Polícia Federal investiga a Odebrecht num inquérito à parte

Deu na Folha

A Polícia Federal dividiu a Operação Lava Jato e abriu inquérito para apurar “eventuais crimes de peculato [desvio de recursos] e lavagem de dinheiro” cometidos por controladores do grupo Odebrecht, dono da maior construtora do país, com receita bruta de R$ 97 bilhões.

A empreiteira foi alvo de mandados de busca e apreensão na sétima fase da operação, no dia 14, mas não chegou a ter executivos detidos, como ocorreu com outras empresas –foram presos funcionários de oito delas.

O inquérito, aberto no fim do mês passado, aponta que a PF ainda está levantando informações sobre um possível envolvimento da Odebrecht com o esquema de desvio de recursos da Petrobras.

Por isso, a Justiça solicitou à construtora informações sobre contratos firmados com empresas ligadas ao doleiro Alberto Youssef, usadas para lavagem de dinheiro.

Em depoimento à Justiça, o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa havia afirmado que recebeu “recursos ilícitos repassados pela empresa Odebrecht, citando o executivo Márcio Faria como parte integrante do esquema”, de acordo com o juiz Sergio Moro.

Segundo a PF, Márcio Faria é diretor da Odebrecht Plantas Industriais e Participações, uma empresa do grupo. Com base nessas informações, também está sendo questionado à Odebrecht se houve pagamentos a Costa.

O ex-diretor apontou ainda que a Odebrecht fazia parte do cartel formado para fraudar licitações na estatal.

No relatório que justifica a abertura de inquérito, a PF cita denúncia criminal realizada pelo Ministério Público do Rio que apontou a “suposta concessão de vantagens financeiras indevidas” à Odebrecht em licitação da área internacional da Petrobras.

OUTRO LADO

Procurada, a Odebrecht diz que o inquérito surgiu “a partir de notícias da imprensa e de uma ação que já tramita no Rio de Janeiro, que é o juízo competente para o caso”.

A empresa nega ter feito pagamentos a Paulo Roberto Costa, “a qualquer executivo ou ex-executivo da estatal” ou às empresas de Youssef.

A Petrobras diz que deu explicações sobre o tema e está “à disposição para eventuais esclarecimentos adicionais”.

5 thoughts on “Polícia Federal investiga a Odebrecht num inquérito à parte

  1. Já corre na Internet versões defendendo um NACIONALISMO E PATRIOTISMO para defender as grandes empreiteiras e também claro politicos patriotas e nacionalistas, dizendo que a PF está infiltrada por agentes da CIA que tem interesse na destruição de nossas grandes empreiteiras visando a uma futura entrada de grandes empreiteiras anglo-saxonicas que viriam no futuro a tomar conta de grandes obras no nosso território.
    Pois é, não sei quem disse, foi um grande pensador e filósofo, que afirmou a o Patriotismo é o último refúgio dos canalhas. Pois se para ser patriota e nacionalista eu tiver que concordar com essa bandalheira e ladroagem, prefiro desde já me considerar um grande entreguista. Se pensar que apenas na refinaria Abreu e Lima que deveria ter custado uns 4 bilhões e tudo indica que vai passar de uns 40, só essa diferença de mais de R$ 30.000.000.000,OO teria sido possivel concluir por baixo umas 4 obras de metrô em grandes e tão carentes cidades.
    Digo mais, se nas linhas de trem e metrô de São Paulo houve roubos(provavelmente sim), o fato é que essas linhas estão hoje funcionando e prestando valiosos serviços a população. E essas refinarias dos petralhas que até agora não processaram uma gota de petróleo. LULA, DILMA e os governos petralhas ficarão reconhecidos internacionalmente como os ROUBAM E NÃO FAZEM!!

    • O PT só faz essas patriotadas canalhas, que nacionalismo que nada, querem é grana no bolso ! Se eles fossem ‘tão nacionalistas’ não teriam entregue os dados da Petrobras para a Halliburton, do Dick Cheney ‘tomar conta. Não teriam concentrado a produção de equipamentos de águas profundas na Diamond Offshore Drilling da família Reagan. Eles só ficaram preocupados com a ‘espionagem’ americana, quando ela atingiu a contabilidade e por conseguinte as maracutaias da Petrobras. Eles entregaram o monopólio da produção e comercialização de GNL ao Grupo Gemini, da White Martins. São uns comediantes da ‘ideologia’ e nem esse refúgio os canalhas tem mais.

  2. Os papos estão rolando e no ar tem muito mais que aviões de carreira,,, que o diga o Barba que muito do quietinho, tenta se safar das redes que já começaram a pegar os seus malfeitos, que não são poucos…

    Aliás, um dos Procuradores que foram a Suíça para repatriar a grana (US 26 milhões) do Paulinho, amigão do Barba, confidenciou que as autoridades suecas mexendo aqui e mexendo lá, acabaram descobrindo um imenso ervanário tupiniquim.
    Segundo eles os brasileiros irão ficar estarrecidos quando souber os nomes dos donos…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *