Preso desde junho, Donadon até hoje continua com deputado federal, desmoralizando o Congresso, a Justiça e o País.

Carlos Newton

É inacreditável a desmoralização da política. Como é público e notório, o deputado federal Natan Donadon foi condenado a mais de 13 anos pelo desvio de R$ 8,4 milhões da Assembleia de Rondônia por meio de contratos de publicidade fraudulentos. Ele está preso desde 28 de junho e deve ficar em regime fechado pelo menos até setembro de 2015.

O que é inconcebível é que até hoje continue a ser deputado federal. Em agosto, dois meses depois da prisão de Donadon na Penitenciária da Papupa, o plenário da Câmara, sob o manto do voto secreto, absolveu Donadon, numa atitude abjeta e deplorável. Votaram a favor dele 131 deputados.

Até hoje Donadon permanece como parlamentar federal, quando o caso deveria ter sido resolvido cirurgicamente, no dia seguinte à decretação da prisão dele. Mas continua tramitando o processo de cassação. O ato mais recente foi terça-feira, quando a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara rejeitou recurso contra a cassação do mandato.

Com isso, o processo de perda de mandato segue para votação em plenário. Como o Congresso entra de recesso no fim da semana, o caso só deve ser votado em fevereiro. Parece brincadeira, mas é verdade. E até lá Donadon continua sendo deputado federal.

3 thoughts on “Preso desde junho, Donadon até hoje continua com deputado federal, desmoralizando o Congresso, a Justiça e o País.

  1. O caso do Maluf ainda é pior. O MP, autorizado pelo judiciário, solicitou no estrangeiro investigações de suas contas. O governo suíço confirmou e, por causa disso, deu inicio a um processo. O Maluf, cuja acusação partiu do Brasil, foi no exterior condenado e com nome atualmente na lista de procurado pela Interpol. Além de seguir DEPUTADO FEDERAL, AINDA É CUMPRIMENTADO PUBLICAMENTE PELA PRESIDENTA DILMA, como ANTEONTEM.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *