Prefeitura de São Paulo e a falência dos partidos

Helio Fernandes

Faltam 17 meses para as eleições municipais, a grande batalha que vem por aí. Parece que finalmente se convenceram de que não existe nada mais importante do que o município. 190 milhões de brasileiros moram no município. Incluindo o presidente da República e altas personalidades.

São mais de 5 mil e 500, o PT tem quatrocentos, garante que chegará pelo menos a mil, só pode ser em cima do PMDB.

***
A LUTA POR SÃO PAULO

Teoricamente é município, embora na verdade seja potência. Como Rio, Belo Horizonte, Fortaleza, Salvador, Recife Curitiba, Florianópolis, Porto Alegre, isso para citar apenas esses.

Gabriel Chalita, que pretende ser candidato a prefeito da capital paulista, eliminou a palavra “pretende”.

 Qual a razão? Simplesmente ele diz todo dia, “o candidato do PMDB sou eu”. E a convenção?

***
OS PROJETOS DE KASSAB

Quer eleger o prefeito na sua sucessão. Prefere Afif Domingos, que é vice de Alckmin. Se for eleito, o presidente da Assembléia Legislativa será o substituto do governador. Só que ele não viaja 5 por cento de Cabralzinho.

Kassab acha que se elege governador em 2014, com Aecio candidato a presidente. Segundo ele, esses objetivos são se hostilizam, ao contrário, se completam

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *