Polícia Federal indicia nove integrantes de ONG ligada ao PCdoB

A Polícia Federal (PF) indiciou nove pessoas sob suspeitas de desvio de pelo menos R$ 4,2 milhões do programa do governo federal Segundo Tempo para a Organização Não Governamental (ONG) Pra Frente Brasil, sediada em Jaguariúna, interior de São Paulo. Entre os indiciados está a ex-vereadora e ex-jogadora de basquete Karina Valéria Rodrigues (PCdoB), gerente da entidade. Segundo a PF, Karina usava dinheiro desviado da ONG para despesas pessoais, como para pagar dentista e empregada doméstica.

Karina, chefe da gang

Planilhas encontradas pela PF mostraram o pagamento de valores registrados como “partido”, além de saques em dinheiro de cerca de R$ 50 mil e que, segundo a anotação, seriam destinados à ex-vereadora.

Os nove foram indiciados na semana passada pelos crimes de peculato (desvio de dinheiro público), falsidade ideológica, sonegação, formação de quadrilha, fraudes em licitação e lavagem de dinheiro.

A ONG Pra Frente Brasil recebeu do Ministério do Esporte em torno de R$ 30 milhões entre os anos de 2007 e 2011 para desenvolver atividades esportivas para atender 18 mil crianças e adolescentes, mas, além de atender um número muito menor de beneficiados, fornecia serviços com materiais com qualidade inferior do que o declarado.

As investigações dos agentes federais também mostraram pagamentos indevidos para fornecedores e para mais de 200 pessoas que nunca prestaram serviços para a entidade.

Para encobrir as fraudes, a ONG mudou por diversas vezes a sua diretoria usando nomes de pessoas próximas à Karina.

(Transcrito do jornal O Tempo)

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *