Polcia Federal fracassa e no descobre o mandante da invaso de celulares da Lava Jato

Imagem relacionada

Delgatti, o chefe, se recusou a denunciar o mandante

Carlos Newton

Chegou ao fim o prazo para concluir o inqurito sobre os hackers que invadiram e roubaram mensagens de celular de autoridades da Repblica e integrantes da Operao Lava-Jato. Aps seis meses de investigaes, foram indiciados Danilo Cristiano Marques, Gustavo Elias Santos, Thiago Eliezer Martins Santos e Walter Delgatti Neto, que liderou a quadrilha.

Os seis respondero pelos crimes de organizao criminosa (formao de quadrilha), invaso de dispositivos telemticos e interceptaes de comunicaes indevidas.

LEI CAROLINA DIECKMAN – A legislao atual de 2012, denominada Lei de Crimes Informticos (ou Lei Carolina Dieckman, cujo celular foi invadido), que incluiu alteraes no Cdigo Penal Brasileiro, com a tipificao criminal de delitos informticos.

Art. 154-A. Invadir dispositivo informtico alheio, conectado ou no rede de computadores, mediante violao indevida de mecanismo de segurana e com o fim de obter, adulterar ou destruir dados ou informaes sem autorizao expressa ou tcita do titular do dispositivo ou instalar vulnerabilidades para obter vantagem ilcita.
Pena – deteno, de um a trs anos, e multa.

Art. 266 – Interromper ou perturbar servio telegrfico, radiotelegrfico ou telefnico, impedir ou dificultar-lhe o restabelecimento.
Pena – deteno, de um a trs anos, e multa.

DUPLICIDADE – Embora a PF tenha pedido de enquadramento nesses dois artigos, para aumentar a pena, essa duplicidade dificilmente vai prosperar, porque o ato criminoso est perfeitamente tipificado apenas no artigo 154-A.

Da mesma forma, o crime de organizao criminosa tambm ser dificilmente aplicvel, porque ter de restar provado que houve associao de 4 (quatro) ou mais pessoas estruturalmente ordenada e caracterizada pela diviso de tarefas, ainda que informalmente, com objetivo de obter, direta ou indiretamente, vantagem de qualquer natureza, mediante a prtica de infraes penais, cujas penas mximas sejam superiores a 4 (quatro) anos, ou que sejam de carter transnacional.

E acontece que o crime de hackeamento tem pena mxima de trs anos, no aplicvel a formao de quadrilha.

DENNCIA ACEITA – claro que o Ministrio Pblico Federal vai aceitar a denncia e encaminh-la primeira instncia da Justia Federal, em funo da abundncia de provas e at de confisses. Mas a punio ser pequena, na forma da lei, apesar da gravidade dos crimes cometidos e da inteno maior, que era desmoralizar a Lava Jato e libertar todos os criminosos apanhados na operao.

por isso que alguns dos envolvidos na quadrilha se hackers j foram at libertados. Quando o caso enfim for a julgamento, todos sero imediatamente soltos por j terem cumprido um sexto da pena (16%).

Assim, fica claro que necessrio reformar a legislao, que ainda considera de mnima gravidade os crimes cibernticos, embora a finalidade da quadrilha liderada por Delgati tenha sido concretizar uma trama diablica, como diria o genial Alfred Hitchcock.

###
P.S.
Tambm fica claro que a Polcia Federal fracassou por no encontrar o mandante, que soube operar com segurana, pagou tudo com dinheiro vivo (lembrem-se que o indiciado Gustavo Elias Santos foi preso com R$ 100 mil em espcie). Ou seja, o mandante s ser identificado se o chefe da quadrilha revelar seu nome. Mas Walter Delgatti Neto j mostrou que um criminoso inteligente e preparado. No ir matar sua galinha dos ovos de ouro, pois o mandante ficar em suas mos enquanto viver, a no ser que se repita o caso Celso Daniel, desta vez na Prefeitura de Araraquara, que por coincidncia comandada por um dirigente petista, o ex-ministro Edinho Silva. (C.N.)

13 thoughts on “Polcia Federal fracassa e no descobre o mandante da invaso de celulares da Lava Jato

  1. Autoridades no deveriam ter dilogos capciosos. A divulgao sempre boa para entendermos ou comprovarmos como funcionam os esquemas.
    J aconteceu tantas vezes. E achei isso bom, em todas as ocasies.

    Afinal de contas, quanto mais conhecimento, menos ignorncia. Ainda assim, o desconhecimento muito maior.

    • Capciosa foi a interpretao que uma parte da mdia quis dar quele amontoado de bobagens e fofocas. Ao contrrio do que alguns mandarins da mdia querem pensar, magistrados neste pas no vivem em bolhas incomunicveis. E Isso no exclui o carter criminoso das aes de Delgatti e seus asseclas.

    • Oh, no me diga!
      Sei o porqu de voc ter sido a favor dessas tais gravaes clandestinas de autoridades e depois as divulga-las.
      Conhecendo como funciona a cabea de um socialista que sempre estar a defender os erros dos tiranos da Esquerda, minha intuio leva-me a crer que voc foi a favor sim, mas especificamente da divulgao dos dilogos entre Srgio Moro e Deltan Dallagnol.
      E o seu motivo de ser a favor bvio, voc esperou a desmoralizao e at a queda do ministro Moro, voc esperou punio e o afastamento do procurador Deltan Dallagnol da Operao Lava Jato, voc esperou o enfraquecimento ou at se acabar com a Operao Lava Jato.
      Resumindo, voc esperou Lula ser beneficiado e perdoado dos seus crimes. Voc esperou o poder Judicirio se auto culpar e reconhecer que errou ao condenar o santo do pau oco.
      Voc esperou haver uma maneira de se provar que Lula nunca cometeu crime algum, que Lula foi injustiado, que o mesmo preso politico e que apenas ele est sendo perseguido pela zelites porque colocou comida na mesa do pobre e poderia novamente ser presidente e voltar a ajudar os pobres.

      Voc diz: J aconteceu tantas vezes. E achei isso bom, em todas as ocasies.
      Ah, foi? Ento quando o Juiz tornou pblico o dilogo entre Lula e Dilma que o queria ministro, voc concordou com o juiz.
      Quer enganar a quem meio vi? Diria o caboclo.

      • Sim, Joo da Bahia, achei bom que o dilogo de Dilma e Lula fosse divulgado, Tambm no achaste?
        Achei bom tambm a divulgao do dilogo de Temer com o Wesley. Achei bom a que fosse divulgado o dilogo do Delcdio com o filho do Cerver.

        Enfim, autoridades no deveriam ter segredos esprios.

        Tambm te entendo, Joo da Bahia. Tens a incapacidade de dialogar. Achas que todos devem rezar a mesma cartilha. Que se algum pensar diferente das tuas convices estar errado.
        Mas no ests sozinho, h muitos que pensam assim.

        Quanto a Lula, o tempo dele j passou e nem mesmo pode concorrer por j ter sido condenado em segunda instncia. Ele e seu partido acertaram em algumas coisas, mas erraram em muitas outras.

        Enfim caro Joo da Bahia, no penses com a cabea das outros, pois para isso preciso ter empatia, qualidade muito difcil nos seres humanos.

        • E acaso quem pensa com a prpria cabea vai necessariamente pensar como voc? Quem pensa com a prpria cabea pode pensar qualquer coisa, certa ou errada?
          Que pessoas pratiquem atos esprios no d a ningum o direito de praticar ilegalidades a pretexto de expor esses atos. Os hackers tambm tinham seus “segredos” esprios, como j vimos no noticirio.
          Os casos de Moro, Lula, Delcdio e Temer foram coisas muito diferentes. O ltimo foi uma armao, em que se usou dilogo enviesado para induzir o poca presidente a endossar um ato ilegal de Joesley, e todo mundo fez de conta que Temer era mais culpado que Joesley, at que a ntegra das gravaes vieram tona.

          • Pedro Meira, no tinha comentado a tua crtica, mas tens razo, cada qual pensa conforme suas convices e conhecimento (ou desconhecimento?).
            Por exemplo, falas que o dilogo exposto de Lula e Dilma foi legal, isso? E que o dilogo de Temer com Joesley no tinha nada demais.
            Engraado, nesses dois casos eu penso diferente.

            Todavia, o que me agrada o contedo, porquanto eu tambm considere ilegais esses e outros vazamentos ocorridos. Pelo menos desnudado um pouco, o muito que desconhecemos.

            Quanto aos dilogos invadidos pelo hacker, acho que mostraram algo que no mnimo no tico, principalmente para autoridades.

            Mas no devemos brigar para vencer a discusso. o bastante a gente ler o comentrio do outro, mesmo que contrrio. A absoro ou no, depende de quanto a gente est propenso a manter a nossa “verdade”.

            Abrao e sade.

  2. Caro CN. Essa afirmativa de que a PF fracassou fica um tanto rasa; ora sabemos do envolvimento do milionrio Green, que segundo relatos suas cifras passam de 250 milhes, como divulgado tambm que o Green j operou de forma semelhante em outra Nao…, ora o gringo foi Condecorado pelo Congresso Nacional com medalha ms passado…, quem divulgou as supostas mensagens do supostos hackers de Araraquara foi o estrangeiro…, foi a caso ouvido ou investigado o Green?! Ou foi um mero conluio ao ponto deste ser condecorado, e os piratas foram apenas mero alvos… Diria Getlio Vargas: -este pas est sobre foras ocultas?
    PS. Foi omisso, mera manipulao teatral?! Para se ganhar tempo e ter algumas PECs aprovadas desde outubro…

  3. Aqui no Brasil temos a mania de esperar que criminosos passem recibo de seus atos, a fim de que tudo fique bem provadinho. claro que na vida real no assim, e mandantes s so formalmente identificados quando delatados por seus cmplices que querem aliviar suas penas. Pela regra do “qui bono, no difcil saber quem quer foram os associados nessa empreitada, mas isso no vale como prova formal.

Deixe um comentário para Joo da Bahia Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.