PMDB escolhe ministros

Considerando, (como o Brasil inteiro) que a eleição está decidida, os caciques do partido, fazem fila para receber o resultado das apostas. Têm certeza de uma coisa: manterão a maior bancada na Câmara e no Senado.

E ainda têm o vice-presidente da República. Este, rei da politicalha, já resolveu: será Ministro da Justiça. Ué, ele sempre não se rotulou de jurista? Ao contrário do que falam, não há incompatibilidade política ou administrativa.

A restrição é ética, mas o que fazer? Quanto aos outros cargos, é preciso esperar a eleição para a Câmara e o Senado. Os derrotado, ACEITARÃO os cargos, os vitoriosos EXIGIRÃO.

Ex-governador Eduardo Braga

Que futuro pode prever? Antes dos 50 anos, duas vezes governando o Amazonas, senador garantido e com a mulher de suplente. Isso é importantíssimo, por este fato: quer ser Ministro do Meio Ambiente, logo em 2011, assim a mulher assume. E não para aí.

Em 2012 vai disputar o cargo de prefeito de Manaus. Perguntam: por que governador duas vezes e senador, quer ser prefeito? É que em 2014 é a Copa do Mundo com jogos em Manaus. Fica até a Olimpíada, assiste os jogos no Rio, decide o que será em 2016.

Geddel Vieira Lima

Não vai nem para o segundo turno na Bahia, já cuida, não muito ostensivamente, do “seu” ministério. Garante: “Me sacrifiquei pelo partido, não posso ser esquecido”. O segundo turno será entre Wagner e Paulo Souto. Este cresce depois, não sei se ganha, mas emociona.

Embaixador na ONU

Falava-se muito em Lula representando o Brasil na ONU. Ele visivelmente queria. Seria uma forma de se manter nas manchetes nacionais e internacionais. Mas tem mudado tanto, que não dá mais para arriscar.

“Meus 80 anos”

Já FHC, que acreditava seguramente na vitória de Serra, (sempre foi péssimo analista) tinha garantido o passaporte para a ONU. Até, não como prêmio, mas Serra adoraria se livrar dele. Agora, sem nenhuma expectativa, 80 anos inúteis, só ajustando com a Fundação Ford.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *