Planalto de Temer agora ficou parecido com a fase terminal de Dilma

Resultado de imagem para bicote a  lava jato charges

Charge do Clayton (O Povo/CE)

Elio Gaspari
Folha e O Globo

O Palcio do Planalto de Michel Temer ficou parecido com o da fase terminal de Dilma Rousseff. Em maro de 2016, cercada por assessores que pretendiam blind-la, a senhora decidiu trocar o ministro da Justia. Desastre, pois o escolhido, Wellington Cesar de Lima e Silva, no conseguiu assumir. Temer resolveu deslocar o ministro Osmar Serraglio para outra cadeira e, assim, o queridinho Rocha Loures continuaria na Cmara dos Deputados, protegido pelo foro privilegiado. Novo desastre, Serraglio no topou o novo ministrio, reassumiu sua cadeira e Rocha Loures, tosado, est na penitenciria da Papuda. Dias antes, o Planalto surtara diante de uma baderna mal explicada que se aproveitou de uma manifestao ordeira, convocada com enorme antecedncia. At hoje no foi possvel identificar o cacique tabajara que teve a ideia de botar a tropa na rua.

O catico bunker de Temer superou-se na trapalhada do jatinho que enfeitou suas frias em Comandatuba. Primeiro o Planalto mentiu negando que o doutor e sua famlia tenham voado no jatinho de Joesley Batista. No dia seguinte, desmentiu-se, reconheceu o mimo, mas contou que o doutor no sabia de quem era o avio. Outra patranha. Temer no entra em avio sem saber quem o dono.

PONTOS EM COMUM -Os trs desastres diferem entre si, mas tm dois pontos em comum: a arrogncia de quem acha que faz o que quer e a leviandade de quem cria uma realidade paralela para se livrar do peso do erro cometido. Nenhuma das trs crises teria ocorrido se algum tivesse conversado direito com Serraglio, se a Esplanada dos Ministrios tivesse sido adequadamente protegida e se os ulicos tivessem reconhecido na primeira hora que Temer usou a Air JBS.

2 thoughts on “Planalto de Temer agora ficou parecido com a fase terminal de Dilma

  1. Mas, tudo foi criado sob a Justia e Bondade de Deus; se tivesse outro desfecho, no haveria justia e to pouco bondade.
    Um presidente deu sua vida para no entregar o povo brasileiro. Outro, morreu longe de sua ptria, de onde “fugiu” para impedir o derramamento de sangue o mesmo povo e agora, estamos no limiar deles conseguirem tudo o que sempre pretenderam. Alm das riquezas naturais que j so deles, a entrega do povo trabalhador e suas terras.
    Algo vai acontecer para evitar isso.

Deixe um comentário para Jose Pereira Filho Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.