Prefeito do Rio flexibiliza isolamento e fixa horários de dois turnos para empresas

Crivella amplia fechamento de escolas por mais 15 dias no Rio ...

Crivella inicia a reabertura do comércio, mas em fase de testes

Pedro do Coutto

Reportagem de Luiz Ernesto Magalhães, O Globo de quarta-feira, revela o Decreto do prefeito Marcelo Crivella definindo novos horários de funcionamento para empresas que funcionam na cidade. O governador do estado determinou também novas regras praticamente iguais às do prefeito.

Os supermercados por exemplo vão abrir as 8 horas e cerrar as atividades às 21 horas. Isso implica que os supermercados deverão ter duas equipes de trabalho, porque pela CLT os funcionários só podem no máximo fazer duas horas extraordinárias por dia. Somando-se os turnos, verificamos uma diferença de treze horas da abertura ao fechamento.

HORAS EXTRASAlém dos supermercados os novos horários implicam também na exigência de dois turnos para outras atividades, pelo mesmo dispositivo legal que limita o caso das horas extras.

Portanto, a população do Rio deve ser informada, aliás está sendo, dos novos horários de funcionamento para que possa programar suas compras inclusive para as faixas de horário no sentido de evitar aglomerações ou aproximação das pessoas, desaconselhável, pelos critérios definidos pelo Ministério da Saúde.

Falei em evitar aglomerações bem como aproximações que podem dar margem a contaminação, reduzindo assim as hipóteses de transmissão do coronavírus.

DESCUMPRIMENTONo Rio e em outras cidades do país, apesar das determinações do ministério da Saúde e dos governos estaduais e municipais, muitas pessoas não têm seguido a medida, cujo objetivo é reduzir ao máximo as contaminações, como se verifica em praias da zona sul do Rio e nos calçadões que nos últimos dias apresentaram movimentação inadequadas.

As pessoas devem se conscientizar dos riscos verdadeiros do coronavírus que têm causado até a morte de número bastante alto da população.

REGRA A SER SEGUIDAO isolamento ao máximo, conforme explicação do ministro Henrique Mandetta deve ser seguido, porque os que não aceitam a limitação são muito mais expostos ao risco da doença. Mas o que fazer? As pessoas precisam agir por vontade própria e não serem obrigadas a cumprir medidas que se destinam a preservar a elas próprias e as consequência da moléstia.

As cautelas devem permanecer durante o tempo necessário a ser observado em primeiro lugar pelo Ministério da Saúde. Trata-se de evitar as piores consequências que estão aparecendo todos os dias tanto na internet quanto na televisão e nos jornais.

3 thoughts on “Prefeito do Rio flexibiliza isolamento e fixa horários de dois turnos para empresas

  1. Os dois horários para funcionamentos das empesas, irá ajudar a diminuir as aglomerações dentro dos transporte de massa, se as empresas de transportes manter a mesma frota de antes em atividade.
    Os donos das empresas de transporte de massa: Metro, trem, barcas, BRT e ônibus, sabendo que, com o isolamento iria diminuir o n°de passageiros, diminuíram também o n° de sua frota, que passaram a viajar lotados. Resta saber se com a flexibilização dos horários de funcionamento das empresas comerciais e industria, as empresas de transporte de massa não vão diminuir também sua frota para não diminuir o lucro. A iniciativa privada não tem compromisso com o social, seu compromisso é o lucro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *