Polícia Federal apura os golpes societários da TV Globo, ilegais e altamente lucrativos 

TRIBUNA DA INTERNET | Prazo já começou a correr e a Rede Globo tem de requerer renovação de concessões

Charge do Nico (Arquivo Google)

Carlos Newton 

Como é do conhecimento dos leitores do nosso blog e de ninguém mais, já que o assunto é desprezado pela “grande mídia”,  há dois anos o juiz da 2ª Vara Federal Criminal do Rio transformou em inquérito policial um procedimento investigatório iniciado em São Paulo, em julho de 2019, e no qual são apuradas supostas ilegalidades cometidas pela Rede Globo, seus controladores e mais o “criador” de empresas sem atividade específica, advogado Eduardo Duarte.

Segundo o site da Justiça Federal, o Ministério Público, como autor, e a Polícia Federal investigam o cometimento de possíveis ilícitos de “falsidade ideológica (art. 299), crimes contra as Telecomunicações (Lei 9.472/97) e “crimes de lavagem ou ocultação de bens, direitos ou valores (Lei 9.613/96)”.

EMPRESAS DE FACHADA – No centro das investigações encontra-se, como principal ilicitude, a inexplicável utilização de empresas de fachada como controladoras de todos os ativos da Globopar S/A – Globo Comunicação e Participações S/A, concessionária de serviço público, substituída pela sociedade sem capital algum 296 Participações S/A, criada no distante ano de 2000, com denominação posterior, em 2005, de Cardeiros Participações S/A, e que nada mais é que a “OGP”, Organizações Globo Participações S/A., todas com o mesmo CNPJ.

Na Polícia Federal, após pormenorizado exame das provas e observado o princípio de que todos são iguais perante a lei, o delegado Marcelo Previtalli solicitou informações às autoridades do Ministério das Comunicações, Receita Federal, Procuradoria da Fazenda Nacional e aos próprios investigados, a Globo e os três irmãos Marinho, representados pelo escritório de advocacia do professor e renomado criminalista Paulo Freitas Ribeiro. 

DENTRO E FORA DA LEI – Segundo consta dos autos, a defesa dos investigados explicou que essas holdings particulares, cuja existência era ignorada pelo poder concedente (União e Ministério das Comunicações), foram criadas para agilizar a gestão do grupo empresarial e seguiram a Lei das Sociedades por Ações.

No entanto, a defesa não conseguiu justificar por que a Globo não cumpriu as leis que regem o setor de radiodifusão, irregularidade que agora ameaça os irmãos Marinho de terem as concessões não renovadas ou até cassadas em 2022.

Os documentos sobre essas nebulosas transações – como diria Chico Buarque – já estão no Rio e estão sendo encaminhados à Polícia Federal. Com toda certeza, devem alterar profundamente o rumo do inquérito criminal.

US$ 2,8 BILHÕES – As investigações, de caráter sigiloso, tratam de transferência equivalente a 2,8 bilhões de dólares, em valores de 2006. Os documentos exibem atos societários promovidos em nome dos irmãos Roberto Irineu, João Roberto e José Roberto Marinho, que, aparentemente, deles não teriam participado, graças à providencial colaboração de sócios ocultos e laranjas, que, em seus nomes ou não, gerenciaram empresas desconhecidas até agora, mas que tiveram extraordinários resultados financeiros.

É o caso da Portal do Esporte S/A – Subsidiária Integral – GB Empreendimentos e Participações S/A, situada na Rua Marquês de São Vicente, nº 30, loja 201, no Rio de Janeiro, cujo sócio José Manuel Aleixo, em Assembleia Geral Extraordinária de 10 de dezembro de 2001, transformou a S/A em sociedade por cotas de responsabilidade limitada, alterando sua denominação para GME Marketing Esportivo Ltda.

A GME Marketing Esportivo Ltda., com o mesmo CNPJ da Portal do Esporte (04.224.815/0001-05, localizada na Avenida das Américas, 700, bloco 5, salas 218 a 222), passou a ter como sócio cotista o advogado Marcelo Gonçalves de Campos Pinto, funcionário da TV Globo entre 1994 e 2019, que se revelaria um fenômeno empresarial muito superior ao Lulinha, filho do ex-presidente petista.

###
P.S.-
O inquérito trata do deslinde de uma armação econômico-financeira inacreditável que envolveu uma sociedade anônima que se tornou limitada, tinha um patrimônio irrisório e no final de apenas 5 anos, em 2006, transferiu o equivalente a 2,8 bilhões de dólares para os irmãos Marinho. Se transferiram tamanha fortuna, quanto, de fato, faturaram nesses cinco 5 anos? Se tudo ia tão bem, por que, de repente, fecharam a GME Marketing Esportivo Ltda.?

P.S. 2Amanhã, vamos saber por que os irmãos Marinho se livraram da empresa mais lucrativa do mundo. Não percam. É uma história rocambolesca, como se dizia antigamente. (C.N.)

8 thoughts on “Polícia Federal apura os golpes societários da TV Globo, ilegais e altamente lucrativos 

  1. A partir do momento em que bestificados vimos a ‘xustiça’ anular todos os processos contra o Lula; por que não dar o ‘dito pelo não dito’ para a rede de tv?!!!
    Depois do que aconteceu com as condenações dos quadrilheiros, espero qualquer coisa.

  2. Carlos Newton se possivel me diz porque vc me cortou dos comentarios, Sempre escrevi besteirinha onde o ponto principal era manter o nome de “Celso Daniel” vivo.

  3. SERÁ O BOLSONARO A DESGRAÇA MAIOR DO PAÍS, ou será o conjunto da obra ? Quem quer dinheirooo…? Dá ou desce, é o que está por detrás de quase tudo no Brasil da plutocracia putrefata com jeitão de cleptocracia e ares fétidos de bandidocracia, com o monopólio eleitoral nas mãos sujas de donos de partidos, salvo exceções, forjada, protagonizada e desfrutada pelo militarismo e o partidarismo, politiqueiro$, e seus tentáculos, velhaco$, entre eles os veículos de enganação dos me$mo$, fantasiada de democracia, não obstante ditadura partidária, apenas para ludibriar a tola freguesia que briga contra si própria, em família, entre irmão, em favor manutenção dos interesses dos me$mo$ que, na verdade, são os seus próprios algozes, manipulada pelos me$mo$, sob as fantasias de direita, esquerda e centro, cidadãos e cidadãs. Daí a pergunta de bilhões de dólares que não quer calar. Por que a Globo, p. ex., até hoje, não deu sequer um pio sobre a Democracia Direta com Meritocracia, não obstante mais de 20 anos na estrada, tema, aliás, proibido no seu noticiário, não obstante a certeza de que sem Meritocracia não há salvação e nem futuro alvissareiro para a humanidade, mas que vira e mexe vez por outra entra na programação um gaiato ou outro, terceirizado, apenas para falar mal da meritocracia ? Elementar, Caro Watson, na Democracia Direta com Meritocracia, os candidatos e candidatas a serem eleitos autoridades políticas, que podem ser qualquer um de nós, não dependem de nada e de ninguém para concorrerem às vagas e chegarem lá, senão apenas dos seus próprios méritos, que é tudo que precisamos, gente honrada e qualificada, que gosta de entrar pela porta da frente, igual ou melhores do que nós para nos representar com independência e galhardia, para defender os interesses do conjunto da sociedade, pobres, ricos e remediados, e não apenas os próprios interesses e os interesses dos seus apoiadores e patrocinadore$ que querem lá apenas capachos manipuláveis, de preferência corruptos, idiotas, ou inocentes úteis, que se prestem ao papel de segurar a Vaca Salomé para a bezerrada de ouro continuar mamando à vontade, o sangue, suor, vidas e lágrimas da população-contribuinte. A minha luta de uma vida inteira, na política, tem sido não aceitar virar bandido para ter chance de ser eleito para algum cargo político. http://www.tribunadainternet.com.br/policia-federal-quer-saber-por-que-a-globo-fechou-a-empresa-mais-lucrativa-do-mundo/?fbclid=IwAR24kPCJideywgiDvcAUWtbXjjQ3n3kFv5_PZNfl-rOAov2L3o_Zm2hVTyk

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *