Piada do Ano! Toffoli diz que a decisão defende os cidadãos e não os criminosos

Resultado de imagem para toffoli em Cuiabá

Toffoli voltou a dizer que só governo fascista não aceita controle

Deu em O Tempo
(FolhaPress)

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, reafirmou nesta quinta-feira (18) que sua decisão de suspender investigações que tenham usado, sem autorização judicial, dados pormenorizados de órgãos de controle – como Coaf, Receita e Banco Central – não impede que esses órgãos repassem dados globais ao Ministério Público.

Dados globais são nome e valor movimentado em determinado período de tempo. Já dados detalhados permitem identificar, por exemplo, como o dinheiro foi gasto, data e hora de depósito, entre outros pontos. Para Toffoli, tais detalhes equivalem a uma quebra de sigilo, que requer aval da Justiça.

DADOS GERAIS – Em sua decisão, de segunda-feira (dia 15), Toffoli mencionou que o plenário do STF já decidiu anteriormente, quando julgou ações que discutiam o compartilhamento de dados pela Receita Federal, que a iniciativa é constitucional, desde que as informações sejam gerais.

A decisão do presidente do tribunal atendeu a um pedido do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), filho mais velho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), e tem sido criticada pelo Ministério Público, que prevê impacto em investigações em curso. Flávio é alvo de inquérito do Ministério Público do Rio de Janeiro sob suspeita de ter desviado salários de funcionários de seu antigo gabinete na Assembleia fluminense, e seu caso é um dos suspensos.

“Eu fui o relator do caso julgado no plenário do Supremo, e o caso que é julgado em plenário é que forma a jurisprudência como um todo. Nesse caso, eu votei pela constitucionalidade do compartilhamento de informações na forma como está na Lei Complementar 105. Qual é? As informações globais. As informações detalhadas dependem de prévia autorização do Judiciário”, disse Toffoli.

DEFESA DO CIDADÃO – “Isto é da seguinte forma que se dá: um cidadão diz que tem R$ 1 milhão de patrimônio, e teve R$ 100 mil de renda no ano anterior, quando faz a sua declaração. Se o Coaf identifica que essa pessoa movimentou R$ 10 milhões, tendo só R$ 1 milhão de patrimônio e R$ 100 mil de renda, existe um desvio”, exemplificou.

“(O Coaf) Comunica o Ministério Público, o Ministério Público pede a quebra de sigilo ao Judiciário, o Judiciário faz a quebra de sigilo, e isso tem um controle do Judiciário. Se não é feito dessa forma, se o detalhamento é feito sem a participação do Judiciário, qualquer cidadão brasileiro está sujeito a um vasculhamento na sua intimidade. E isso é uma defesa do cidadão.”

EM CUIABÁ – Toffoli deu as declarações a jornalistas em Cuiabá (MT), onde visita tribunais como parte de uma série de visitas institucionais a órgãos do Judiciário nos estados.

Como noticiado nesta quinta, o presidente do Supremo disse à Folha de S.Paulo que um Estado que não quer estar sob o controle do Judiciário é “fascista e policialesco”. “Só não quer o controle do Judiciário quem quer Estado fascista e policialesco, que escolhe suas vítimas. Ao invés de Justiça, querem vingança”, declarou.

Segundo o ministro, nenhuma investigação está proibida, desde que haja prévia autorização da Justiça.

RAQUEL AVALIA –  A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, avalia o impacto da decisão de Toffoli para um eventual recurso.

A determinação do magistrado suspendeu todas as investigações e ações penais, em todo o país, que tenham usado dados detalhados dos órgãos de controle até que o plenário do STF dê a palavra final sobre o tema, previsto para ser debatido em 21 de novembro. Questionado em Cuiabá, Toffoli não respondeu se existe a possibilidade de ele antecipar esse julgamento no plenário.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
No entender de Toffoli, os Estados Unidos e os principais países da Europa seria fascistas, porque não exigem controle do Judiciário sobre os atos do Ministério Público. Para se ter uma ideia de como o controle das contas bancárias é exercido lá fora, basta dizer que nos EUA há 22 órgãos do tipo Coaf. Mas o ministro Toffoli se julga o dono da verdade. (C.N.)

7 thoughts on “Piada do Ano! Toffoli diz que a decisão defende os cidadãos e não os criminosos

  1. Decidamente, o que mundo em que vivem essas figuras imperiais como Toffoli não é o mesmo habitado por nós, pobres mortais comuns que devemos sofrer as conseqüências das decisões desses übermenschens.

  2. “o presidente do Supremo disse à Folha de S.Paulo que um Estado que não quer estar sob o controle do Judiciário é “fascista e policialesco”. “Só não quer o controle do Judiciário quem quer Estado fascista e policialesco, que escolhe suas vítimas. Ao invés de Justiça, querem vingança”, declarou.”

    E os tribunais da Alemanha nazista e da URSS stalinista eram o quê?

    A primeira coisa que os autoritários fazem é aparelhar os tribunais superiores para depois perseguir os juízes de primeira instância que não concordam com os ditames de cima.

    Foi isso que o PT fez no Brasil. Só não deu certo totalmente porque não “regulamentaram” a mídia, embora na imprensa ainda tenha um monte de capachos para ajudar a ditadura do judiciário.

    Na Venezuela eles conseguiram.

  3. Esse pessoal tem uma visão deturpada do mundo. Assim como do outro mundo, pois nem devem saber que existe vida após a morte, senão já davam um jeito de tentar estragar tudo para que ninguém consiga chegar lá.

  4. o Tofoli é um imbecil a serviço dos criminosos de alto coturno, esse seu abuso é criminoso,joga a Justiça no lixo,nos faz uma republiqueta democradura, com uma constituição estuprada com mais de 109 emendas espurias, verdadeira colcha de retalhos. Que Deus nos acuda!!!!

  5. Nesse instante em São Paulo acontecem simultaneamente diversos Assaltos a Bancos com Bandidos Bem Armados e a Cidade vira o Velho Oeste, claro que as Organizações Criminosas vão levar milhões de reais para seus redutos e não vão ser incomodados e nem perseguidos para saber a fuga dessa dinheirama devida a “lei toffollinho de proteção ao crime e criminoso” , começou a realidade desse “ato criminoso” do filhote de Zé Dirceu, e aí Autoridades do Brasil estão na hora, também de combater o Crime Organizado nas Cortes ??? O Povo tá refém de Criminosos, Deus Salve o Brasil !!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *