Política antiglobalização de Trump pode beneficiar os produtos brasileiros

Resultado de imagem para donald trump charges

Charge do Izânio, reproduzida de Altos Humor

Flávio José Bortolotto

O presidente Donald Trump, do Partido Republicano, ganhou a eleição com discurso antiglobalização, nacionalista e desenvolvimentista. A globalização causou desindustrialização nos EUA, representado pelos “rust-belts” (polos industriais mais antigos), com perda de milhões de empregos de bons salários tipo “blue collors” (maioria de brancos sem formação universitária) protegidos por forte sindicalismo (AFL-CIO).

O governo Obama, para reduzir a crise social, criou milhões de empregos, mas maioria no setor terciário (serviços), comércio, alimentação, enfermagem etc., que são muito mais instáveis, desprotegidos de fortes sindicatos, e que pagam a metade de um salário industrial.

Com a globalização, a economia americana continuou crescendo uma vez que a propriedade do capital (fábricas, tecnologia etc.) lá é de americanos, mas o trabalhador local empobreceu.

ELEIÇÃO GANHA – Esse sentimento do trabalhador americano, principalmente “blue Collor” é tão forte que Trump, apesar de politicamente incorreto, misógino, arrogante, gabola etc., tendo como concorrente uma mulher (política profissional experientíssima, Hillary Clinton) tendo contra ele 90% da imprensa etc., etc., venceu a eleição na maioria dos Estados, sendo decisivo os antigos polos industriais.

É lógico que o Trump, sendo um bilionário parte do esquema das elites, não fará nada que prejudique os verdadeiros interesses do establishment. Nem pode.

Inteligentemente, ele viu que a corda da globalização foi esticada até o limite (Brexit, Le Pen na França etc.) e a China está perdendo rapidamente sua vantagem comparativa de baixos salários. Depois de 35 anos de“capitalismo”na China, essa geração pioneira está se aposentando e seus filhos, criados em relativa prosperidade e muito melhor escolarizados, exigem salário mais alto e a China passa de uma plataforma exportadora (fábrica do mundo) para voltar-se mais internamente e desenvolver seu imenso mercado interno. Muitos capitais (fábricas) voltarão para os EUA ou irão para outros países.

MAIS EMPREGOS – Para animar ainda mais o trabalhador americano, Trump promete um plano de construção de obras de infraestrutura de US$ 1 trilhão em quatro anos, com financiamento privado, não por impostos, o que agrada Wall Street, além de redução de impostos pessoa jurídica e pessoa física, expansão dos gastos militares principalmente proteção antifoguetes, fechamento das fronteiras para impedir o afluxo de imigrantes, principalmente mexicanos-América Latina, cujo “símbolo, e é só um smbolo”, é o famoso muro na divisa com o México, e manda para as cucúias as onerosas regulações ambientais que tanto dificultam as indústrias do petróleo, do carvão, mineração, química etc., etc.

Para nós, brasileiros, isso é bom, porque deixa mais aberto o mercado mundial (sem TPP, NAFTA, TTIP etc.) para nossos produtos.

13 thoughts on “Política antiglobalização de Trump pode beneficiar os produtos brasileiros

  1. esperar mais o quê ? o enterro do povo e a morte da bandidagem por velhice ? tem certas coisas que só a revolução redentora pode fazer, e prender o temer é uma delas. o povo não pode se render ao sistema político podre, pelo contrário, é o dito cujo que tem que se render à soberania popular. alguém do povo, ungido por deus, tem que ter o condão de colocar o guizo nos gatuno$ golpista$. http://www.brasil247.com/pt/247/economia/276869/com-temer-d%c3%advida-p%c3%bablica-federal-pode-fechar-2017-em-r$-365-trilh%c3%b5es.htm

  2. Quais produtos iremos exportar além das commodities que já exportamos ? Computadores, tablets , celulares, etc ?
    Não compramos nada no Brasil que não tenha sido fabricado na China.
    75% do PIB americano é de serviços, patentes e licenças, a China detem 1/3 das dividas americanas , são economias complementares.

  3. O grande problema do Brasil: o ATRASO!

    Esses políticos mequetrefes, agora dizendo que a INTERNET de banda larga será controlada a partir de 2017 no Brasil….

    Sugiro a todos que ACORDEM, e assistam ao filme “LO and Beyond” sobre a internet, a MAIOR EVOLUÇÃO DA RAÇA HUMANA, que o Werner Herzog tao bem elucidou, visitando as maiores mentes vivas do planeta. O filme está no Netflix.

    A politica do Trump não interessa!!
    interessa quem tem a Internet.

    Assim pensa o mercado, HOJE, sobre os consumidores que interessam:

    “Os pilares de personalização resultarão em uma reversão completa de onde os clientes se encaixam na paisagem de varejo.

    A ênfase de hoje em personalização sem dúvida, evoluirá para uma inversão completa do papel do consumidor , onde o consumidor controla a cadeia de abastecimento.

    Em 2016, novas atualizações de smartphones trouxeram o pensamento intuitivo e o poder da IA para melhor atender às nossas necessidades instantaneamente.
    Mas à medida que avançamos no ano 2020, os consumidores vão querer assumir ainda mais o papel de criador , comprando tecnologia e produtos que lhes dão as chaves para a ignição.

    Como a tecnologia continua a se concentrar em interfaces de fácil utilização e acessibilidade, será mais fácil para os indivíduos a assumir o controle da produção.

    A produção em casa permite mais oportunidades para os consumidores ditar como e quando eles compram bens ou serviços.

    Essas tecnologias também estão se tornando mais barato para qualquer um comprar. Pode até ser mais rentável para os consumidores a comprar suas próprias rotas para a fabricação, ao contrário de comprar item por item.

    Os sistemas de cultivo em casa, estão automatizando e alavancando ferramentas digitais para facilitar a produção de plantas em sua casa, otimizando luz, nutrientes do solo e água adequada para o crescimento das plantas. Os avanços na impressão 3D e impressão biológica estão permitindo que os consumidores façam seus próprios têxteis, produtos e alimentos em suas casas. Isso não só reduz os custos, mas evita a adulteração e garante consistência.

    A casa como centro de produção significa que os consumidores podem controlar quando e como querem seus serviços. Trata-se de uma enorme mudança de poder para empresas e serviços que normalmente controlam os caminhos de compra dos clientes. Mas essa mudança de poder não é algo a ser temido – os clientes ainda precisarão de orientação, recursos e ferramentas de figuras de autoridade superior. À medida que a cadeia de suprimentos se torna mais curta, as marcas precisam lembrar que o consumidor quer acessar a produção, muitas vezes mais do que eles querem os produtos.”

    fonte: PSFK 10 de janeiro de 2017

    • Hoje o site da Forbes Europe traz um video questionando se deveriamosparar de usar internet (Should we quit the internet?).
      Baseado em uso de midia social…
      E desde quando Internet é sõ mídia social?

      Esse e o prefácio de que o controle mundial da Internet está pra mudar de
      mãos. ..

      America?? “dê iú éss end dê iuquêi?”

      China.

      Os anglos podem espernear. e tentar jogar a rede….
      Justamente aí, numa terceira guerra, é que todos os paradigmas cairão…

      O mercado já vai se adaptando ao futuro…

  4. Tempo de entender, que a China pode virar o jogo…..

    “Os estereótipos da China devem cair, é impossivel entender a china via BBC CNN, mídia ocidental.

    A China tem muitos problemas mas atualmente o “PARTIDO” tem demonstrado extrema habilidade de promover mudanças.

    Na América voce pode mudar os partidos politicos mas não mudam as políticas.
    Na China voce não pode mudar o partido político mas pode modificar as políticas.

    A China teve um único partido em 65 anos, mas as mudanças politicas nesses últimos 65 anos foram maiores que qualquer outro país na memória moderna.

    A China é hoje uma economia de mercado, mas não é um pais capitalista:
    Nao há como um grupo de bilionários controlarem a politica do partido, como fazem os bilionários nos paises capitalistas, controlando as decisões politicas.

    Voce tem uma economia brilhante na China, mas o capital não está acima da autoridade política. O capital não tem os direitos consagrados (tido em grande conta).

    Na America o capital, e os juros capital se elevaram acima da Nação Americana.
    Uma autoridade politica não pode mais verificar o poder do capital.
    E é por isso que a América é um país capitalista, mas a China não é.”

    Diálogos do filme “The Coming War on China”

  5. Alguns Colegas perguntam o que o Brasil pode exportar?

    Além das Commodities tradicionais ( Agrícolas e Minerais, Madeiras, Papel, etc,etc), o que não é nenhum desfavor, os EUA, Canada, Austrália, Nova Zelândia, Países Escandinavos, Rússia, etc, sempre foram/são grandes exportadores de Commodities.

    Comecemos pelos aviões da EMBRAER SA, empresa com Matriz no Brasil ( 3ª maior fabricantes de aviões do Mundo) e criação do nosso 2º SANTOS-DUMONT que foi “O maior dos Pais da Aviação”, o imortal Cel Av Engº Aeronáutico OZÍRES SILVA, Motores Elétricos/Eqp controles Elétricos, Transformadores da WEG SA, Baterias MOURA SA, Eqp de Transportes ( Carretas) da RANDON SA, Pneus, Borrachas, Óleos/graxas Lubrificantes, Navios, Produtos Químicos, etc,etc, porque cito de cabeça. Plásticos, Auto-Peças. Sem dúvida dentro de algum tempo teremos uma Fábrica de Automóveis de Matriz e Tecnologia Brasileira.
    Outro setor em que cresceremos muito é na Indústria de Alimentos, BRF- Perdigão – Aurora, etc, Produtos Lácteos, etc.
    Perdoem-me alguns Colegas, mas estou citando de cabeça, e deixo muita coisa de fora, mas tenham certeza de que, apesar dos problemas, o Brasil tem muita Gente de Capacidade, Empresários, Engenheiros, Técnicos, Professores, TRABALHADORES, e com Gente assim se pode fazer muita coisa.

    O Brasil tem grande potencial de crescimento INDUSTRIAL e chegará lá, sem dúvida.

    Muito Obrigado de coração a Todos que me honraram com Comentários.

  6. Tomara que o mestre Bortolotto tenha razão, tomara, pois se ficarmos na dependência que nossas “autoridades” vislumbrem bons negócios para o Brasil, e não somente para “elles”, no que diz respeito a roubar o erário e povo permanentemente, além da falência ética e moral também quebraremos em termos econômicos.

    Desta forma, mesmo que venha de fora amenizar a recessão que nos encontramos, ótimo, haja vista a incompetência dos ministros e de Temer neste particular, evidentemente ofuscados pela corrupção e desonestidade que lhes caracterizam ” a vida pública”.

  7. Essa bipolaridade que se avizinha(EUA x CHINA) pode sim ser benéfica para o Brasil.É dificil nesse momento dizer como, muito menos quando.
    Mas podemos aproveitar a lição histórica de Getúlio Vargas que soube vender muito bem o apoio brasileiro que os americanos pediam e até mesmo exigiam na 2ª Guerra.
    E qualquer coisa babaca que seja dita no sentido de uma tomada de posição gratuita pró-EUA devemos lembrar o que disse um embaixador americano a um baba-ovo tupiniquim:
    – PAÍSES NÃO TEM AMIZADE, TEM INTERESSES!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *