Planalto procura um relator que aceite arquivar o processo contra Temer

Resultado de imagem para aliado de temer charges

Charge do Alpino (Notícias Yahoo)

Cristiane Jungblut
O Globo

O Palácio do Planalto traçou um perfil de alguém “lutador e que não tenha medo de críticas da opinião pública” para ser o relator da denúncia a ser apresentada pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, contra o presidente Michel Temer. Como O Globo antecipou na última segunda-feira, Temer quer acelerar a tramitação da denúncia na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), para onde a denúncia será encaminhada assim que chegar à Câmara. Interlocutores de Temer dizem que será um nome de confiança tanto do Planalto como do presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ). Nos bastidores, há um empurra-empurra entre PMDB e DEM de quem ficará com o desgaste.

O deputado Alceu Moreira (PMDB-RS) é apontado por vários aliados como o nome ideal, mas ao Globo ele disse que não foi sondado e que não aceitaria ser relator.

PREOCUPAÇÃO – O parlamentar gaúcho ficou preocupado com as reações em seu Estado. Mas Alceu defende Temer e diz que a denúncia não passa na Câmara.

— Eu me recuso a ser relator. O PMDB não tem indicado relator em casos do governo porque já dá apoio. Vou defender Temer, mas não como relator. Acredito que foi precipitada toda a investigação contra o presidente Temer, porque é baseada numa gravação orquestrada meses anteriores. E já fazem a denúncia sem averiguar. Tudo isso é, no mínimo, absolutamente precipitado. Virou uma luta de poder e, quando essa luta de poder envolve Ministério Público e Judiciário, não é bom para ninguém. Essa denúncia não passa na Câmara. Chance zero — disse Alceu Moreira.

RETARDAR O PROCESSO – A recusa do deputado preocupa os aliados. O Planalto e a oposição têm traçado estratégias sobre a denúncia da PGR. A oposição promete usar todo o tempo regimental para alongar o processo e desgastar Temer, na esperança de que sua situação se torne insustentável e ele perca apoio. E se houver manobras para apressar o andamento do caso, ameaçam recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF). Temer precisa dos votos de um terço dos deputados mais um, ou seja: 172, para arquivar o processo.

— Temos que achar outro para ser relator — disse um aliado de Temer.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
A que ponto chegou a política brasileira… O presidente da República, sob ameaça de ser responder a processo criminal no Supremo, manda nomear um relator que esteja previamente acertado para fazer um parecer favorável ao arquivamento do caso. “Que país é esse?”, perguntaria Francelino Pereira. E Renato Russo responderia: “É o país de sempre”. (C.N.)

4 thoughts on “Planalto procura um relator que aceite arquivar o processo contra Temer

  1. Vejamos o constitucional:

    TÍTULO IV … DA ORGANIZAÇÃO DOS PODERES (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 80, de 2014) … CAPÍTULO I
    DO PODER LEGISLATIVO … Seção III … DA CÂMARA DOS DEPUTADOS
    Art. 51. Compete privativamente à Câmara dos Deputados:
    I – autorizar, por dois terços de seus membros, a instauração de processo contra o Presidente e o Vice-Presidente da República e os Ministros de Estado;

    Saudações.

  2. -“Todo homem que se vende recebe muito mais do que vale.” – Barão de Itararé
    -“O Brasil é feito por nós. Está na hora de desatar esses nós.” ― Barão de Itararé
    “O mal do governo não é a falta de persistência, mas a persistência na falta.”
    ― Barão de Itararé
    …e por aí vai o brasil descendo a ladeira…

  3. Eles não sabem quem pode quebrar esse galho?
    Pois eu sei, o Deputado Carlos Marun desempenharia a tarefa com a maior alegria.
    É só chamar que ele vai com todo o entusiasmo, afinal quem já foi o principal escudeiro do Cunha e também defendo o Temer, ser o relator deste caso, é “fichinha” para este paladino da imoralidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *