Previdência e sistema tributário serão colocados em debate, diz Ciro Gomes

Ciro Gomes

‘Não se pode enfiar as reformas goela abaixo’

Fernanda Guimarães e Karla Spotorno
Estadão

O pré-candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes, disse que mudanças na Previdência e no sistema tributário brasileiro precisam ser colocadas em debate. “Os Estados e municípios estão quebrados e a população sente isso na saúde, educação e na segurança precária. É preciso fazer um grande entendimento para restaurar o equilíbrio das contas do governo e a Previdência e sistema tributário serão colocados em debate”, afirmou em entrevista à TV Bandeirantes.

Segundo ele, o grande erro quando se tentou fazer as reformas no País foi “tentar enfiar goela abaixo”. “Colocar um assunto complicado de cima para baixo sem conversa. É preciso conversar com os trabalhadores, governadores, empresários”, afirmou.

PRIMEIROS 6 MESES. Se eleito, Ciro disse que nos primeiros seis meses de seu governo colocará em debate uma reforma fiscal. “Desde 1945, todos os presidentes brasileiros se elegeram por minorias. [Mesmo assim], todos tiveram poderes quase imperiais nos seis primeiros meses. [Portanto] o tempo de se fazer reformas é nos primeiros seis meses [do mandato]”, afirmou.

IDEIAS CLARAS. Ciro ressaltou que os candidatos devem deixar claras suas ideias no período de campanha e propôs que todo eleitor exija dos candidatos a exposição de suas ideias. “Só quero me eleger se for com as minhas ideias. Eu tenho muita experiência. Qualquer homem ou mulher que for eleito no Brasil, que não trouxer o povo para entender o que está acontecendo, vai reproduzir esse itinerário de crise, vai ficar na mão do Congresso. Ou vai ser derrubado ou corrompido ou vai parar na cadeia”, afirmou. “Não tenho vocação para nada disso. Já fui um governador, ministro, prefeito popular. Gosto de sair popular e não só de entrar popular”, disse.

IMPOSTOS. Ciro Gomes destacou que a alíquota do “imposto sobre herança dos ricos nos Estados Unidos é de 29% e dos ricos no Brasil é 4%”. Ao responder sobre mudanças na tributação dos mais ricos, Ciro afirmou: “Vamos ter de fazer”. Na entrevista, ele defendeu mudanças no sistema tributário brasileiro e criticou que apenas o Brasil e a Estônia não cobram do cidadão imposto sobre lucro e dividendos, como revelou estudo recente do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

CONSTANTE INOVAÇÃO. Ciro disse ainda que o Brasil precisa de uma “constante inovação institucional” diante do atual contexto brasileiro de corrupção e “frouxidão moral”. “Golpe de frase feita não resolve o problema”, disse. “Qualquer pessoa que fale muito de honestidade é o que a Bíblia chama de sepulcro caiado. Ou seja, branquinho por cima e podre por dentro”, afirmou, acrescentando que “decência não é vantagem. É exemplo”.

SEM INQUÉRITOS. “Nunca respondi a um inquérito nem sequer para ser absolvido. Isso é uma coisa que eu apresento hoje. Mas não faço disso grande vantagem. É preciso, além do exemplo, perseguir inovação institucional”, afirmou, acrescentando que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e o PSDB nunca mais ganharam uma eleição nacional porque entregaram “pedaços da administração pública a marginais”. Segundo ele, essa fórmula “nunca dá certo”.

TESTA DE FERRO. “Entregar pedaços da administração pública a marginais para um presidente virar testa de ferro não deu certo. Nunca mais o Fernando Henrique [Cardoso] ganhou uma eleição ou o PSDB ganhou uma eleição nacional, porque fez esse tipo de coisa”, disse o pedetista. “E olha o que aconteceu com a coalizão do presidente Lula [Luiz Inácio Lula da Silva]. Tenho uma amizade antiga, 30 anos, com o Lula. Mas cansei de avisar que essa prática não ia dar em boa coisa”, disse.

JOAQUIM BARBOSA. Ciro entende que a corrida eleitoral ainda está muito aberta, o que torna impossível discernir qual candidato tem mais ou menos chances de assumir a Presidência da República em 2019. Questionado se o ministro aposentado do STF Joaquim Barbosa será o “fiel da balança” dessas eleições e se poderá se eleger presidente, o pedetista respondeu apenas que todos presidenciáveis serão examinados pelo eleitor. Ciro observou que Joaquim Barbosa “ficou mais de um ano no horário nobre falando sobre combate à corrupção”.

PRISÃO DO LULA. Sobre a prisão de Lula, o pré-candidato avalia que do ponto de vista legal, “não há reparo”. “Do ponto de vista da qualidade da sentença, foi injusta”. Ele afirmou que não faz da política seu meio de vida e que é contratado de forma “bem remunerada” para dar palestras no Brasil e no exterior. Relatou que também já teve experiência no setor privado, sendo presidente da Transnordestina, da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN). “Trabalho pelo Brasil”, disse.

25 thoughts on “Previdência e sistema tributário serão colocados em debate, diz Ciro Gomes

  1. A nosso ver, o Candidato Gov. CIRO GOMES (60) PDT, até agora, é o que se mostra mais preparado, experiente e com a melhor Proposta Política.
    É Nacionalista, Desenvolvimentista e pragmático.

    Sua visão de que as Reformas do “Ponte para o Futuro”), que visam reduzir o Deficit Fiscal do Governo e criar Superavit Fiscal para estabilizar/reduzir a Dívida Pública, são necessárias, mas não deveriam ter sido impostas “goela a baixo”, mas Dialogadas, é o mais puro Bom-Senso.

    Discordo e acho que erra feio o Gov. CIRO GOMES em suas ideias de aumentar a Carga Tributária, principalmente aumento do Imposto de Heranças e da cobrança de Imposto de Renda do Lucro e Dividendo das Pessoas Físicas, já que logo antes o Lucro foi Tributado em 27% na Pessoa Jurídica.
    Um País Sub-desenvolvido como o Brasil, para crescer e dar melhor Padrão de Vida ao seu Povo deve reduzir seu inchado ESTADO que consome atualmente 37% do PIB + 6% de Deficit Fiscal = 43% do PIB, em vez de aumentar ainda mais a Carga Tributária. No máximo aumentar certos Impostos e baixar outros.

    No mais a nosso ver, ele está certo em quase tudo.

    Vamos esperar os outros Candidatos apresentarem suas ideias.

  2. O que é que o Circo Gomes quiz dizer quando afirma: … do ponto de vista legaĺ “não ha reparo” do ponto de vista da qualidade da sentença, foi injusta. Acho que ele queria que a sentenca fosse aplicada pelo Trio Fantástico do Supremo.

  3. Ele é um truculento, Sem compromisso nenhum com o bem estar social, mas,Sim, com a sua embriaguez de ser presidente. Só isso. É um falastrão que cita números que não correspondem a realidade porque sabe que quem está escutando nunca pesquisou. Assim como Lula e Dilma esse também não me engana.

  4. E ele compara a nossa tributação com o que ocorre nos EUA? Coisa de primário. Quanto a Previdência, quer colocar em uma mesa o assalariado, o patrão e o político? Falta a esquerda a noção de que enquanto estiverem babando pelo poder e acharem que podem levar na conserva quem quiserem, terão o devido e merecido repúdio da população que pensa nesta terra. O dia que entenderem que não só podem, mas precisam DIZER A VERDADE ao povo que pede o voto, será uma das provas de que começou a mudar sua forma de pensar política no Brasil.

  5. O Ciro não tocou em dois pontos nevrálgicos em relação a tributos:
    A cobrança de IPVA sobre aeronaves e em barcações e a correção da tabela do IRPF,defasada em mais de 80%.

    • Darcy, o Ciro só quer arrecadar mais para ter mais para corromper mas, não quer deixar os amigos ricos muito brabos. Enquanto ele defender o Lula, estará mostrando que quem está no sepulcro branco é ele mesmo. Branco por fora e podre por dentro.

      • O Ciro até que tem boas idéias e um programa de governo palatável.
        Mas o seu calcanhar de Aquiles é o apoio que presta ao “nove dedos”.
        Para mim esse apoio o torna “invotável”.
        Apoiar um bandido corrupto mostra uma certa leniência com a corrupção.

      • Paulo 2:

        Essa suas acusações torpes, sem sentido e sem o mínimo de veracidade depõem contra o Senhor, simplesmente.
        Não quer votar, a escolha é sua, paciência.
        Mas tentar denegrir um homem cuja biografia é inatacável, é tolice, para dizer o minimo.

    • Senhor Darcy:

      Foram uns 10 minutos de entrevista, apenas. E televisão aberta, sabe como é: o candidato nem abre a boca, o entrevistador interrompe para fazer outra pergunta.

      • Continuando, prezado Darcy:

        Consta o nome do Ciro em algum ato de corrupção?
        Portanto, não há leniência alguma.
        Quanto ao tal apoio ao PT, ele apoia tanto que os próprios petistas lhe negam o endosso à sua candidatura.

        • Apoiar o lula é injustificável sob todos os aspectos.
          O nome do Ciro não aparece nenhuma investigação de corrupção.
          Mas não consigo engolir a tolerância ao nome do lula.
          Para mim é o único defeito dele.
          É preparadíssimo,tem uma carreira em que ocupou vários cargos públicos sempre com sucesso e sem manchas mas a tolerância ao nove dedos……..
          Ninguém que não seja petista ou ladrão pode não deixar de atacar, com a maior veemência, o chefe da maior quadrilha de corruptos brasileiros de todos os tempos.

  6. Do Ciro não podem falar que está na quadrilha , não está na lava-jato e tem as mãos limpas – então começam achar defeitos – é um ” Coronel” truculento . É o único que diz coisa com coisa e tem visão sistêmica sobre os problemas brasileiros. Está a pisar em ovos em falar sobre Lula e PT, entretanto sinto que Ciro mantem uma certa distancia quanto as práticas de presidencialismo de colisão ou de quadrilha, adotada pelo PT, com o propósito de assaltar o estado por meio de suas estatais. Receberá o meu voto! Não visualizo outro candidato mais preparado.

  7. Considero imprescindível que o candidato Ciro declare que cargo seu irmão, o mais corrupto ladrão do Ceará, será nomeado no seu governo.

  8. Ciro Gomes e Álvaro Dias, são os dois candidatos com mais experiência e história política.
    Ciro Gomes é bom candidato, e o mais experiente, mas está incorrendo no erro em apoiar o Lula corrupto, que levou o Brasil a maior crise de sua história. Amizade pessoal deve ter um limite.

  9. Brasil e a Estônia não cobram do cidadão imposto sobre lucro e dividendos, como revelou estudo recente do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

    Não cobram do cidadão porque cobram da empresa. Claramente o PNUD, se essa é a fonte, e se falou isso mesmo, está servindo como Fake News.

  10. Outro falastrão do nordeste depois de collor, lula e agora este maluco aspirador.
    Desculpe me os nordestinos mas existem várias outras opções do nordeste mas não este lixo que vem saqueando o Ceará junto com seu irmão.
    Aliás, o megaprojeto perdulário da transposição do Rio S.Francisco, sem antes preparar as nascentes e cuidar dos rios afluentes foi deste maluco junto com outro louco chamado Pedro……
    Temos que rezar para que o nosso país não caia nas mãos de outro louco como este.
    O cursinho de seis meses que fez em Harvard é dado para qualquer cidadão que pague a taxa exigida por esta Universidade, nada que tenha feito provas ou provado conhecimento anterior.
    É um enganador que só fala besteiras sem fundamento lógico e infelizmente, tem inúmeros mortadelas encantados com este novo maluco.

  11. Na entrevista, ele defendeu mudanças no sistema tributário brasileiro e criticou que apenas o Brasil e a Estônia não cobram do cidadão imposto sobre lucro e dividendos

    Está errada essa afirmação. O lucro é sim tributado e na hora errada. è tributado já quando ocorre e é declarado. Deveria ser tributado sim, na hora que fosse distribuído através da distribuição de dividendos. Não deveria ser tributado se fosse direcionado a reinvestimento. Quando uma empresa reinveste o seu lucro isso com certeza gera muito mais riqueza do que quando é direcionado ao Estado em forma de impostos, que irá no máximo e na melhor das hipoteses se fizer a coisa certa, promover uma redistribuição. Infelizmente sabemos que não é isso que ocorre, na maioria das v ezes os recursos dos impostos são dilapidados e além de não gerarem mais criação de riquezas, muitas vezes geram aumento de desigualdade.
    Gostaria muito de ver um contra argumento do Ciro Gomes a essa minha afirmação de que é um erro tributar as distribuições de dividendos quando o lucro original já foi tributado, até mesmo porque pelos princípios do direito tributário isso é claramente uma bitributação.

  12. JACOB, Não corre atrás de manada. Lula não será candidato. O PT, segundo o que diz Ciro, terá candidato próprio. Ciro conhece Lula e com ele trabalhou. Se alguém acha que dizer que conhece e já trabalhou com Lula é crime. Só sendo um despersonalizado. Dizer que conhece e se relacionou politicamente com Lula não é crime. Pilantragem seria Ciro dizer que não conhece Lula.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *