Pré-candidato democrata à Presidência dos EUA, Bernie Sanders comemora liberdade de Lula

Bernie disse que prisão de Lula nunca deveria ter acontecido

Beatriz Bulla
Estadão

O senador Bernie Sanders, um dos pré-candidatos à Presidência dos Estados Unidos pelo partido democrata, comemorou no Twitter a saída do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva da prisão.

“Como presidente, Lula fez mais do que que qualquer um para diminuir a pobreza no Brasil e defender os trabalhadores. Eu fico satisfeito que ele tenha sido liberado da prisão, que nunca deveria ter acontecido”, escreveu Sanders em sua conta no Twitter.

“MAIS POPULAR” – Sanders já se manifestou em outras ocasiões a favor da liberdade de Lula e anulação de sua condenação. Em junho, o democrata escreveu que Lula “reduziu dramaticamente a pobreza e permanece, ainda hoje, como o político mais popular do Brasil”.

Em 2018, ele esteve entre um grupo de 29 congressistas que denunciava preocupação com a situação dos direitos humanos no Brasil, citando a prisão de Lula e a morte da vereadora Marielle Franco. A carta mencionava que a condenação de Lula havia sido feita com base em “acusações não comprovadas” e um julgamento “questionável e politizado”.

23 thoughts on “Pré-candidato democrata à Presidência dos EUA, Bernie Sanders comemora liberdade de Lula

  1. Prefeita de Paris saúda liberdade de Lula e o convida para visita: “ele é Cidadão Honorário”

    O mundo civilizado e progressista saúda Lula e a vitória do estado democrático de direito.

  2. O presidente Bolsonaro deveria falar pelo povo que o elegeu, expressar o descontentamento e a angústia por que passa a grande maioria dos brasileiros de bem. Afinal, ele se elegeu para proteger os filhos ou representar o país?
    Vice presidente Mourão, já que o senhor não tem rabo preso com o Toffoli, assuma a liderança, fale do grande mal que o STF de Merda fez ao liberar geral para os criminosos.
    O silêncio dos líderes só serve para comprometer a verdade. Fale pelo presidente que se acovardou.

  3. Este pré candidato do Partido Democrata dos EEUU , Bernie Sanders, é um candidato sem chances de vencer na convenção do Partido Democrata porque é praticamente certo que Joe Biden, contra quem Trump está tentando corromper os ucranianos para supostamente revelarem irregularidades do filho de Biden – fato que está inclusive ameaçando Trump de impeachment.

    Bernie Sanders não tem chance de derrotar Joe Biden na convenção dos Democratas, e Trump sabe disso, por isso Trump nunca atacou Bernie Sanders, mas voltou seus canhões para quem Trump sabe que vai ser o vencedor, que é Joe Biden.

    Se Trump não sofrer impeachment e se candidatar à reeleição, levará uma surra nas urnas de Joe Biden.

    E Bernie Sanders, com estas declarações postas na reportagem, mostra que está mal informado sobre o que aconteceu no Brasil e sobre as provas que condenaram Lula por corrupção.

    • No momento não está claro quem será o candidato democrata à presidência dos EUA. Biden era o favorito, mas questões levantadas para tentar “impichar” Trump repercutem contra ele. Afinal, tudo começou com uma suposta tentativa de investigar os nebulosos negócios do filho de Biden com uma empresa de gás da Ucrânia – um dos países mais corruptos do mundo, mais até que o Brasil. Biden certamente será obrigado em algum momento a explicar sobre os negócios milionários de seu filho num país distante e num ramo onde ele não trabalha.
      Além disso, Biden enfrenta o problema de ser considerado muito “moderado” para o gosto de um grande percentual de eleitores democratas, e vem sendo desafiado a “aclarar” suas posições sobre aborto e outras questões polarizadoras, o que enfraquecerá sua posição.
      O momento de Sanders foi em 2016, quando ele teve sua chance destruída pela liderança do partido, fechada com Hillary Clinton. Agora não terá volta, inclusive pela deterioração da saúde dele.
      Assim, as maiores chances de candidatura seriam de Elizabeth Warren ou Kamala Harris, isso se os democratas não lançarem à última hora a Hillary Clinton como forma de “desagravo”.

  4. J.R. Guzzo
    19 h ·
    O problema não é Lula estar fora da cadeia. O problema é Lula estar dentro do governo. Enquanto ficar por aí dizendo que é mártir, que vai prender “o Moro”, que o Brasil é uma ditadura, etc., é só desligar o som. A complicação é quando ele começa a nomear diretor da Petrobras.

  5. “A diferença do socialismo de Jesus para o socialismo político é simples. No socialismo de Jesus, você pega o que é seu e reparte com o próximo. No socialismo político, você pega o que é do próximo e reparte com os seus.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *