Por uma questão de ética, cada um vê o que quer (no depoimento de Lula)

Resultado de imagem para Lula depondoLeda Flora

Pessoas com os mesmos problemas de visão utilizam óculos iguais mas enxergam de modo diferente. Mas o olhar vai além da paisagem, pois também é forma de sentir, avaliar, crer ou não crer em algo. Esse olhar conduz a um veredito cheio de verdade, que não passa do ponto de vista de cada um, excluindo convenções como a que afirma ser quatro a soma de dois mais dois.

Esse veredito é resultado do que vivemos, vimos, conversamos, lemos, ouvimos, pegamos, sentimos. Tais experiências/vivências formam a opinião, carregada de crenças. Mas as reconhecemos como verdade.

Crenças merecem interrogações. Do contrário, por exemplo, o mundo seria todo ateu ou professaria uma só religião.

Por essas, cada um viu de um jeito o depoimento do ex- presidente Lula ao juiz Sérgio Moro nesta quarta-feira, pois cada um vê o que quer.

21 thoughts on “Por uma questão de ética, cada um vê o que quer (no depoimento de Lula)

  1. “Cada um vê o que quer.”
    -O sumo sacerdote de Israel diante toda evidência textual que encaixava-se em Jesus como sendo o filho do Altíssimo, chegou a conclusão de que ele era filho do inimigo de Deus. Já, a polêmica samaritana com muito pouco conhecimento identificou nem Jesus, o messias, o filho de Deus.
    Portanto, essencialmente a problemática humana nasce com o dilema; “O que é verdade?”
    Leda, amei a visão da realidade que abordou muito bem. abç

  2. Cada um vê o que quer? A Leda Flora só pode ser petista pois durante o depoimento o que vimos foi um bandido mentiroso. Se, alguém viu algo diferente ou faz parte da quadrilha ou é suficientemente idiota para ser internado para o resto da vida.

  3. O ladrão faz ou aproveita a ocasião.
    Cada um vê a coisa do jeito que quer.
    Assim é fácil. Mentira vira verdade e vice-versa.
    O amarelo parece verde, que parece azul, que parece vermelho. De onde se conclui que amarelo e vermelho são iguais.
    A isto chamo de “um olhar sem querer enxergar”.
    Fallavena

  4. Não é bem assim, Dona Leda.

    Tal como na mitologia, quando Zeus se transformou em um cisne para seduzir Leda, rainha de Esparta, eu tenho a impressão que a senhora deixou-se seduzir por uma jararaca que lhe mostrou um “jeito diferente de ver” o depoimento do gigolô de cadáver.

  5. Um texto bem descompromissado e relativista….Enfim, uma negação da verdade absoluta….derrubando normas morais.. Sem ofensa, não gostei, mas a reflexão disto é válida, pois ver desta ótica ( cada um ver como lhe convir), transforma o.mundo num caos..

    • Se todos pensassem igual, o mundo seria um tédio.
      Em tempo: a ideologia não faz parte da ética, cujo sentido maior é o bem. A ideologia é cega; a ética, não.

  6. A articulista tem alguma razão. Cada um vê o que quer, de acordo com os óculos que usa!

    A petralhada vê com os óculos da cartilha lulopetista, por exemplo.

    Mas o que importa na verdade é o fato de que o juiz desse processo é Sérgio Moro. Ele o julgará, com os óculos do seu grande conhecimento jurídico perante a interpretação das leis brasileiras.

    E depois, se for o caso, as partes interessadas poderão recorrer.

    O resto ficará somente no mi-mi-mi…

  7. Prezada Leda Flora,

    Penso que aos olhos da Justiça o quadro deve ser imutável.

    Se Lula, eu, tu, quem quer que seja, estamos sujeitos – se erramos – às leis, o juiz deve aplicá-las mediante os autos do processo, onde estarão agravantes e atenuantes.

    Aceito que o leigo enxergue melhor ou não, mais colorido ou não, conforme as lentes de seus óculos o panorama que também faz parte, talvez não se veja no cenário específico que gostaria, mas vai defini-lo mediante a sua importância neste contexto social e político que frequenta, e opinará a respeito através do que entende, e não do que vê!

    Neste caso de Lula, o povo vê o ex-presidente ser acusado de vários crimes, mas não entende a razão de estar sendo questionado pela Justiça porque outras pessoas – compradas ou não as suas participações em protestos a favor de Lula – dizem o contrário, independente das manobras partidárias da quadrilha petista.

    Justamente para que as pessoas tenham um padrão de comportamento instituído por leis e pela sociedade, quem vai ver o Lula como ele é na verdade será a Justiça, Moro, pelo menos em Primeiro Grau, mas apresentará ao povo um dos lados de Lula, o desonesto, o corrupto, o enganador, o mentiroso, que tantos prejuízos e danos ocasionaram ao povo e país!

    Parabéns pelo artigo instigante, interessante, provocativo.

    Um abraço.
    Saúde e paz.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *