto de autoridade não é só porta voz de quem é, mas também de quem o elegeu.

    • “A Câmara é a representação do povo. Os deputados não são santos porque o povo também não é santo”

      (Bonifacio Andrada, que está em seu DÉCIMO mandato de deputado federal)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *