Presidência dos quatro maiores partidos: PMDB, PSDB, PT, DEM

Helio Fernandes

No sistema eleitoral do pluripartidarismo, presidir um partido nacional ou até mesmo uma presidência estadual, que maravilha viver. Já falamos do PSDB, ninguém se entende.

O PMDB, que já recebeu muito, está mais ou menos “pacificado”. Só tem três ou quatro líderes, vá lá. Um está presidindo o Senado, o outro é vice-presidente da República, assumindo por três dias por causa da viagem de Dona Dilma.

O PT, no governo, é presidido por um suplente de senador, que resolveu assumir essa suplência (transformando-a em efetiva) nomeando o senador para um ministério. Não conseguiu, ninguém tem respeito por ele. Seu nome? José Eduardo Dutra.

E finalmente o DEM. Só que este, cada vez mais enfraquecido, depende do grupo que fizer maioria, na eleição dentro de pouco tempo. Se o grupo de Agripino Maia e ACM Neto, vencerem, o senador será o presidente e líder no Senado. Se perder, será líder no Senado. O DEM não tem mais ninguém. O que esperavam do DEM, depois de ser “presidido pelo meu garoto”?

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *