Polícia faz nova perícia no carro de Thor Batista

A Polícia Civil do Rio de Janeiro realizou nova perícia no carro de Thor Batista, o filho mais velho do empresário Eike Batista. A Mercedes Mclaren era conduzida pelo jovem de 20 anos no dia em que ele atropelou e matou o ciclista Wanderson Pereira dos Santos na Rodovia Washington Luís.

A intenção da terceira sondagem é descobrir a velocidade que o carro trafegava no momento do acidente. A velocidade permitida na via é de 110km/h. Foram realizadas medições no lado interno e externo do veículo e no local em que houve o choque com o ciclista.

De acordo com a assessoria da corporação, o laudo deve ficar pronto em até 30 dias.

Na noite de sexta, Thor, acompanhado da mãe, a ex-modelo Luma de Oliveira, e da namorada, foi à missa de sétimo dia de Wanderson na Igreja Ressurreição, em Copacabana, Zona Sul do Rio.

No mesmo dia, um laudo divulgado pelo Instituto Médico Legal apontou que o ciclista havia consumido bebida alcoólica antes do acidente. O índice detectado pelo exame toxicológico foi de 15,5 decigramas de álcool por litro de sangue. A concentração é mais de duas vezes superior ao limite definido pela legislação para que um motorista esteja apto a dirigir (6dg/l). No dia do acidente, Thor realizou o teste do bafômetro e não foi detectada embriaguez.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG – O teste do bafômetro feito por Thor não tem valor, porque foi feito horas após o acidente. Até agora não ficou claro por que ele não fez o teste logo após o atropelamento. Mas o filho de Eike não corre o menor perigo de ser processado. A autópsia revelou que a vítima tinha bebido acima da conta. Caso encerrado.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *