Presidente do PT é um trapalhão e não vê que a CPI de Cachoeira vai prejudicar o partido

Reportagem de Maria Lima e Paulo Sérgio Pereira, página inteira em O Globo, mostra que a estratégia antes negada publicamente pela maioria dos petistas, – de usar a Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) de Carlinhos Cachoeira para desviar o foco e neutralizar o julgamento do mensalão no Supremo Tribunal Federal (STF) – foi admitida formalmente pelo presidente nacional do PT, Rui Falcão.

Nm vídeo de quase dois minutos, postado quarta-feira à tarde no site oficial do PT, Falcão conclama centrais sindicais e partidos políticos que defendem o combate a corrupção, além de movimentos populares, a fazerem uma mobilização contra o que chamou de “operação abafa” que visaria a impedir a realização da investigação da CPMI, que já envolve parlamentares de seis partidos, inclusive do PT.

No vídeo, pela primeira vez, Falcão cita a intenção de desmascarar, na CPMI, aqueles que, segundo o presidente do PT, são os autores do que ele chama de “farsa do mensalão”, PSDB e DEM.

Falcão começa sua fala dizendo que está em operação “uma verdadeira operação abafa, uma tentativa de setores políticos e veículos de comunicação que tentam, a qualquer custo, impedir que se esclareça plenamente toda a organização criminosa montada por Carlinhos Cachoeira em conluio com o senador Demóstenes Torres, que já se afastou com DEM na tentativa de isolar o partido do escândalo”.

Em seguida é específico sobre o mensalão: “A bancada do PT na Câmara e no Senado defende uma CPI para apurar esse escândalo dos autores da farsa do mensalão. É preciso que a sociedade organizada, movimentos populares, partidos políticos comprometidos com a luta contra a corrupção, como é o PT, se mobilizem para impedir a operação abafa, e para desvendar todo o esquema montado por esses criminosos, falsos moralistas que se diziam defensores da moral e dos bons costumes” – conclama Falcão.

No vídeo, ele ataca o governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), mas não faz nenhuma menção ao envolvimento do governador petista do Distrito Federal, Agnelo Queiroz – que teve seu nome citado na Operação Monte Carlo, da Polícia Federal, como interessado num encontro com Cachoeira.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOGAs inconvenientes declarações de Rui Falcão (em vídeo e, portanto, não podem ser desmentidas) foram criticadas pela oposição e até por setores do PT. E se ele pensa que a CPMI pode desviar as atenções, beneficiando o PT, está muito enganado. Os tentáculos de Cachoeira já estão por toda parte, inclusive no governo petista do Distrito Federal.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *