Policiais não são terroristas ou traficantes. São apenas chefes de família tentando sustentar suas famílias.

Felipe Abner Fernandes

Não se deve comparar os bravos policiais, civis ou “militares” (um gravíssimo erro constitucional, sociológico e histórico, tratar o policiamento e o combate ao crime com técnicas de infantaria) com os terroristas do tráfico financiado por investidores do colarinho branco ou com a tirania dos multimilionários milicianos.

Como falar em Estado de Direito, se os governantes não estão sujeitos a esse Direito? Antes de serem policiais, eles são trabalhadores e sobrevivem e sustentam suas famílias com o seu mísero “salário”.

A inflação está devorando o poder de compra dessas famílias e a falta de reajuste esmaga o moral daqueles que são continuamente humilhados, desvalorizados e empobrecidos.

Não podemos culpar os trabalhadores pelo sistema econômico que reduz o valor do seu trabalho. O que está acontecendo é um reflexo de um Estado que não cumpre as suas próprias leis e que subestima os seus policiais.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *