Prédio da Petrobras em Vitória também foi superfaturado

As vidraças foram importadas da Bélgica

Bruno Dalvi
O Globo

O Ministério Público Federal no Espírito Santo (MPF-ES) abriu procedimento para investigar as obras de construção da sede administrativa da Petrobras, em Vitória. Os procuradores vão apurar ainda a atuação das empresas Odebrecht e Camargo Corrêa, integrantes do consórcio que venceu a licitação, e de ex-dirigentes da companhia que atualmente são alvos da Operação Lava-Jato para saber se houve irregularidade nos gastos e enriquecimento ilícito.

A nova sede começou a ser planejada em 2005, quando foi lançado um concurso nacional para a escolha do projeto arquitetônico vencido pelo escritório paulista Sidonio Porto. Na época, a estatal pensava em gastar R$ 90 milhões. Escolhido o projeto e realizada a licitação, vencida pelo consórcio composto pelas empresas Odebretch, Camargo Correa e Hochtief, a obra foi iniciada em 2006 com um orçamento de R$ 486 milhões. A conclusão só aconteceu em 2011, dois anos depois do previsto, ao custou total de R$ 580 milhões, ou seja, 6,4 vezes mais do que o valor inicial previsto pela estatal.

“Após a deflagração da Operação Lava-Jato, os fatos relacionados à referida construção ganham novos contornos. As empresas que formaram o consórcio são, ao menos em parte, empresas que estão sendo investigadas. Também alguns dos ex-dirigentes presos ou investigados foram responsáveis por atos relacionados à obra. Estas circunstâncias, somadas ao valor divulgado da obra, fazem necessária investigação para saber se houve eventual irregularidade nos gastos e/ou enriquecimento ilícito”, conclui o MPF no despacho que determinou a abertura do procedimento.

VIDROS BELGAS NA FACHADA

O projeto previu a compra de 90 mil metros quadrados de vidros de cor verde-esmeralda, tipo Low-E, na Bélgica, para serem usados nas fachadas do prédio, em Vitória, sob a justificativa de que possuem propriedade que ajudam a economizar energia, porque proporcionam baixa absorção de calor e reduzem o uso do ar-condicionado. A compra no exterior custou R$ 12 milhões e se deu, segundo o projeto, porque não foram encontrados produtos similares no Brasil. A versão das indústrias brasileiras é que a estatal tinha, desde o começo, a intenção de comprar o produto belga, pois o edital de licitação já dava como referência o vidro produzido pela Glaverbel, empresa belga que acabou sendo contratada.

Para complementar os vidros belgas, o edital da Petrobras também recomendou a compra de persianas da Itália e da França para a parte interna e externa do prédio. Telas de proteção reforçam o sombreamento em períodos mais críticos porque têm microfuros que arejam o ambiente e garantem ventilação constante.

10 thoughts on “Prédio da Petrobras em Vitória também foi superfaturado

    • O Senhor ainda não viu o PSDB roubando o Metrô , Sabesp, Merenda Escolar, Rodoanel, Santas Casas de Saúde de são Paulo
      Quando ver, vais cair de costas….
      Aprenda Senhor Virgilio, todos são ladrões, não somente um partido,
      Capisce……
      fui

      • O pt não rouba galinha essa a grande vantagem.kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk…………………………………………………………………………

  1. Porque detonar com a Petrobras ? As empreiteiras brasileiras são corruptas, e as estrangeiras não são ? Porque o Aécio pegou a Petrobras para Cristo ao invés da Siemens ?
    PS: Aécio , FHC e Agripino queriam mesmo era apagar todas as vitórias da Petrobras, tudo que demonstrasse competência, os investimentos em ciência em tecnologia, as reservas fantásticas do pré-sal, o reconhecimento internacional da competência da Petrobras. Tiraram o brilho da Petrobras por pura ganância de poder. Destruíram a imagem de uma empresa fantástica só para ganhar a eleição. Não ganharam a eleição, macularam a imagem da Petrobras, as empreiteiras envolvidas com a Petrobras são empreiteiras que constroem o Brasil desde JK, é obvio que são poderosas amigas dos políticos, e os três mocinhos elegantes ( Aécio, FHC e Agripino) já perceberam que gente deles será pega na operação. O abafa é certo. Certo também é que o PSDB e o DEM( partido irmão do PSDB) se aproveitará da proteção da mídia e acusará o PT de abafar o escândalo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *