Pré-Sal: a irresponsabilidade do projeto do reaparecido Ibsen

Já escrevi tanto sobre o Pré-Sal, que todos conhecem minha posição. Sempre a favor da Petrobras e do país. Não recuo o mínimo na posição de “pregar” uma Petrobras CEM POR CENTO NACIONAL, distribuindo uma parte dos recursos do Pré-Sal para diversos estados, mas sem tocar, o mínimo que seja, no que já recebem estados e municípios.

O corte dos royalties, atingiria fortemente o Estado do Rio e o Espírito Santo, além de municípios localizados. Isso é INCONSTITUCIONAL. Outubro chegará, haverá um novo presidente, e a tecnologia para a exploração na chamada CAMADA DO PRÉ-SAL, não estará entendida.

E o equipamento para profundidades de 5, 6 ou 7 mil metros, ainda não começou a ser fabricado, não saiu das pranchetas de desenhistas e engenheiros.

Enquanto isso, Ibsen Pinheiro voltou para criar essa CONFUSÃO, que não será aprovada de jeito algum.

Cabralzinho “chorou”: Ha!Ha!Ha!

Temos que deixar passar também essa fase do governador, que pensava (?) e divulgava: “O presidente Lula não vai me trair ou prejudicar”.

Para ele, tudo é pessoal. Os royalties para o Estado e alguns municípios, são questões particulares e não verdadeiros atentados a milhões de cidadãos.

Depois de limpar algumas lágrimas, serginho cabralzinho filhinho se recuperou e foi conversar com Lindberg Farias, que queria ser candidato a governador ou senador, vetou as duas. Agora vai apoiar o prefeito de Nova Iguaçu para o Senado, e Dona Benedita, que ocupa cargo em seu governo, desesperada.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *