Planalto impõe sigilo de até um século a cartão de vacinação de Bolsonaro

Bolsonaro já colocou em dúvida eficácia dos imunizantes

Ingrid Soares
Correio Braziliense

O Palácio do Planalto decretou sigilo de até 100 anos ao cartão de vacinação do presidente Jair Bolsonaro e a informações sobre as doses de vacinas já recebidas pelo chefe do Executivo. A informação é da coluna do jornalista Jorge Amado, da revista Época.

Segundo a publicação, em resposta a um pedido da coluna por meio da Lei de Acesso à Informação (LAI), a Presidência afirmou que os dados “dizem respeito à intimidade, à vida privada, à honra e à imagem” do presidente, e impôs sigilo sobre as informações. Em várias ocasiões o mandatário afirmou que não tomará a vacina contra a covid-19. Ele alega que já foi infectado pelo vírus e que, por isso, teria anticorpos para combater a doença, sendo uma vacina desnecessária para ele.

“JACARÉ” – Bolsonaro chegou a alertar para possíveis efeitos colaterais dos imunizantes e até fez piadas. “Na Pfizer (farmacêutica norte-americana que está produzindo uma das vacinas) está bem claro no contrato: nós não nos responsabilizamos por qualquer efeito colateral. Se você virar um chipanz… se você virar um jacaré, é problema de você. Não vou falar outro bicho aqui para não falar besteira. Se você virar o Super Homem, se nascer barba em alguma mulher aí ou um homem começar a falar fino, eles não têm nada a ver com isso. Ou o que é pior, mexer no sistema imunológico das pessoas. Como você pode obrigar alguém a tomar uma vacina que não se completou a terceira fase ainda? Que está na experimental?”, questionou.

Em outra ocasião, o presidente reforçou que “não tomará a vacina e ponto final”. “Eu, Jair Bolsonaro, não sou contra a vacina. Mas sou plenamente favorável a esse tratamento que nós temos no Brasil. Eu não posso falar como cidadão uma coisa e como presidente outra. Mas, como sempre, eu nunca fugi da verdade, eu te digo: eu não vou tomar vacina. E ponto final. Se alguém acha que a minha vida está em risco, o problema é meu. E ponto final”, concluiu.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG 
Se já está “imunizado” por ter sido infectado, qual temor do ainda presidente em ter o seu cartão de vacinação exposto? É um fanfarrão que vomita mentiras diariamente e depois corre para se cercar e não ser pego de calça curta. (Marcelo Copelli)

15 thoughts on “Planalto impõe sigilo de até um século a cartão de vacinação de Bolsonaro

  1. Vazou o cartão de vacinação do mandrião!

    Raiva, Influenza, Tétano, Encefalomielite e Rinopneumonite (aborto equino a vírus) ”Esquema de vacinação utilizado em equinos: VACINA ADULTO POTRO ÉGUA PRENHE Tétano Anual 1ª dose na desmama; 2ª dose 30 dias depois Anual Influenza Anual 1ª dose na desmama; 2ª dose 30 dias depois Anual Encefalomielite (Leste e Oeste) Anual 1ª dose na desmama; 2ª dose 30 dias depois Anual Raiva Anual 1ª dose na desmama; 2ª dose 30 dias depois Anual Rinopneumonite (EHV-1 e EHV-4) 01 dose a cada 06 meses 1ª dose na desmama; 2ª dose 30 dias depois.

    O Bozo tem medo que descubramos a verdade!

    Em sociedade tudo se sabe… rsrs.

    P.S. Com todo respeito aos cavalinhos, que aliás eu adoro!

  2. Tem gente que se orgulha por falar o que pensa, na cara de todo mundo, como se isso fosse o ápice da virtude.
    Se dizem espontâneos e acreditam que, assim, agem de maneira louvável.
    No entanto, espontaneidade não é necessariamente virtuosa.
    Todo animal é espontâneo, diga-se de passagem. Assim, se fôssemos em tudo espontâneos, seríamos meramente selvagens.
    A espontaneidade generalizada conduziria-nos à barbárie.
    A evolução da civilização se dá exatamente sobre a mitigação da espontaneidade.
    O homem civilizado é aquele que controla seus instintos, que modera suas reações, que abranda seus impulsos – tudo em prol da boa convivência e da harmonia social.
    O autodomínio é a verdadeira virtude.
    Falar o que pensa, indiscriminadamente, conforme quer e sem medir as consequências, é o mesmo que distribuir bofetões em quem achamos que merece – além de ser óbvia incivilidade, causaria todo tipo de problemas.
    Ser civilizado significa refinar os modos; significa ser menos animal e mais racional, mais humano; significa controlar as reações.
    Ser civilizado faz inclusive parecer meio bobo, meio frouxo, meio frágil.
    Mas é só aparência. Controlar os instintos exige muita força de vontade, muito esforço.
    A verdade é que o que a sociedade tem de pacífica, segura e harmoniosa deve-se ao fato das pessoas não fazerem aquilo que têm vontade.
    Não fosse assim, seria apenas balbúrdia.

    • Perfeito seu comentário Caro Cidadão Brasileiro,

      O problema é que esses que se acham no diteito de ser espontâneos rotulam os que lutam contra seus instintos primários e adquirirem polimento (EDUCAÇÃO) na vida. Somos hipócritas pra esse tipo de animais.

      De novo: Parabéns pelo seu comentário.
      Um forte abraço.
      JL

      • Espectro,

        Se me permitires, te acompanho integralmente nos elogios ao comentário do Cidadão Brasileiro!

        Simplesmente precioso, oportuno e incontestável.

        Abração.
        Excelente fim de semana.

  3. E os alienados continuam a defender o roubo do seu Jair e filhos.

    Das duas uma: ou o seu Jair está pagando bem os alienados (robôs), ou o seu Jair está comendo direitinho o brioco dos alienados.

    Em qualquer uma das hipóteses, ele tem os bolsoalienados na xinxa!

  4. Perfeito seu comentário Caro Cidadão Brasileiro,

    O problema é que esses que se acham no diteito de ser espontâneos rotulam os que lutam contra seus instintos primários e adquirirem polimento (EDUCAÇÃO) na vida. Somos hipócritas pra esse tipo de animais.

    De novo: Parabéns pelo seu comentário.
    Um forte abraço.
    JL

  5. “O Palácio do Planalto decretou sigilo de até 100 anos ao cartão de vacinação do presidente Jair Bolsonaro e a informações sobre as doses de vacinas já recebidas pelo chefe do Executivo.”

    Sigilo de um século é uma forma notável de prepotência e ignorância. A primeira por considerar a informação de uma relevância que somente existe na cabeça da segunda.

    Dentro de pouquíssimos anos este anão mental que ocupa provisoriamente a presidência fará parte definitiva do folclore nacional, ao lado de Jânio Quadros. E Médici e Figueiredo, em comum o fato de serem militares, generais ao lado de um ínfimo capitão.

    É de lascar.

  6. Bom dia ,leitores (as):

    Senhores Marcelo Copelli , Carlos Newton e J. Béja , simplesmente ele propagandeou o uso de determinado remédio sem comprovação técnica/científica , para induzir seu uso pela população e na surdina esta se tratando c/outros remédios c/comprovação técnica/científica e não quer que o povo saiba .

  7. Senhor Cidadão, faltou dar o crédito ao autor do texto:”Espontaneidade selvagem” ou “O autodominio em Aristóteles”.

    O pior que tem gente que aplaude!

    Fui…

  8. O Bolsa tem muuuuuuitos defeitos, mas estas palavra dele estão 1000% corretas. Eu que não tinha covid, até hoje, faço uma galáxia de volta para não me encontrar com essa vacina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *